29 de setembro de 2010

MEDITAÇÃO DO DIA

ISAÍAS
[26]


1 Naquele dia se entoará este cântico na terra de Judá: uma cidade forte temos, a que Deus pôs a salvação por muros e antemuros.
2 Abri as portas, para que entre nela a nação justa, que observa a verdade.
3 Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti.
4 Confiai sempre no Senhor; porque o Senhor Deus é uma rocha eterna.
5 porque ele tem derrubado os que habitam no alto, na cidade elevada; abate-a, abate-a até o chão; e a reduz até o pó.
6 Pisam-na os pés, os pés dos pobres, e os passos dos necessitados.
7 O caminho do justo é plano; tu, que és reto, nivelas a sua vereda.
8 No caminho dos teus juízos, Senhor, temos esperado por ti; no teu nome e na tua memória está o desejo da nossa alma.
9 Minha alma te deseja de noite; sim, o meu espírito, dentro de mim, diligentemente te busca; porque, quando os teus juízos estão na terra, os moradores do mundo aprendem justiça.
10 Ainda que se mostre favor ao ímpio, ele não aprende a justiça; até na terra da retidão ele pratica a iniqüidade, e não atenta para a majestade do Senhor.
11 Senhor, a tua mão está levantada, contudo eles não a vêem; vê-la-ão, porém, e confundir-se-ão por causa do zelo que tens do teu povo; e o fogo reservado para os teus adversários os devorará.
12 Senhor, tu hás de estabelecer para nós a paz; pois tu fizeste para nós todas as nossas obras.
13 Ó Senhor Deus nosso, outros senhores além de ti têm tido o domínio sobre nós; mas, por ti só, nos lembramos do teu nome.
14 Os falecidos não tornarão a viver; os mortos não ressuscitarão; por isso os visitaste e destruíste, e fizeste perecer toda a sua memória.
15 Tu, Senhor, aumentaste a nação; aumentaste a nação e te fizeste glorioso; alargaste todos os confins da terra.
16 Senhor, na angústia te buscaram; quando lhes sobreveio a tua correção, derramaram-se em oração.
17 Como a mulher grávida, quando está próxima a sua hora, tem dores de parto e dá gritos nas suas dores, assim fomos nós diante de ti, ó Senhor!
18 Concebemos nós, e tivemos dores de parto, mas isso foi como se tivéssemos dado à luz o vento; livramento não trouxemos à terra; nem nasceram moradores do mundo.
19 Os teus mortos viverão, os seus corpos ressuscitarão; despertai e exultai, vós que habitais no pó; porque o teu orvalho é orvalho de luz, e sobre a terra das sombras fá-lo-ás cair.
20 Vem, povo meu, entra nas tuas câmaras, e fecha as tuas portas sobre ti; esconde-te só por um momento, até que passe a indignação.
21 Pois eis que o Senhor está saindo do seu lugar para castigar os moradores da terra por causa da sua iniqüidade; e a terra descobrirá o seu sangue, e não encobrirá mais os seus mortos.

UM ÓTIMO DIA PARA VOCÊS. A PAZ DO SENHOR!

28 de setembro de 2010

QUAL PROFISSÃO SEGUIR

 Antes de escolher sua opção no vestibular, conheça um pouco da profissão que irá abraçar. O sucesso do profissional está condicionado a uma boa escolha.    


ADMINISTRAÇÃO
É o gerenciamento dos recursos humanos, materiais e financeiros de uma organização. O administrador é o profissional responsável pelo planejamento das estratégias e pelo gerenciamento do dia-a-dia de uma empresa. Ele ajuda a definir, a analisar e a cumprir as metas da organização. Trabalha em praticamente todos os departamentos, nos quais gere recursos financeiros, materiais, humanos e mercadológicos. Conduz as relações entre a empresa e os empregados, participando dos processos de seleção, admissão e demissão de funcionários e do relacionamento com os sindicatos de cada categoria. Implementa planos de carreira e programas de benefícios. Coordena, ainda, os recursos materiais da companhia, controlando a compra e a estocagem de matérias-primas, insumos e produtos finais. No setor financeiro, cuida de custos, orçamentos e fluxo de caixa. Também se envolve com a publicidade e o marketing, na promoção de vendas dos produtos ou serviços da firma. O administrador pode trabalhar em qualquer região do país e nos mais diversos setores - de hospitais, fábricas e escolas a ONGs, empresas do setor público e aquelas dedicadas ao comércio pela internet.

AGRONOMIA
São as ciências e técnicas usadas para melhorar a qualidade e a produtividade de lavouras, rebanhos e produtos agroindustriais. O agrônomo envolve-se em praticamente todas as etapas do chamado agronegócio - do plantio ou da criação de rebanhos à comercialização da produção. Ele planeja, organiza e acompanha o preparo e o cultivo do solo, o combate a pragas e doenças, a colheita, o armazenamento e a distribuição da safra. Cuida da alimentação, da reprodução, da saúde e do abate de animais. Também gerencia a industrialização, o armazenamento e a comercialização de alimentos de origem animal e vegetal. Além de acompanhar o dia-a-dia da produção no campo, desempenha funções em escritórios, informando-se sobre novas tecnologias e pesquisas científicas da área, calculando estoques e checando na internet a cotação dos produtos nas bolsas de valores internacionais.

ARQUITETURA E URBANISMO
É a arte de projetar e organizar espaços internos e externos, de acordo com critérios de estética, conforto e funcionalidade. O arquiteto projeta e coordena a construção ou a reforma de prédios. Ele faz a planta e determina os materiais que serão usados na obra, levando em consideração o uso do imóvel, a disposição dos objetos, a ventilação e a iluminação. Ao lado do engenheiro, acompanha a construção e gerencia os custos e a mão-de-obra. Como urbanista, planeja o crescimento de cidades e bairros. Também desenha objetos, elabora placas de sinalização e logotipos. 

ARQUIVOLOGIA
É a aplicação de técnicas e métodos específicos à organização, conservação e restauração de arquivos. O arquivista identifica, organiza, avalia e preserva documentos dos mais diversos tipos, estejam eles em papel, foto, filme, microfilme, disquete, CD-ROM ou, ainda, em bancos de dados on-line. É o responsável por tornar disponíveis as informações que são geradas e acumuladas em empresas, órgãos do governo, escolas, associações, instituições de saúde e ONGs. Deve ter sólida formação cultural para avaliar a importância dos documentos que manipula e preparo para trabalhar com produção documental de várias épocas históricas. É fundamental que ele tenha, também, flexibilidade para atuar em equipe, juntamente com gerentes, administradores, pesquisadores e profissionais de informática, entre outros. 


ARTES CÊNICAS
Com uma formação multidisciplinar, esse tecnólogo trabalha na pesquisa e na criação de obras de pintura, gravura, fotografia e artes gráficas, entre outras técnicas artísticas. Para isso, utiliza fundamentos da linguagem visual e aplica materiais específicos de cada tipo de expressão artística. Organiza exposições, em museus e galerias, e trabalha na conservação e restauração de obras e monumentos de valor histórico. Pode atuar, também, em peças de teatro, emissoras de TV, centros culturais e em escolas de samba, elaborando adereços, cenários e figurinos. Em agências de publicidade, aplica conhecimentos de design gráfico para a criação de logomarcas e cartazes. Está apto ainda a trabalhar em estúdios fotográficos. 


ARTES PLÁSTICAS 
Com uma formação multidisciplinar, esse tecnólogo trabalha na pesquisa e na criação de obras de pintura, gravura, fotografia e artes gráficas, entre outras técnicas artísticas. Para isso, utiliza fundamentos da linguagem visual e aplica materiais específicos de cada tipo de expressão artística. Organiza exposições, em museus e galerias, e trabalha na conservação e restauração de obras e monumentos de valor histórico. Pode atuar, também, em peças de teatro, emissoras de TV, centros culturais e em escolas de samba, elaborando adereços, cenários e figurinos. Em agências de publicidade, aplica conhecimentos de design gráfico para a criação de logomarcas e cartazes. Está apto ainda a trabalhar em estúdios fotográficos.


ASTRONOMIA
É a ciência que estuda o Universo, confrontando teorias físicas com observações feitas por modernos telescópios. O astrônomo investiga a origem e a evolução do cosmo. Com telescópios e câmeras, observa os objetos cósmicos (estrelas, planetas, galáxias e outros corpos) e capta sua imagem para estudar seus movimentos, sua disposição pelo espaço e sua composição química. O domínio das mais modernas ferramentas de computação, utilizadas no processamento de imagens e dos dados conseguidos pelos telescópios, é fundamental para o desenvolvimento dessa área do conhecimento.


AUDIOVISUAL
É o conjunto de técnicas empregadas na criação e na produção e veiculação de filmes, vídeos e programas de rádio e TV. Esse bacharel tem como campo de atuação todos os meios de comunicação audiovisual e radiofônica: produtoras de cinema e vídeo, emissoras de rádio e TV ou empresas que desenvolvem sites para a internet. No rádio e na TV, elabora a programação jornalística, esportiva e de variedades, dirige e edita os programas, supervisionando a equipe de gravação e o trabalho dos produtores. Escolhe o cenário, prepara os entrevistados e os argumentos. Pode atuar ainda como apresentador. Na área de cinema e vídeo, escreve roteiros, escolhe os atores, diretores de arte e técnicos. Faz o cronograma das filmagens e viabiliza a locação e os equipamentos que serão usados. Determina a iluminação e edita as cenas. Trabalha também na produção executiva, na direção de atores e cenas, na assistência de direção, na montagem de imagens e na captação e finalização do som. Pode também produzir programas para transmissão na internet e em emissoras de TV por assinatura. 

