30 de setembro de 2012

"BUTT CHUGGING" VOCÊ SABE O QUE SIGNIFICA??? É BOM SABER!!!


Um grupo de alunos da Universidade do Tennessee foi suspenso após ser pego numa prática duvidosa. Um dos alunos, um rapaz de 20 anos, foi parar no hospital por ter ingerido álcool através do reto. A brincadeira é chamada de "butt chugging".
Quando ingerido por meio da via retal, o álcool é absorvido de forma muito mais rápida pelo organismo: isso porque a região tem mais vasos capilares e veias. Como resultado, os efeitos da bebedeira acontecem mais rápido. No dormitório, foram encontrados outros jovens embriagados e diversas caixas de vinho.
Segundo o jornal Konoxville News Sentinel, o rapaz chegou ao hospital com um nível muito alto de álcool no sangue: cerca de 0,4% e também apresentava sinais de violência física e sexual. Os alunos foram suspensos pela Universidade.
Nossa! E é um País de Primeiro Mundo. Prefiro ser de terceiro aqui se prefere tomar vinho em copos e acompanhado de uma boa companhia graças a Deus!
http://br.noticias.yahoo.com/

PAI MANTÉM CORPO DO FILHO CONGELADO HÁ MAIS DE SEIS ANOS

Tian Xueming, é carpinteiro chinês morador de Huangling. Tian, guardou o corpo do filho, que morreu aos 18 anos. Segundo o jornal britânico Daily Mail, desde a morte do jovem Qinyuan, o chinês se recusa a levar o corpo do filho para o cemitério. Para garantir que o congelador não pare de funcionar durante as frequentes quedas de energia na região, Xueming instalou uma série de geradores reserva, que mantém o equipamento ligado 24 horas por dia. O chinês diz que manter o filho no congelador faz com que ele se sinta como se o filho nunca o tivesse deixado. “Quando eu e minha mulher queremos conversar com ele, puxamos algumas cadeiras, abrimos a porta e falamos com ele, como se ele nunca tivesse sido tirado de nós”. Qinyuan foi diagnosticado com leucemia, há mais de seis anos. Segundo Xueming, o jovem era “a única coisa que mantinha os pais no caminho”, depois da morte da primeira filha do casal, que morreu em casa aos 15 anos após ter um colapso causado pelo calor. “Depois da morte da minha filha, eu pedi demissão para passar mais tempo com minha mulher e meu filho”.
Xueming conta que o filho tinha acabado de começar a faculdade quando descobriu que estava doente. “Pouco tempo depois nós recebemos a terrível notícia que Qinyuan estava com leucemia. Não havia mais nada a ser feito para tentar salvá-lo”.
O chinês conta que ele e a mulher ficaram “devastados” e visitaram dezenas de médicos, buscando uma cura para o filho. “Quando ele morreu, não consegui aceitar que nunca mais ia vê-lo. Então o colocamos no congelador para preservar seu corpo”.
Xueming diz que, por muito tempo, a família “guardou segredo” sobre o que tinha feito com o corpo do garoto. Porém, ao longo dos anos, “a notícia se espalhou”. “Algumas pessoas tentam nos convencer de enterrar o corpo de Qinyuan, mas eu sempre digo não”.
Segundo o chinês, ter o corpo do filho em casa “ajuda a lidar com os problemas”. “Desde que ele morreu, minha mulher tem tido problemas. Quando ela não consegue dormir, ela vai até o congelador, abre a porta e fala oi para ele”.

 Fonte: http://noticias.r7.com/

29 de setembro de 2012

O BRASIL PERDE HEBE CAMARGO



A apresentadora Hebe Camargo morreu em São Paulo, neste sábado (29), aos 83 anos, vítima de parada cardíaca. Ela morreu ao se deitar para dormir, nesta madrugada.
A apresentadora Hebe Camargo morreu em São Paulo, neste sábado (29), aos 83 anos. Ela lutava contra o câncer desde 2010 e morreu, segundo a assessoria do SBT, após sofrer uma parada cardíaca, ao se deitar para dormir, nesta madrugada.
Hebe é um dos maiores ícones da televisão brasileira e ficou internada pela última vez por quase duas semanas em agosto, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Nos últimos dois anos passou por várias cirurgias e tratamentos contra o câncer.
Até o início da tarde, não havia confirmação sobre data e local de velório e enterro.
Em mais de 60 anos de história na televisão brasileira, a apresentadora tinha um estilo próprio de entrevistar as pessoas. Ela se tornou popular com a expressão “gracinha”, usada para elogiar convidados. Outra marca registrada de Hebe era dar selinhos nos entrevistados que passavam por seu famoso sofá.

Fonte: G1.

25 de setembro de 2012

MULHER DESENVOLVE ALERGIA AO PRÓPRIO FILHO

Dayle Byrom, de 20 anos, sofreu uma reação alérgica enquanto seu filho ainda estava no útero.
A mulher, que mora em Wakefield, Inglaterra, desenvolveu várias erupções pelo corpo durante a gravidez de seu filho Jacob, segundo o site Daily Mail. Os médicos acreditam que Dayle tenha uma intolerância rara de testosterona, hormônio produzido pelo feto durante o seu crescimento.
Dayle percebeu a alergia em 20 semanas de gravidez, quando começou a sentir dores e coceiras insuportáveis. “Minha pele estava em chamas. Eu não podia sentar ou ficar parada. Tudo o que fazia era chorar e coçar. A sensação que eu tinha era como se alguém estivesse rasgando a minha pele”.
Ela pediu ajuda aos médicos, mas a equipe não conseguiu identificar a causa ou sugerir algum tratamento. Somente após o nascimento é que uma dermatologista conseguiu detectar o levou a mulher a ter a alergia.
Ela foi diagnosticada com Erupção polifórmica da Gravidez (PEP), que normalmente afetam apenas as mães de primeira viagem em estágios avançados da gravidez.
Após a alergia, Dayle ficou com as pernas marcadas por feridas de tanto coçar. “De tanto coçar, acabei arruinando a minha pele. As cicatrizes são muito profundas e, infelizmente, não tem cura”.
A erupção polifórmica, uma alergia que afeta uma em cada 300 grávidas, ainda não é um assunto totalmente estudado e bem detalhado por peritos médicos.
Além disso, ainda não há um debate para analisar se o sexo do bebê contribui para o desenvolvimento da alergia. 