BIBLIOTECONOMIA 
É a classificação, organização, conservação e divulgação do acervo de bibliotecas e centros de documentação. O bibliotecário trabalha como um administrador de dados, que também processa e dissemina a informação. Além de catalogar e guardar as informações, ele orienta sua busca e seleção. Cabe-lhe analisar, sintetizar e organizar livros, revistas, documentos, fotos, filmes e vídeos. É de sua responsabilidade planejar, implementar e gerenciar sistemas de informação, além de preservar os suportes (mídias) para que resistam ao tempo e ao uso. Trabalha em bibliotecas públicas, escolares ou particulares, centros de documentação, arquivos, museus, centros culturais e de memória, hemerotecas, editoras, empresas de comunicação, provedores de internet, ONGs, clubes e associações. Sua atuação se volta cada vez mais para a criação e a manutenção de arquivos digitais e para a montagem de bancos de dados em computadores, empregando sistemas de informática e a internet.

BIOTECNOLOGIA 
É a aplicação de conhecimentos químicos e biológicos e de novas tecnologias nas áreas da saúde, de alimentos, química e ambiental. O graduado na área de biotecnologia é um profissional multidisciplinar. Ele entende tanto de biologia quanto de química, física, estatística e informática. Na área da microbiologia, estuda fungos, bactérias, vírus e protozoários e as moléstias que eles causam em plantas e no organismo do homem e de animais. Pesquisa métodos de utilização desses microrganismos na produção de alimentos e bebidas, como laticínios, cerveja e vinho. O especialista em imunologia emprega esses microrganismos na produção de vacinas e kits de diagnóstico. Em indústrias alimentícias e farmacêuticas cuida do controle do crescimento microbiano e da segurança e higiene no ambiente de trabalho, além de controlar a qualidade do produto final. Nos laboratórios de pesquisa farmacêutica, desenvolve pesquisas para novos medicamentos. Também atua em órgãos de controle ambiental, na avaliação e prevenção da contaminação da água e do solo. Com formação específica, atua como engenheiro de bioprocessos, projetando, construindo e operando equipamentos que reproduzem, em escala industrial, processos que envolvem células vivas, empregados na fabricação de medicamentos, cosméticos, alimentos ou química em geral.

CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO
É o conjunto de técnicas e conhecimentos que possibilitam a criação de programas de informática. O bacharel em Ciência da Computação analisa as necessidades dos usuários, desenvolve programas e aplicativos, gerencia equipes de criação e instala sistemas de computação. É ele quem elabora softwares, desde programas básicos de controle de estoque até os mais complexos sistemas de processamento de informações, como os utilizados nas pesquisas espaciais e na medicina genética. Presente em todos os setores da economia, também dá assistência aos usuários, mantém redes de computadores em funcionamento e assegura as conexões com a internet. Em indústrias e institutos de pesquisa, implanta bancos de dados e instala sistemas de segurança para as operações de compra e venda pela rede.

CIÊNCIAS AERONÁUTICAS 
É o uso de conhecimentos e técnicas na operação e manutenção de aeronaves e aeroportos. Tudo o que ocorre dentro de uma aeronave, da supervisão do trabalho da tripulação e do funcionamento dos equipamentos à comunicação com a torre de controle dos aeroportos, é responsabilidade do comandante. Também cabe a ele zelar pela manutenção do aparelho, verificando se as equipes em terra realizaram corretamente seu trabalho. Para ser piloto é fundamental ter raciocínio rápido, boa orientação espacial e ótimos reflexos. Por causa dessas exigências, todos os anos o profissional passa por uma avaliação de saúde, exigida pelo Comando da Aeronáutica, ligado ao Ministério da Defesa. Com conhecimento na área de administração, o bacharel em Ciências Aeronáuticas gerencia aeroportos, empresas de aviação e companhias aéreas.


CIÊNCIAS ATUARIAIS
É o uso de conhecimentos e cálculos para a elaboração de seguros, planos de previdência e realização de outras operações financeiras que envolvam risco. O profissional dessa área analisa e quantifica o risco presente nas operações de seguros, previdência complementar, planos de saúde e títulos de capitalização. Cabe a ele avaliar as possibilidades de danos e perdas da empresa seguradora ou previdenciária e determinar o valor das prestações do seguro e dos prêmios a serpagos. É ele também quem define as reservas que as empresas devem ter para garantir o pagamento dos benefícios ou dos compromissos contratados. Para isso, utiliza conhecimentos de matemática e estatística, estima a incidência de doenças, mortes, acidentes de trânsito ou de trabalho e fenômenos naturais, como enchentes e secas.

CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
É a área da ciência que estuda a origem, a evolução, a estrutura e o funcionamento dos seres vivos. O biólogo é o especialista na análise de organismos, do homem e de outros animais, vegetais e microrganismos. Além de estudar as características de cada grupo, verifica a relação dos organismos com o meio ambiente. Também pesquisa a aplicação de alguns desses organismos na indústria e na medicina, na fabricação de medicamentos, bebidas e alimentos. Morfologia, anatomia, fisiologia, estrutura genética, hábitos em cativeiro e no habitat são seus objetos de investigação. É de sua responsabilidade a elaboração de laudos sobre o impacto de obras e fábricas no meio ambiente. Na área da genética e biotecnologia, faz análises de DNA e estuda as más-formações genéticas hereditárias. Pode atuar, ainda, na proteção ao meio ambiente ou lecionar.

CIÊNCIAS BIOMÉDICAS 
É a área das Ciências Biológicas voltada para a pesquisa das doenças humanas, de suas causas e dos meios de tratá-las. O biomédico identifica, classifica e estuda os microrganismos causadores de enfermidades e procura medicamentos e vacinas para combatê-las. Realiza exames e interpreta os resultados de análises clínicas, para diagnosticar doenças, e bromatológicas, para verificar contaminações em alimentos. Esse profissional trabalha em hospitais, laboratórios e órgãos públicos de saúde, fazendo pesquisas e testes. Atua em parceria com bioquímicos, biólogos, médicos e farmacêuticos.

CIÊNCIAS CONTÁBEIS
É a área que cuida das contas de uma empresa, por meio do registro e do controle das receitas, das despesas e dos lucros. O contador planeja, coordena e controla os registros negociais (compras, vendas, investimentos e aplicações) de uma empresa, permitindo que se tenha uma visão precisa do patrimônio. Ele interpreta eventos econômicos e fornece informações para que os dirigentes da companhia tomem decisões sobre a direção do negócio. Orienta, mostra e indica os pontos de atenção, como o volume de despesas acima da média. Registra os fatos e atos administrativos e responsabiliza-se pelo pagamento de tributos. Também pode ajudar a traçar planos de investimento. Algumas atividades são exclusivas desse profissional: a auditoria e as perícias contábeis. Para obter o registro no Conselho Regional de Contabilidade, é preciso fazer um exame que comprove domínio dos conhecimentos na área.

CIÊNCIAS ECONÔMICAS
É o estudo da produção e da distribuição de bens e serviços entre os indivíduos e as sociedades. O economista estuda os fenômenos relacionados com a produção e o consumo de bens e serviços que envolvam dinheiro ou não. Ele ajuda a construir, a ampliar e a preservar o patrimônio de pessoas, empresas e governos. Desenvolve planos para a solução de problemas financeiros, econômicos e administrativos nos diversos setores de atividade - comércio, serviços, indústria ou finanças. Esse profissional se dedica tanto a grandes questões, referentes a um país ou a uma região, quanto a problemas de pequenas empresas ou investidores individuais. Graças a essa versatilidade, encontra trabalho em entidades privadas, institutos e órgãos municipais, estaduais e federais. Pode, ainda, atuar como consultor autônomo.

CIÊNCIAS SOCIAIS
É o estudo das origens, do desenvolvimento, da organização e do funcionamento das sociedades e culturas humanas. O cientista social estuda os fenômenos, as estruturas e as relações que caracterizam as organizações sociais e culturais. Ele analisa os movimentos e os conflitos populacionais, a construção de identidades e a formação das opiniões. Pesquisa costumes e hábitos e investiga as relações entre indivíduos, famílias, grupos e instituições. Desenvolve e utiliza um conjunto variado de técnicas e métodos de pesquisa para o estudo das coletividades humanas e interpreta os problemas da sociedade, da política e da cultura. Pode atuar nas áreas de ensino, pesquisa e planejamento, além de dar consultoria e assessoria a ONGs, empresas privadas e públicas, partidos políticos e associações profissionais, entre outras entidades.


CINEMA E VÍDEO 
É a elaboração e a produção de audiovisuais artísticos, documentais ou jornalísticos. O cineasta produz filmes e vídeos de curta ou longa-metragem, sejam eles autorais, publicitários ou institucionais, sejam documentários ou de treinamento. Pode criar ou adaptar histórias para escrever o roteiro, envolver-se com a escolha do elenco e dos cenários ou, ainda, definir a iluminação, a fotografia, a sonorização e a edição das imagens filmadas. Precisa ter paciência e disposição para o ritmo irregular de trabalho e para lidar com orçamentos limitados e prazos curtos. É fundamental ter facilidade para relacionamentos, já que esse é um trabalho em equipe.

 
DANÇA
É a seqüência de movimentos corporais, executados de maneira rítmica e ao som de música, para narrar uma história ou expressar uma idéia ou emoção. O bacharel em Dança monta e dirige espetáculos musicais para teatro, cinema ou TV. Também atua como bailarino, fazendo parte de um corpo de baile, e está apto a dar aulas em academias. Quem faz licenciatura pode dar aulas de dança como parte da disciplina de Artes (antiga Educação Artística) em escolas públicas ou particulares. O profissional pode trabalhar, ainda, em coreografia, definindo os passos e os movimentos que os bailarinos devem executar no palco. Instituições penais e de saúde costumam contratar esse profissional para ajudar na recuperação e na reintegração de adolescentes, crianças e portadores de deficiência física e mental. 

DESENHO INDUSTRIAL 
É a concepção técnica e artística de peças visuais e de objetos, segundo critérios de funcionalidade e estética. O designer industrial pode atuar em duas áreas bem distintas: a de criação de objetos e a de design gráfico, ou programação visual. No primeiro caso, estuda a função de peças tridimensionais, seu uso, sua facilidade de manipulação e praticidade. Pesquisa novos materiais e tecnologias de fabricação, procurando diminuir os custos de produção. Pode projetar móveis, eletrodomésticos, acessórios, máquinas ou equipamentos industriais. Em design gráfico, concebe marcas, logotipos, embalagens, sistemas de sinalização e faz projetos gráficos de livros, revistas, jornais, folhetos e sites para a internet. Aqui, a preocupação principal é com a forma mais eficaz de passar uma informação ou uma idéia.


DESIGN DE INTERIORES
É a arte de planejar e arranjar ambientes de acordo com padrões de estética e funcionalidade. O bacharel em design de interiores harmoniza, em um determinado espaço, móveis, objetos e acessórios, como cortinas e tapetes, procurando conciliar conforto, praticidade e beleza. Planeja cores, materiais, acabamentos e iluminação, utilizando tudo de acordo com o ambiente e adequando o projeto às necessidades, à personalidade, ao gosto e à disponibilidade financeira do cliente. Administra o projeto de decoração, estabelecendo cronogramas e fixando prazos e orçamentos e coordenando o trabalho de marceneiros, pintores e eletricistas.


DIREITO 
É a ciência que cuida da aplicação das normas jurídicas vigentes em um país, para disciplinar as relações entre indivíduos e grupos na sociedade. Zelar pela harmonia e pela correção das relações entre os cidadãos, as empresas e o poder público é a função do bacharel em Direito. Para isso, ele analisa as disputas e os conflitos com base no que está estabelecido na Constituição e regulamentado pelas leis, defendendo os interesses do cliente em diversos campos, como penal, civil, previdenciário, trabalhista, tributário e comercial. Resolve litígios que envolvem indivíduos ou empregados e empregadores. Defende o meio ambiente, os direitos das minorias e o patrimônio histórico e cultural. Existem duas carreiras distintas para esse bacharel: ele pode atuar como advogado ou seguir a chamada carreira jurídica, trabalhando como advogado público, juiz, promotor de Justiça ou delegado de polícia. Para ser advogado é preciso passar em exame da OAB. Já o candidato a juiz, promotor ou delegado de polícia tem de prestar concurso público. Para se tornar juiz, além do concurso, é necessário ter dois anos de inscrição na OAB como advogado.

ECOLOGIA E PAISAGISMO
Esse tecnólogo planeja e executa projetos de áreas verdes, em propriedades privadas, como residências e condomínios, e em áreas urbanas, como parques, praças e jardins. Com conhecimento de folhagens, flores e das propriedades do solo, determina o que será plantado, cuidando da preservação da natureza. Costuma trabalhar em conjunto com arquitetos, em prefeituras, escritórios de arquitetura, empresas de paisagismo ou ainda em projetos particulares.


ECOLOGIA 
É a ciência que estuda as relações entre o homem e a natureza, para preservar os recursos ambientais. O bacharel em Ecologia investiga a estrutura e o funcionamento dos ecossistemas. Analisa o impacto das atividades humanas sobre o meio ambiente e procura soluções para evitar desequilíbrios ecológicos que elas possam provocar, elaborando planos para a proteção dos recursos ambientais locais e regionais. Em laboratório, faz pesquisas com espécies vegetais e animais e estuda o efeito de produtos químicos sobre a fauna, a flora e a saúde humana. Em secretarias municipais do Meio Ambiente, avalia possíveis impactos ambientais causados, por exemplo, pela instalação de indústrias, construção de condomínios ou por outras obras de engenharia civil. Ajuda também a planejar o crescimento de núcleos urbanos, preservando os recursos naturais da região. Na iniciativa privada, é contratado pelas indústrias para avaliar o impacto que as atividades produtivas possam ter sobre o ambiente. Em zoológicos, parques ecológicos e áreas de preservação ambiental, dá apoio logístico para a manutenção das espécies animais e vegetais existentes e dos recursos naturais presentes em suas áreas.
EDUCAÇÃO FÍSICA 
É a promoção da saúde e da capacidade física por meio da prática de exercícios e atividades corporais. O bacharel ou licenciado em Educação Física organiza, executa e supervisiona programas de atividades físicas para pessoas ou grupos. Prepara crianças e adultos para as inúmeras modalidades de esporte. Auxilia no tratamento de portadores de deficiência, aplicando exercícios especiais. Pode trabalhar com grupos, em escolas, clubes e academias de ginástica, ou prestar atendimento individual, como personal trainer. Pode, ainda, atuar sozinho ou participar de equipes multiprofissionais com médicos, psicólogos e fonoaudiólogos. Para lecionar, é necessário o diploma de licenciatura.

ENFERMAGEM
É a ciência que se dedica a promover, a manter e a restabelecer a saúde biológica e psíquica das pessoas. O enfermeiro atua na proteção, na promoção e na recuperação da saúde, bem como na prevenção de doenças. Em hospitais, é indispensável em todos os setores, da UTI à psiquiatria. Ele coleta os dados sobre o estado de saúde do paciente por meio de exames físicos e entrevistas e faz o diagnóstico de enfermagem para estabelecer as condutas a ser seguidas. Trabalha em equipe multiprofissional (com médicos, nutricionistas e psicólogos, entre outros). É responsável desde a higiene e a alimentação até a administração de remédios e a prescrição de curativos. Ao contrário do que se pensa, a enfermagem não se limita ao trabalho em hospitais e clínicas. Um campo importante é a saúde coletiva, na qual o profissional atua na promoção da saúde e na prevenção de doenças, realizando também trabalhos educativos na comunidade. Se seguir carreira acadêmica, pode desenvolver pesquisas e trabalhos científicos.

ENGENHARIA AERONÁUTICA
É o ramo da engenharia que se ocupa do projeto e da manutenção de aeronaves e do gerenciamento de atividades aeroespaciais. O engenheiro aeronáutico envolve-se no projeto e na construção de todos os tipos de aeronave, como aviões, helicópteros, foguetes e satélites. Esse profissional é fundamental para a segurança de qualquer vôo. É ele o responsável pelo processo de manutenção, pela realização de reparos e pelas inspeções periódicas da estrutura e dos equipamentos, como asas, motores e fuselagem. Cuida também dos sensores e instrumentos de controle. Além de fabricar aviões, pode gerenciar obras e serviços ligados à infra-estrutura aeronáutica, como a construção de aeroportos, o planejamento de linhas e o gerenciamento de tráfego aéreo.
ENGENHARIA AGRÍCOLA
São as técnicas e os conhecimentos empregados no gerenciamento de processos agropecuários. O engenheiro agrícola projeta, implanta e administra técnicas e equipamentos necessários à produção agrícola. Planeja métodos de armazenagem e constrói silos, armazéns e estufas. Leva ao campo soluções inovadoras e eficazes para melhorar a produção, sem descuidar do desenvolvimento sustentado da agricultura. Propõe a adoção de medidas que impeçam a erosão e o esgotamento do solo e a poluição de mananciais. Constrói açudes, barragens, sistemas de irrigação e de drenagem. Trabalha no projeto de máquinas e equipamentos agrícolas e se ocupa da mecanização agrícola e da eletrificação rural. Há boas oportunidades nos setores agropecuário e agroindustrial, para trabalhar em pesquisa, geração e desenvolvimento de sistemas de produção e seus componentes tecnológicos. Atua em todas as etapas do agronegócio, do planejamento da produção à comercialização do produto.  

ENGENHARIA AMBIENTAL 
É a engenharia voltada para o desenvolvimento econômico sustentável, ou seja, que respeite os limites dos recursos naturais. O engenheiro que atua nessa área desenvolve e aplica tecnologias para proteger o ambiente dos danos causados pelas atividades humanas. Sua principal função é preservar a qualidade da água, do ar e do solo. Realiza estudos de impacto ambiental, propondo soluções que visam ao aproveitamento racional dos recursos naturais. Elabora e executa planos, programas e projetos de gerenciamento de recursos hídricos, saneamento básico, tratamento de resíduos e recuperação de áreas contaminadas ou degradadas. Pode ocupar-se, ainda, do estudo de várias fontes de energia e da avaliação do potencial energético de uma região.
ENGENHARIA CARTOGRÁFICA
É o ramo da engenharia que capta e analisa dados geográficos para a elaboração de mapas. O engenheiro cartógrafo faz pesquisas de campo e cálculos para elaborar mapas e cartas impressas ou digitais. Ele planeja, orienta, dirige e supervisiona o levantamento, a análise e a interpretação de aspectos geográficos e físicos de uma região a ser representada em mapas e cartas. Utiliza dados de diversos sistemas sensores, incluindo sistemas orbitais e aéreos, sensores a bordo de embarcações marítimas ou fluviais e instrumentos para levantamentos terrestres. Esses dados podem ser aplicados em todos os setores que fazem uso de informações geográficas, como estudos de meio ambiente, planejamento e gerenciamento municipais e regionais, navegação, geologia, geofísica, oceanografia e turismo.

ENGENHARIA CIVIL
 o ramo da engenharia que projeta, gerencia e executa obras como casas, edifícios, pontes, viadutos, estradas, barragens, canais e portos. O engenheiro civil projeta, gerencia e acompanha todas as etapas de uma construção ou reforma. Sua atuação inclui a análise das características do solo, o estudo da insolação e da ventilação do local e a definição do tipo de fundações. Com base nesses dados, o profissional desenvolve o projeto, especificando as redes de instalações elétricas, hidráulicas e de saneamento do edifício e definindo os materiais que serão usados. No canteiro de obras, chefia as equipes de trabalho, supervisionando prazos, custos, padrões de qualidade e de segurança. Cabe a ele garantir a estabilidade e a segurança da edificação, calculando os efeitos dos ventos e das mudanças de temperatura na resistência dos materiais. Ele também pode dedicar-se à administração de recursos prediais, gerenciando a infra-estrutura e a ocupação de um edifício.

ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO
É o conjunto de conhecimentos usados no desenvolvimento de computadores e seus periféricos. O engenheiro da computação projeta e constrói computadores, periféricos e sistemas que integram hardware e software. Produz novas máquinas e equipamentos computacionais para ser utilizados em diversos setores, de acordo com as necessidades do mercado. Desenvolve produtos para serviços de telecomunicações, como os que fazem a interligação entre redes de telefonia. Pode, ainda, planejar e implementar redes de computadores e seus componentes, como roteadores e cabeamentos. 

ENGENHARIA DE AGRIMENSURA
É o ramo da engenharia responsável pelo levantamento e pela medição de terrenos. O engenheiro agrimensor prepara áreas para obras urbanas, de infra-estrutura hidráulica, sanitária, elétrica ou de transportes. Com base em dados obtidos por meio de levantamentos em solo ou por fotografias aéreas, satélites e aparelhos de sistema de posicionamento global (GPS), ele mede as dimensões de terrenos e pesquisa as características do solo e do relevo de uma área. Seu trabalho serve de base para que engenheiros civis possam construir prédios, estradas, barragens ou redes de água e esgoto ou de energia elétrica. Apto a orientar projetos de loteamento e a definir o traçado de cidades, costuma prestar consultoria para prefeituras, indústrias e grandes construtoras.

ENGENHARIA DE ALIMENTOS
São as técnicas e os conhecimentos usados na fabricação, na conservação, no armazenamento e no transporte de alimentos industrializados. Esse profissional cuida de todas as etapas de preparo e conservação de alimentos de origem animal e vegetal. Seleciona a matéria-prima, como leite, carnes, peixes, legumes e frutas, e define a melhor forma de armazenagem, acondicionamento e preservação dos produtos, projetando equipamentos e embalagens. Cria e testa formulações, a fim de determinar o valor nutricional de alimentos industrializados, seu sabor, sua cor e consistência. Define, também, o tipo de conservantes usados na preservação. A indústria alimentícia é, sem dúvida, seu principal campo de atuação. Mas pode trabalhar, ainda, em indústrias fornecedoras de equipamentos, embalagens e aditivos.

ENGENHARIA DE AQÜICULTURA
É o conjunto de técnicas e conhecimentos usados na criação de organismos aquáticos em cativeiro. O engenheiro de aqüicultura projeta, executa e supervisiona a criação de peixes, crustáceos, moluscos e plantas aquáticas. Dimensiona e implanta fazendas aquáticas em lagos, rios, barragens e no oceano. Na indústria de beneficiamento do pescado, acompanha o processamento e a conservação dos produtos.

ENGENHARIA DE CONTROLE E AUTOMAÇÃO
É o ramo da engenharia que desenvolve e executa projetos de automação industrial. Esse profissional projeta e operaequipamentos utilizados nos processos automatizados de indústrias em geral, além de fazer sua manutenção. Ocupa-se do gerenciamento de projetos de automação industrial e comercial. É o responsável pela programação das máquinas e pela adaptação de softwares aos processos industriais. Em empresas já automatizadas, redimensiona, opera e mantém os sistemas e equipamentos já instalados.
ENGENHARIA DE HORTICULTURA
São os conhecimentos usados no cultivo de plantas medicinais e ornamentais, na silvicultura e na produção de hortifrutigranjeiros. Esse profissional aplica tecnologia de ponta no cultivo de frutas, verduras, legumes, plantas ornamentais, medicinais e aromáticas ou que servem como condimentos. Suas funções são semelhantes às do agrônomo, mas voltadas especificamente para produtos cultivados em hortas e pomares. Ele cuida das diversas fases dessas lavouras, do plantio à comercialização da safra, racionalizando o emprego de equipamentos, mão-de-obra e insumos. Pode trabalhar na extensão rural, em indústrias de alimentos, em empresas agrícolas e de reflorestamento e com pesquisa e ensino.

ENGENHARIA DE MATERIAIS 
É o ramo da engenharia voltado para a pesquisa de novos materiais e de novos usos industriais para os materiais já existentes. Esse engenheiro pesquisa e cria materiais, como resinas, plásticos, cerâmicas e ligas metálicas. Aperfeiçoa suas propriedades e estabelece novas combinações, que resultam em materiais inéditos. Também estuda alternativas de aplicação de materiais já conhecidos em diversos tipos de produto. Responsabiliza-se por todo o processo, da seleção da matéria-prima e definição dos métodos de produção à utilização do material. Há boas perspectivas de trabalho em indústrias petroquímicas, siderúrgicas e automobilísticas e no desenvolvimento de tecnologias de reciclagem de plásticos.


ENGENHARIA DE MINAS 
É a engenharia que se ocupa da pesquisa, da prospecção, da extração e do aproveitamento de recursos minerais. O engenheiro de minas localiza jazidas e analisa o tamanho das reservas e a qualidade do minério no local. Estuda a viabilidade técnica e econômica da exploração do depósito mineral. Caso seja viável, elabora e executa o projeto de extração, escolhendo os equipamentos adequados e determinando os recursos humanos e materiais necessários ao trabalho. Cuida ainda do beneficiamento do minério bruto. Em geral, atua em companhias mineradoras, mas pode trabalhar também em pedreiras, construtoras de estradas e empresas de demolição. Lida com tecnologias de última geração e com reciclagem de produtos industriais ou com a prospecção de jazidas. A legislação ambiental obriga que esse profissional tenha como objetivo minimizar o impacto da extração sobre o meio ambiente.

ENGENHARIA DE PESCA
É o setor da engenharia voltado para o cultivo, a captura e a industrialização de peixes e frutos do mar. O engenheiro de pesca estuda e aplica métodos e tecnologias para localizar, capturar, beneficiar e conservar peixes, crustáceos e frutos do mar. Suas atividades básicas são o planejamento e o gerenciamento das atividades pesqueiras voltadas para a industrialização e para a comercialização do pescado. Como especialista em aqüicultura, esse profissional também projeta fazendas marinhas, desenvolvendo técnicas de criação e reprodução em cativeiros de peixes, crustáceos e moluscos. Pesquisa o beneficiamento e a conservação dos animais ainda em alto-mar e acompanha sua industrialização e distribuição no mercado consumidor. Instala e mantém motores e equipamentos mecanizados usados em operações de pesca, beneficiamento e processamento. 

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
É o ramo da engenharia que gerencia os recursos humanos, financeiros e materiais para aumentar a produtividade de uma empresa. O engenheiro de produção é peça fundamental em empresas de quase todos os setores. Ele une conhecimentos de administração, economia e engenharia para racionalizar o trabalho, aperfeiçoar técnicas de produção e ordenar as atividades financeiras, logísticas e comerciais de uma organização. Define como integrar mão-de-obra, equipamentos e matéria-prima de forma a melhorar a qualidade e a aumentar a produtividade. Por atuar como elo entre o setor técnico e o administrativo, seu campo de trabalho ultrapassa os limites da indústria. O especialista em economia empresarial, por exemplo, costuma ser contratado por bancos para montar carteiras de investimentos. Esse profissional é requisitado, também, por empresas prestadoras de serviços para gerenciar a seleção de pessoal, definir funções e planejar escalas de trabalho.


ENGENHARIA DE TELECOMUNICAÇÕES
 É o segmento da engenharia que se ocupa do projeto, da operação e da manutenção de equipamentos e sistemas de telecomunicações. Esse engenheiro desenvolve e implanta redes de telecomunicações. Com sólida formação na área elétrica e eletrônica, ele cria, planeja e constrói aparelhos e equipamentos utilizados nas telecomunicações e dá manutenção aos sistemas e redes implantados. Cuida de cabeamentos aéreos e subterrâneos, satélites artificiais, centrais de transmissão, captação, codificação e retransmissão dos sinais que interligam o planeta. De seu trabalho depende toda a rede mundial de telefonia, transmissão de dados, redes de computadores, rádio e televisão.


ENGENHARIA ELÉTRICA 
É a engenharia que lida com a energia elétrica e a criação de sistemas e dispositivos eletrônicos. O engenheiro eletricista planeja, supervisiona e executa projetos nas áreas de eletrotécnica (potência e energia) e eletrônica (computação, microeletrônica, circuitos integrados e telecomunicações). Pode especificar, construir e aplicar sistemas de automação e controle em linhas de produção industrial. Trabalha em qualquer indústria que empregue ou construa componentes eletroeletrônicos: fábricas de celulares e aparelhos de infra-estrutura de telecomunicações, em indústrias de equipamentos eletrônicos, operadoras de sistemas de comunicação ou de sistemas de energia elétrica. Pode, ainda, atuar em fábricas de equipamentos elétricos pesados, como motores e geradores, e em fabricantes e prestadores de serviços em computação. Outra área que absorve esse profissional é a de engenharia biomédica, que administra a operação e a manutenção de equipamentos eletrônicos em hospitais e clínicas.  


ENGENHARIA FÍSICA
É a aplicação de conhecimentos da Física na pesquisa e no desenvolvimento de novos materiais e tecnologias. É uma profissão muito nova no Brasil. A primeira turma formou-se em 2004. Com profundo conhecimento de Física, esse profissional faz a ponte entre as várias áreas da ciência e as tecnologias modernas, como os supercondutores. Pode criar, desenvolver e aplicar dispositivos que utilizam raios laser em equipamentos médicos e biomédicos. Nas indústrias química e petroquímica, pode projetar e testar novos equipamentos. Pode atuar, ainda, nas áreas de eletrônica, ótica linear e não linear, novos materiais, energia e meio ambiente.

É o ramo da engenharia voltado para o estudo e para o uso sustentável de recursos florestais. O engenheiro florestal avalia o potencial de ecossistemas florestais e planeja seu aproveitamento de modo a preservar a flora e a fauna locais. Ele pesquisa e seleciona sementes e mudas, identifica e classifica espécies vegetais e procura melhorar suas características, analisando as condições necessárias a sua adaptação ao ambiente. Elabora e acompanha projetos de preservação de parques e de reservas naturais e cuida de fazendas de reflorestamento. Recupera áreas degradadas,cuida da arborização urbana e avalia o impacto ambiental de atividades humanas em uma área.
ENGENHARIA HÍDRICA
É o setor da engenharia que cuida da exploração, do uso e da gestão da água. Planejar e orientar a utilização das águas de bacias hidrográficas, prevenindo os impactos negativos que elas possam sofrer em conseqüência de atividades industriais, agrícolas e urbanas, é a principal função do engenheiro hídrico. Ele cuida da captação, do transporte, do emprego e do tratamento da água para atender a população e reduzir eventuais danos ambientais. Calcula a demanda e a disponibilidade hídrica nas bacias e auxilia na implantação de políticas de uso e controle de qualidade da água, bem como da manutenção e recuperação de mananciais. Também cabe a ele elaborar redes de água e esgoto, de irrigação e drenagem. No setor de energia, atua na operação de reservatórios e no planejamento dos recursos hídricos. Ao lado dos engenheiros sanitarista e ambiental, trabalha com a recuperação e a manutenção desses recursos. Em conjunto com engenheiros civis, projeta canais, portos e barragens.  

ENGENHARIA INDUSTRIAL
É a área que cuida dos recursos necessários à produção industrial. Esse profissional é o típico engenheiro de chão de fábrica, que acompanha de perto a implantação e a manutenção da infra-estrutura industrial, como redes de água e de gás, pontes e esteiras rolantes. Ele organiza e administra as instalações industriais, da chegada da matéria-prima à fábrica até o controle de qualidade do produto final, seguindo o cronograma estabelecido. Faz a ligação entre o engenheiro responsável pelo projeto de máquinas e o de produção, que cuida da organização do trabalho. Analisa custos, gerencia a mão-de-obra e administra o uso de equipamentos e matérias-primas. Pode se dedicar a diversos ramos das engenharias, como mecânica, elétrica, madeireira ou de telecomunicações.

ENGENHARIA MECÂNICA
É a área da engenharia que cuida do desenvolvimento, do projeto, da construção e da manutenção de máquinas e equipamentos. O engenheiro mecânico desenvolve e projeta máquinas, equipamentos, veículos, sistemas de aquecimento e de refrigeração e ferramentas específicas da indústria mecânica. Também supervisiona sua produção. Calcula a quantidade necessária de matéria-prima, providencia moldes das peças que serão fabricadas, cria protótipos e testa os produtos obtidos. Organiza sistemas de armazenagem, supervisiona processos e define normas e procedimentos de segurança para a produção. Controla a qualidade, acompanhando e analisando testes de resistência, calibrando e conferindo medidas. Pode dedicar-se às vendas. Costuma trabalhar com engenheiros eletricistas, de materiais, de produção e de automação e controle, na montagem e automação de sistemas, na manutenção de aeronaves e na indústria de eletroeletrônicos.

ENGENHARIA METALÚRGICA
É o conjunto de conhecimentos empregados na transformação de minérios em metais e ligas metálicas e em suas aplicações industriais. Com profundo conhecimento dos metais e de suas propriedades, esse engenheiro é responsável pelo beneficiamento de minérios e por sua transformação em metais e ligas metálicas. Ele atua em todo o processo, desde extração, refino e conformação, até obtenção de produtos com estrutura e propriedades ajustadas às diferentes finalidades. Ele desenvolve e adapta esses metais, para os mais diversos usos industriais, desde a confecção de chapas e vigas para a construção civil até a produção de latas de refrigerante, implantes ortopédicos e trens de pouso de aviões. Também combina metais com outros materiais, como vidro, plástico ou cerâmica, criando compostos com novas propriedades. Presente em quase todos os segmentos industriais, esse profissional é indispensável nas indústrias de base e no setor metalúrgico.


ENGENHARIA NAVAL
É a área da engenharia que cuida do projeto, da construção e da manutenção de embarcações e seus equipamentos. O engenheiro naval projeta a estrutura, os motores e os demais componentes de navios. Para isso, considera o uso a ser dado à embarcação, a quantidade de carga ou de passageiros a ser transportada, a distância a ser percorrida e o local de operação, se em rios, lagos, mares ou oceanos. Na construção, supervisiona os técnicos e os operários, verifica a qualidade da matéria-prima e os métodos de trabalho e acompanha toda a fabricação. Pode também gerenciar o transporte marítimo e fluvial, controlando o tráfego de embarcações e os serviços de comunicação.


ENGENHARIA QUÍMICA
É a área da engenharia voltada para o desenvolvimento e para a aplicação de processos industriais que empregam transformações físico-químicas. O engenheiro químico cria e aperfeiçoa técnicas de extração de matérias-primas, bem como de sua utilização ou transformação em produtos químicos e petroquímicos, como tintas, plásticos, fármacos, têxteis, papel e celulose. Ele desenvolve produtos e equipamentos, gerencia sua operação e pesquisa tecnologias mais eficientes e menos poluidoras. Também projeta e dirige a construção, a montagem e o funcionamento de fábricas, usinas e estações de tratamento de rejeitos industriais. Pesquisa e implanta processos industriais não-poluentes, aplicando conhecimentos de legislação, normatização e desenvolvimento sustentável.


ENGENHARIA SANITÁRIA
É o ramo da engenharia voltado para o projeto, a construção, a ampliação e a operação de sistemas de água e esgoto. Esse profissional é fundamental para a preservação da natureza e de seus recursos. Ele cuida da manutenção da qualidade da água consumida pela população, do tratamento do esgoto e do lixo doméstico e industrial e do controle do lixo hospitalar. Planeja, coordena e administra redes de distribuição de água e estações de tratamento de esgoto e supervisiona a coleta e o descarte do lixo. Também avalia o impacto de grandes obras sobre o meio ambiente, para prevenir a poluição de mananciais, rios e represas. É responsável pela prevenção contra a poluição causada por indústrias e pelo tratamento de efluentes industriais. Em agências de meio ambiente e em pólos industriais, controla, previne e trata a poluição atmosférica. Pode, ainda, monitorar o ambiente marinho e costeiro, atuando na prevenção e no controle de erosões de praias.

ENGENHARIA TÊXTIL
São as técnicas e os conhecimentos utilizados na fabricação e no tratamento de fibras, fios e tecidos e na confecção de roupas. O engenheiro têxtil projeta as instalações, os equipamentos e as linhas de produção de tecelagens e indústrias de confecção de roupas. Controla custos, processos industriais, como estamparia, tingimento, corte e costura, bem como a qualidade da matéria-prima e do produto final. Coordena o trabalho de operários e técnicos para concretizar os projetos de estilistas e designers. Com conhecimentos de marketing, pode também assessorar e orientar clientes.
  
ESPORTE
São os métodos e as técnicas usados no treinamento e na preparação física de indivíduos e equipes para competições esportivas. O bacharel em Esporte atua como técnico ou preparador físico de atletas nas diversas modalidades esportivas. Ensina as técnicas e as regras dos esportes e treina indivíduos e times profissionais e amadores na categoria de sua especialidade: futebol, natação, voleibol, basquetebol, judô e atletismo, entre outras. Como preparador físico, indica exercícios para promover o condicionamento físico e o desempenho na prática esportiva. Em geral, esse profissional trabalha em clubes, associações, colégios, faculdades e escolinhas de esporte, onde costuma disputar vagas com os formados em Educação Física. Atua também nas áreas de marketing esportivo, administração de clubes e órgãos públicos voltados para o esporte e na organização e promoção de eventos, torneios e competições.


ESTATÍSTICA
É a área da Matemática que coleta, analisa e interpreta dados numéricos para o estudo de fenômenos naturais, econômicos e sociais. O estatístico planeja e coordena o levantamento de informações por meio de questionários, entrevistas e medições. Organiza, analisa e interpreta os resultados para explicar fenômenos sociais, econômicos ou naturais. Cabe a ele montar bancos de dados para os mais diversos usos, como controle de qualidade da produção de uma indústria, recenseamento populacional, pesquisa eleitoral ou lançamento de produtos no mercado de consumo. Na indústria, acompanha os testes de qualidade, ajuda a fazer previsão de vendas e desenvolve modelos matemáticos para ajustar situações práticas. Em laboratórios, cria tabelas para sistematizar os resultados de experimentos e pesquisas.


FARMÁCIA E BIOQUÍMICA
É o estudo da composição e dos processos produtivos de medicamentos, cosméticos e alimentos industrializados. O farmacêutico pesquisa e prepara medicamentos, cosméticos e produtos de higiene pessoal; investiga, examina e testa substâncias e princípios ativos que entram em sua composição, observando as reações que provocam no organismo. Registra novas drogas, distribui e comercializa os produtos e verifica se chegam ao consumidor dentro das normas e dos padrões sanitários exigidos. Em laboratórios de análises clínicas, pesquisa, registra e realiza exames clínico-laboratoriais e toxicológicos para auxílio do diagnóstico e acompanhamento de doenças. Em farmácias, distribui medicamentos e prepara fórmulas personalizadas. Na indústria alimentícia, controla a qualidade das matérias-primas e do produto final, estudando e estabelecendo métodos para evitar e detectar adulterações e falsificações, a fim de impedir danos à saúde pública. 


FILOSOFIA
É a prática de análise, reflexão e crítica na busca do conhecimento do mundo e do homem. O filósofo dedica-se a investigar e a questionar com profundidade e rigor metodológico a essência e a natureza do Universo, do homem e de fatos. Estuda as grandes correntes do pensamento e a obra dos filósofos. Faz reflexões sobre questões éticas, políticas, metafísicas e epistemológicas, além de buscar compreensão teórica de conceitos, por exemplo, de espaço, tempo, verdade, consciência e existência. Desenvolve pesquisas, dá aulas e presta consultoria para instituições científicas, artísticas e culturais. Também está habilitado a implantar projetos educacionais em escolas e empresas. 

FÍSICA
É o estudo da relação entre a matéria e a energia, de suas propriedades e das leis que regem sua interação. O bacharel em Física estuda corpos e fenômenos físicos em todas as escalas - de partículas subatômicas à imensidão do cosmo. Além da pesquisa pura, aplica as leis do mundo físico para a solução de questões práticas e cotidianas. Pode especializar-se em diversas áreas, como acústica, plasma, astrofísica, física nuclear e desenvolvimento de novos materiais, entre outras. Na indústria faz experiências e análises para criar e aperfeiçoar materiais tecnológicos, produtos e processos. No mercado financeiro trabalha com modelos matemáticos para analisar o comportamento das bolsas de valores. Atua ainda na área de física médica, desenvolvendo e aplicando tecnologias e equipamentos nucleares e radioativos para imagem, diagnóstico e tratamento de doenças. O maior campo de trabalho, contudo, é mesmo o ensino.
  

FISIOTERAPIA
É o conjunto de técnicas usadas no tratamento e na prevenção de doenças e lesões. O fisioterapeuta previne, diagnostica e trata disfunções do organismo humano causadas por acidentes, má-formação genética ou vício de postura. Para isso, usa métodos, como massagem e ginástica, com a finalidade de restaurar e desenvolver a capacidade física e funcional do paciente. Também faz tratamentos à base de água, calor, frio e aparelhos especiais. Além de ajudar na recuperação de pacientes acidentados e portadores de distúrbios neurológicos, cardíacos ou respiratórios, trabalha com idosos, gestantes, crianças e portadores de deficiência física e mental. Pode atuar em clubes esportivos, hospitais, centros de deficiência visual e de reabilitação e em clínicas de fisioterapia e ortopedia. Em indústrias trabalha com a prevenção de acidentes de trabalho e com a correção postural dos funcionários. Em escolas, corrige e orienta a postura de crianças, jovens e adultos. 


FONOAUDIOLOGIA
É a ciência que se ocupa da pesquisa, da prevenção, do diagnóstico, da habilitação e reabilitação da voz, da audição, da motricidade oral, da leitura e da escrita. O fonoaudiólogo é o terapeuta que cuida das questões ligadas à comunicação oral e escrita. Ele trata deficiências de fala, audição, voz, escrita ou leitura. Atua em parceria com fisioterapeutas, otorrinolaringologistas, neurologistas e psicólogos no atendimento a crianças com dificuldade de aprendizado. Com dentistas, trata de males que podem causar ou agravar problemas ortodônticos, como vícios de mastigação e deglutição. Auxilia também profissionais que utilizam a voz, como cantores, atores e locutores. Pode trabalhar em clínicas, consultórios, escolas, hospitais e emissoras de televisão, entre outros locais. Para exercer a profissão é preciso registrar o diploma no Conselho Regional de Fonoaudiologia.

GEOFÍSICA
É a ciência que estuda a estrutura, a composição, as propriedades físicas e os processos dinâmicos da Terra. O geofísico investiga os fenômenos elétricos, térmicos, magnéticos, gravitacionais e sísmicos do planeta. Com instrumentos especiais e leis da Matemática, da Física e da Química, ele mede as forças que afetam a superfície, o subsolo e a atmosfera terrestre. Observa e calcula os movimentos do solo e do subsolo e pesquisa a origem e a atividade dos vulcões, a curvatura do planeta e outras características geofísicas do globo. Detecta e mede a intensidade de terremotos e maremotos, investiga a estrutura das formações rochosas e as propriedades físico-químicas dos mares. Antes da construção de grandes obras, como represas, estradas e túneis, avalia a estabilidade do solo e localiza lençóis de água e jazidas minerais. Pode trabalhar também na prospecção de petróleo.


GEOGRAFIA
É a ciência que estuda a superfície, o clima e a vegetação do planeta e sua ocupação pelo homem. O geógrafo estuda o solo, o relevo, o clima, a distribuição das águas e a vegetação da Terra. Também analisa a organização das populações e sociedades, sua relação com o ambiente e a ordenação social e econômica de espaços urbanos e rurais. Elabora planos diretores de municípios e diagnósticos para a redução do impacto ambiental em regiões poluídas ou ameaçadas pela construção de grandes obras. Com dados recolhidos por satélites e radares, confecciona e interpreta mapas, diagnosticando fenômenos, como a desertificação, a erosão de solos, o desmatamento e o avanço dos oceanos sobre a faixa litorânea.
 
GEOLOGIA
É a ciência que estuda a origem, a formação, a estrutura e a composição da crosta terrestre e as alterações sofridas no decorrer do tempo. O geólogo investiga a ação das forças naturais sobre o planeta e seus efeitos, como a erosão, a glaciação e a desertificação. Para isso, ele pesquisa e analisa fósseis e minerais e a topografia dos terrenos. Classifica rochas ígneas, sedimentares e metamórficas, que ocorrem tanto na superfície terrestre quanto no subsolo e no fundo do mar. Também localiza e acompanha a exploração de jazidas de minério, depósitos subterrâneos de água e reservas de petróleo e de gás natural. Faz parte de suas preocupações procurar evitar os danos que a exploração desses recursos possa causar ao meio ambiente. Elabora relatórios de impacto ambiental e analisa o terreno antes da realização de grandes obras, como túneis, barragens, reservatórios, usinas, estradas e aterros.

GERONTOLOGIA
É a ciência que estuda o processo de envelhecimento humano de modo a atender às necessidades físicas, emocionais e sociais do idoso. O bacharel em Gerontologia cria, planeja e organiza projetos que visam ao bem-estar do idoso em seus aspectos psicológico, físico e social. Além de prever e dimensionar os problemas, ele assiste as pessoas da terceira idade, atuando também no combate ao preconceito e a atos considerados inapropriados de famílias e organizações assistenciais. Também é habilitado para trabalhar com grupos específicos que necessitam de cuidados especiais, como os portadores de problemas mentais, moradores de ruas, imigrantes e idosos que vivem sós. Com base em seus conhecimentos, esse profissional serve como elo entre os médicos especialistas em gerontologia e os que atuam na atenção básica.

HISTÓRIA
É o campo do conhecimento que estuda o passado humano em seus vários aspectos: economia, sociedade, cultura, idéias e cotidiano. O historiador investiga e interpreta criticamente os acontecimentos, buscando resgatar a memória da humanidade e ampliar a compreensão da condição humana. Seu trabalho se baseia, principalmente, na pesquisa de documentos, como manuscritos, impressos, gravações, filmes, objetos e fotos. Depois de selecionar, classificar e relacionar os dados levantados em bibliotecas, arquivos, entrevistas ou estudos arqueológicos, ele data o fato ou o objeto, confere autenticidade e analisa sua importância e seu significado para a compreensão do encadeamento dos acontecimentos.


HOTELARIA
É o gerenciamento de hotéis, complexos turísticos e dos serviços por eles oferecidos. O bacharel em Hotelaria, ou administrador hoteleiro, é responsável pela direção e pelo funcionamento de hotéis, resorts, flats, spas e estâncias. Ele coordena todos os serviços oferecidos ao hóspede, como acomodação, alimentação, recreação e lazer. Contrata, orienta e supervisiona os funcionários, organiza e providencia a infra-estrutura do estabelecimento, checa as instalações e negocia com fornecedores. Pode participar da montagem de novos empreendimentos hoteleiros, definindo planos de marketing e estabelecendo relações com as autoridades da região. Ou organizar e promover eventos, palestras, feiras, exposições e convenções.


JORNALISMO
É a procura e a divulgação de informações por meio de veículos de comunicação, como jornais, revistas, rádio, TV e internet. O jornalista é o profissional da notícia. Ele investiga e divulga fatos e informações de interesse público, redige e edita reportagens, entrevistas e artigos, adaptando o tamanho, a abordagem e a linguagem dos textos ao veículo e ao público a que se destinam. Senso crítico, capacidade de expressão, domínio do português e de técnicas de redação são fundamentais no exercício da profissão. Ele precisa dominar, também, os softwares de edição de textos e de imagens.


LETRAS
É o estudo da língua portuguesa e de idiomas estrangeiros e de suas respectivas literaturas. O bacharel em Letras pesquisa e ensina o português e idiomas estrangeiros e a literatura brasileira e de outros povos. Em geral, ele se especializa em uma língua moderna, como inglês, espanhol, francês e alemão. Mas também pode dedicar-se às línguas clássicas, como latim e grego. Essa é uma área em que é preciso estudar sempre, a fim de manter o domínio dos idiomas e estar atualizado com as novas expressões idiomáticas. O principal campo de trabalho está nas escolas do ensino fundamental e médio ou de idiomas. Mas também há espaço em editoras, para fazer a preparação de originais e para revisar e traduzir textos, e nas áreas de interpretação e secretariado bilíngüe.  
MARKETING
É o conjunto de conhecimentos necessários para estimular trocas satisfatórias entre empresas e consumidores. O profissional de marketing elabora estratégias de vendas de produtos, detectando e aproveitando as oportunidades de mercado, com o objetivo de satisfazer o cliente e obter retorno para uma determinada marca ou produto. Cabe a ele executar estratégias para alcançar os objetivos que a empresa deseja atingir, como lealdade à marca, boa imagem do produto e lucratividade. Pode atuar em qualquer tipo de organização, desde departamentos de marketing de grandes empresas até institutos de pesquisa e órgãos públicos. Está habilitado também a prestar assessoria a pequenos e médios negócios. Dessa forma, sua principal função é promover a marca e o lançamento de novos produtos, definindo, por exemplo, as estratégias, o público alvo e o preço a ser estabelecido.


MATEMÁTICA
É a ciência que estuda as quantidades, o espaço, as relações abstratas e lógicas aplicadas aos símbolos. O matemático usa a lógica na formulação de teorias e no teste de hipóteses. Desenvolve novas aplicações dos cálculos matemáticos usados na pesquisa pura e nas mais diversas áreas da ciência aplicada. Elabora fórmulas e bancos de dados para interpretar e solucionar problemas de desenvolvimento de produtos, de produção e de logística em empresas que lidam com computação, biologia, marketing ou engenharia. Pode atuar nas áreas econômica, financeira, física e de pesquisa e ainda como professor, no ensino fundamental, médio e superior.


MEDICINA VETERINÁRIA
É a ciência que cuida da saúde de animais e controla a produção de alimentos de origem animal. O médico veterinário dá assistência clínica e cirúrgica a animais domésticos e silvestres, além de cuidar da saúde, da alimentação e da reprodução de rebanhos. Outra de suas funções é inspecionar a produção de alimentos de origem animal, em que verifica o cumprimento das normas de higiene nas indústrias, a fim de evitar a transmissão de doenças para o homem. Na indústria alimentícia controla as tecnologias de produção. Em qualquer indústria que utilize matéria-prima de origem animal, a presença do médico veterinário é indispensável para realizar o controle dessa matéria-prima. Pode atuar, ainda, na área de vendas de alimentos, medicamentos, vacinas e de outros artigos para animais.


MEDICINA
É a ciência que investiga a natureza e as causas das doenças humanas, procurando sua cura e prevenção. A saúde humana é o objeto de estudo do médico. Ele pesquisa e trata disfunções e moléstias, escolhendo os melhores procedimentos para preveni-las e combatê-las. Para isso, tem de estar sempre bem informado a respeito de novas drogas e equipamentos que proporcionem aos pacientes os diagnósticos e os tratamentos mais avançados e eficientes. Com um conhecimento aprofundado dos órgãos, sistemas e aparelhos do corpo humano, faz diagnósticos, pede exames, prescreve medicamentos e realiza cirurgias. Participa também de programas de prevenção e de planejamento da saúde coletiva. Há trabalho para o médico em hospitais, clínicas, postos de saúde e empresas. Uma grande parte atua também em consultório próprio. Pode trabalhar ainda como consultor em sites especializados, voltados para o exercício da Medicina.


METEOROLOGIA
É a ciência que estuda a atmosfera da Terra e seus fenômenos. O meteorologista pesquisa e avalia as condições atmosféricas e estuda dados relativos a vento, chuva, insolação, temperatura e umidade do ar, para entender e prever o tempo nas diversas regiões do planeta. Interpreta gráficos, imagens de satélites e radares, utilizando mapas e programas específicos de computador. Sua atividade é fundamental para o setor rural, uma vez que o agricultor depende das condições climáticas para definir a época de plantio e colheita. Também trabalha em empresas que prestam serviços de radiometeorologia e meteorologia ambiental.


MUSEOLOGIA
É a organização, a apresentação e a conservação de acervos de museu. O museólogo dedica-se à classificação, à conservação e à exposição de peças de valor histórico, artístico, cultural e científico. Sua missão é transmitir conhecimentos e desenvolver ações culturais por meio de acervos. Além de planejar e executar tarefas de documentação, arquivamento e conservação de objetos, ele faz aquisições, administra coleções e promove intercâmbios de peças com outros museus. Organiza mostras e exposições, analisando a melhor forma de apresentar as peças, de acordo com o interesse do público-alvo. Pode atuar também em universidades, centros comunitários e sítios arqueológicos.


MÚSICA
É a arte e a técnica de criar melodias combinando ritmos e sons vocais, instrumentais, acústicos ou eletrônicos. Esse bacharel pode compor, reger e interpretar obras eruditas e populares. Como compositor, cria peças e anota-as em partituras para ser executadas por instrumentistas e cantores. Como arranjador, faz versões de uma peça musical. Como maestro, coordena ensaios e dirige orquestras, bandas, conjuntos instrumentais e vocais. Já como intérprete, pode se especializar na execução de determinado instrumento ou dedicar-se ao canto. Atua em concertos, espetáculos, gravações de trilhas sonoras e de CDs, cria jingles para filmes comerciais e publicitários e dá aulas. Pode trabalhar, também, em estúdios de gravação, produzindo música com aparelhos eletrônicos, ou trabalhar com a sonorização de espetáculos musicais e teatrais. Seja qual for sua área de atuação, é necessário que ele tenha domínio de programas de computação que controlam o registro e a edição de arranjos musicais em equipamentos digitais de reprodução e gravação.

NATUROLOGIA
É o estudo dos recursos naturais e de seu uso na promoção, na manutenção e na recuperação da saúde. Esse bacharel pesquisa, ensina, orienta e utiliza terapias naturais na prevenção e no tratamento de doenças ou distúrbios físicos ou na melhoria da qualidade de vida do homem. Atua em equipes multiprofissionais, buscando o restabelecimento do equilíbrio energético dos pacientes, com o emprego de grande variedade de técnicas e materiais. Estão na lista plantas medicinais, essências de flores, cores e luzes, massagens, alimentação saudável e atividades físicas. Quase 150 terapias alternativas são listadas pela ONU, o que revela o crescente reconhecimento e respeito pelo trabalho desse profissional. Ele pode atuar, ainda, no gerenciamento de clínicas que aplicam esses métodos e essas técnicas.


NUTRIÇÃO
É a ciência que investiga e controla a relação homem-alimento para preservar a saúde humana. O nutricionista planeja, administra e coordena programas de alimentação e nutrição em empresas, escolas, hospitais, hotéis, restaurantes comerciais, spas e asilos, entre outros locais. Ele define os cardápios das refeições, sugerindo pratos que supram as necessidades nutricionais de clientes, pacientes ou hóspedes. Orienta e prescreve dietas individuais ou de grupo, para diabéticos, hipertensos, obesos, pacientes de doenças renais, hepáticas ou qualquer outra cujo tratamento exija acompanhamento alimentar específico. Para garantir a qualidade do que vai ser consumido, seleciona os fornecedores, controla a qualidade das matérias-primas e supervisiona a preparação dos alimentos.


OCEANOGRAFIA
É a ciência que investiga as características de mares, rios, lagos e oceanos. O oceanógrafo pesquisa os seres animais e vegetais, o ambiente e os processos marinhos. Coleta e interpreta informações sobre as condições físicas, químicas, biológicas e geológicas dos ambientes aquáticos. Analisa a composição da água de rios, lagunas e estuários e atua em projetos de saneamento de áreas costeiras, monitorando e gerenciando obras e instalações para garantir a preservação ambiental. Desenvolve técnicas de exploração dos recursos naturais e minerais dos mares e avalia os efeitos das atividades humanas sobre o ecossistema, buscando preservar a flora e a fauna oceânica. Também supervisiona o cultivo de organismos aquáticos em cativeiro. Pode atuar nos setores público e privado e em ONGs voltadas para a preservação ambiental.


ODONTOLOGIA
É a ciência voltada para o estudo e o tratamento dos dentes, da boca e dos ossos da face. O dentista cuida da saúde e da estética da boca. Ele restaura, extrai e limpa dentes, projeta e instala próteses e dentaduras e realiza cirurgias. Também previne e cura doenças da gengiva, da bochecha e da língua. Existem diversas especialidades na profissão, como a periodontia, que se ocupa do tratamento da gengiva, e a dentística restauradora, voltada para as características anatômicas, funcionais e estéticas dos dentes. Esse profissional, que em geral faz carreira em consultório particular, costuma iniciar-se na profissão dividindo o espaço de atendimento, por causa dos altos custos dos equipamentos. Para exercer a profissão é preciso registrar-se no Conselho Regional de Odontologia.


PEDAGOGIA
É a área que trata dos princípios e métodos no ensino, na administração de escolas e na condução dos assuntos educacionais. O pedagogo preocupa-se em garantir e melhorar a qualidade da educação. Esse profissional tem dois grandes campos de atuação: a administração e o magistério, de modo que pode tanto gerenciar e supervisionar o sistema de ensino quanto orientar educacionalmente os alunos. Em órgãos do governo, estabelece e fiscaliza a legislação de ensino em todo o país. Em escolas, orienta e dirige os professores, com o objetivo de assegurar a qualidade do ensino. Também é ele quem verifica se os currículos estão sendo cumpridos e se condizem com as leis educacionais. Acompanha e avalia, ainda, o processo de aprendizagem e as aptidões de cada aluno. Pode trabalhar também com portadores de deficiências físicas ou mentais, auxiliando em sua inclusão na sociedade, ou com educação a distância.


PSICOLOGIA
É o estudo dos fenômenos psíquicos e do comportamento do homem por meio da análise de suas emoções, suas idéias e seus valores. O psicólogo diagnostica, previne e trata doenças mentais, distúrbios emocionais e de personalidade. Ele observa e analisa as atitudes, os sentimentos e os mecanismos mentais do paciente e procura ajudá-lo a identificar as causas dos problemas e a rever comportamentos inadequados. Esse profissional atua em consultórios, em hospitais e nas mais variadas instituições de saúde, como clínicas estéticas e spas, contribuindo, do ponto de vista psicológico, para a recuperação da saúde das pessoas. Em escolas e instituições, colabora na orientação educacional. Em empresas, participa da seleção e do treinamento de pessoal e promove programas de adaptação dos funcionários. Também elabora, aplica e analisa pesquisas de mercado para o departamento de marketing. Pode atuar, ainda, em instituições judiciárias, presídios, instituições de reabilitação e clubes de esporte. É necessário registrar-se no Conselho Regional de Psicologia para exercer a profissão.


PUBLICIDADE E PROPAGANDA
É a técnica de comunicação usada para criar e manter a boa imagem de produtos, serviços, empresas ou pessoas. O publicitário cria, realiza e divulga campanhas de publicidade, procurando a melhor forma de apresentar um produto ou serviço ao consumidor e promover sua venda. Para isso, pesquisa o perfil do público-alvo, levantando dados como idade, condição socioeconômica, escolaridade, costumes e hábitos de consumo. Escolhe a abordagem e os meios de comunicação mais adequados à campanha: outdoors, anúncios de jornais e revistas, comerciais de rádio e TV e banners em sites da internet. Cria os textos e as imagens e acompanha sua produção. Depois da campanha, faz novas pesquisas para avaliar o impacto da propaganda sobre o consumidor. Em agências publicitárias, dedica-se à criação, à mídia, à produção ou ao planejamento administrativo. No departamento de marketing de empresas, elabora estratégias de venda.


RELAÇÕES INTERNACIONAIS
É a condução das relações entre povos, nações e empresas nas áreas política, econômica, social, militar, cultural, comercial e do Direito. Esse bacharel analisa o cenário mundial, investiga mercados, avalia as possibilidades de negócios e aconselha investimentos no exterior. Promove entendimentos entre empresas e governos de diferentes países, abrindo caminho para exportações, importações e acordos bilaterais ou multinacionais. A internacionalização da economia amplia o campo de atuação desse profissional, que pode trabalhar em ministérios, embaixadas e consulados, grandes empresas, bancos e ONGs.


RELAÇÕES PÚBLICAS
É a promoção da boa imagem de empresas ou instituições perante o público interno e externo. O bacharel em Relações Públicas executa a estratégia de comunicação e ação de uma empresa, instituição ou órgão público. Para isso, transmite informações e orientações sobre sua filosofia, seus valores, objetivos, ações, produtos e serviços para os funcionários, clientes, consumidores, fornecedores, o governo e a comunidade em geral. Formula e administra ações que garantam o bom relacionamento da organização com esses diferentes públicos. Elabora e divulga boletins internos e externos, cria programas de integração com a comunidade e organiza atividades promocionais.

SECRETARIADO EXECUTIVO
É o conjunto de atividades empregadas na assessoria de empresas e em outras organizações públicas ou privadas. O secretário executivo é o assessor imediato de dirigentes e gerentes de uma organização. Ele não só controla os arquivos, a correspondência e a agenda do chefe, tomando as providências necessárias para que as decisões de seu superior sejam executadas com rapidez, como também participa das decisões da empresa, assessorando os executivos em suas relações nacionais e internacionais. Ele gerencia, por exemplo, processos administrativos, informações, equipes e comunicações internas e externas. Tem poder de decisão sobre a rotina do departamento ou setor em que trabalha, fazendo a ponte com as demais áreas da empresa. Auxilia executivos na preparação de apresentações e na organização de eventos e encontros de negócios.

SERVIÇO SOCIAL
É o planejamento e a execução de políticas públicas e de programas sociais voltados para o bem-estar coletivo e para a integração do indivíduo na sociedade. O assistente social trabalha com a questão da exclusão social, acompanhando, analisando e propondo ações para melhorar as condições de vida de crianças, adolescentes e adultos. Cria campanhas de alimentação, saúde, educação e recreação e implanta projetos assistenciais. Em penitenciárias e abrigo de menores, propõe ações e desenvolve a capacitação, para a reintegração dos marginalizados. Em órgãos públicos, formula projetos e políticas que atendam aos segmentos excluídos da sociedade. Em empresas, realiza campanhas de segurança no trabalho e acompanha funcionários nas questões de saúde, finanças, sociais e familiares. É obrigatória a inscrição no Conselho Regional de Assistentes Sociais para o exercício da profissão.


SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
É a administração do fluxo de informações geradas e distribuídas por redes de computadores dentro de uma organização. O bacharel em Sistemas de Informação planeja e organiza o processamento, o armazenamento e a recuperação de informações e disponibiliza esse material para usuários. Cria, adapta e instala programas para facilitar as consultas e administra redes de computadores. Nas redes internas das empresas e outras instituições e na internet, monta e gerencia bancos de dados e ainda desenha páginas de sites, que devem ser funcionais e elegantes, trabalho que exige versatilidade e criatividade. Pode atuar em qualquer tipo de empresa, pública ou privada, de praticamente todos os setores - comércio, indústria ou de serviços. É fundamental que esse profissional tenha domínio do idioma inglês, já que praticamente todos os programas utilizam esse idioma.


TEOLOGIA
É o estudo e a análise das religiões num contexto histórico específico e sua influência sobre os processos antropológicos e sociológicos. O bacharel em Teologia pesquisa a história, os fenômenos e as tradições religiosas, estudando e interpretando textos sagrados, doutrinas e dogmas. Ele analisa a influência da religião sobre a organização e a dinâmica dos grupos sociais e das sociedades, associando essas informações a outras áreas do conhecimento, em especial a das ciências humanas,como a Antropologia e a Sociologia. Pode trabalhar como pesquisador, professor ou assessor de grupos religiosos e ecumênicos. Atua também em ONGs, pastorais, instituições de assistência a comunidades carentes e a grupos de dependentes de drogas e de doentes.


TURISMO
É o planejamento, a organização, a promoção e a divulgação de viagens, eventos e atividades de lazer e negócios. Esse bacharel gerencia a organização de viagens de lazer ou de negócios, feiras, congressos e exposições. Em agências, operadoras e sites turísticos, comanda os trabalhos de venda de passagens, reserva de hotéis e programação de passeios e excursões. Além disso, gerencia atividades em hotéis, empresas de transporte ou de eventos e em empreendimentos de lazer, como parques temáticos, e acompanha grupos de turistas. Em prefeituras e órgãos públicos, coordena a exploração turística de uma região, promovendo e divulgando as atrações locais. 


ZOOTECNIA
Esse profissional trabalha para garantir a produtividade e a rentabilidade na criação de animais. Lida com rebanhos bovinos, suínos ou caprinos. Pode, ainda, dedicar-se à criação de aves, peixes e abelhas. Acompanha toda a cadeia produtiva de carne, leite, ovos, peles e mel, cuidando da reprodução, da saúde, da nutrição, do manejo e do abate dos animais. Trabalha ainda no melhoramento genético e na preparação de rações balanceadas e pastagens nutritivas. Pesquisa o cruzamento entre animais, seleciona-os para matrizes reprodutoras e desenvolve técnicas de inseminação artificial. Na área de gerenciamento, analisa custos e cuida para que as atividades agroindustriais não prejudiquem o meio ambiente.


Espero ter ajudado você a decidir que carreira seguir. A maioria das informações foram retiradas daqui. A próxima será para aqueles que querem ser Tecnólogos. bjuss

A partir de segunda feira começarei a fazer Resenhas dos produtos que serão postos a venda para vocês!! Aguardem.