Fonte: http://noticias.r7.com/

23 de setembro de 2012

O DESCASO PARA COM AS ITACOATIARAS DA PEDRA DO INGÁ NA PARAÍBA


 
As itacoatiaras são gravuras em rochas nos leitos dos rios. Até aí, fato conhecido. Porém, não se sabe o que elas querem dizer nem as motivações que as levaram a ser feitas. Segundo estudiosos, as gravuras da Pedra do Ingá foram feitas por paleoíndios, há cerca de 6.000 anos. Eles usariam substâncias alucinógenas durante rituais de produção. Alguns acreditam até que as inscrições foram feitas por extraterrestres.
 
 
A cidade de Ingá está localizada a 105 km da Capital da Paraiba, João Pessoa. Encravada no agreste paraibano, guarda um dos mais importantes achados arqueológicos do país. A Pedra do Ingá tem registros dos paleoíndios (primeiros seres humanos a povoar o Brasil) de aproximadamente 6.000 anos atrás, que fizeram gravuras em rochas e tornaram a cidade referência internacional. Quando o assunto são as itacoatiaras, as de Ingá são consideradas as mais expressivas do mundo.
Tombado pelo patrimônio histórico em 1944, o parque da Pedra do Ingá tem infraestrutura precária e acesso difícil. No local não existe um museu, a única lanchonete vive fechada e as visitações só são feitas com marcação de um guia, que leva o turista ao encontro da pedra, às margens do rio Ingá.
Em Ingá há três candidatos a prefeito disputando as eleições municipais de 2012. Contudo, nenhum usa o potencial turístico como plataforma de governo, e a Pedra do Ingá é assunto esquecido.
“Nas eleições a Pedra do Ingá não é lembrada porque é uma coisa que não traz voto. Quem visita é o estrangeiro, é o pessoal de outros estados. Como o pessoal da cidade não se interessa, nas eleições a pedra não é lembrada”, conta o historiador e guia de turismo oficial do parque, Dennis Mota.
Um casal que trabalha no parque há 24 anos reclama da prefeitura, que teria tirado deles a chave do parque, o que passou a dificultar o acesso de turistas. “Nós sempre ficamos ali cuidando de tudo, pagava até a energia. Hoje, o parque recebe pouca gente. Acabou a visitação porque não se divulga mais, não se faz melhoria, nada. Hoje, no máximo, tiramos R$ 300 por mês de lá”, diz um dos trabalhadores.
A chave do parque passou para as mãos da prefeitura após acordo com o Ministério Público.
Para a população, não há dúvidas de que a fama das pedras poderia ser usada para melhorar a vida dos moradores. Eles reclamam dos políticos que não fazem propostas. Todos os moradores ouvidos pelo UOL na cidade disseram que não existem investimentos para tornar a cidade um ponto turístico.
“É um lugar muito bonito, mas pouco preservado pela parte política, que não desenvolve um projeto de melhoria. Aos poucos, o parque vai se deteriorando”, conta uma moradora da cidade.
Já um professor, o assunto não tem a importância que merece dos candidatos. “Não percebemos nenhuma vontade política. Estamos num momento político, e não vemos nenhum candidato a prefeito ou vereador tocar no assunto. É triste para a gente. diz.
O desprezo também é percebido por outros moradores. "Até aqui não vi nenhum candidato fazer promessa. É nosso ponto turístico, mas, infelizmente, está abandonado. Os políticos vão lá, mas não fazem tudo que é preciso. Ali precisa de uma coisa que chame a atenção. Era para ter um hotel, um restaurante. A gente mesmo daqui não admira nada”, afirma um senhor aposentado da cidade.
Segundo o aposentado, a cidade também sofre com a falta de políticas públicas para os jovens. “Precisa cuidar dessa juventude. Hoje não temos uma faculdade para formar eles”, diz.
Apesar de ser cidade turística, Ingá não possui hotéis ou bons restaurantes. Parte disso pode ser explicado pela proximidade com Campina Grande (38 km), cidade-polo do agreste paraibano.
A falta de estrutura faz com que Ingá seja apenas um roteiro rápido. "A verdade é que a cidade não se movimenta com o parque. Antes, as festas de São João aconteciam aqui e aí, sim, gerava dinheiro. Hoje não se investe no turismo, não temos boas pousadas, bons restaurantes. É um ponto de visitação, mas só de passagem”, afirma o guia de turismo Dennis Motta, que é funcionário da prefeitura.
Segundo ele, a prefeitura tem interesse em fazer melhorias, com um projeto pronto, mas o terreno onde está o parque foi desapropriado apenas no papel, sem a conclusão da compra. O local ainda possui três donos, o que impede a execução das obras de melhorias.
 
 
Fonte: http://uol.com.br/
Carlos Madeiro, Fabrício Venâncio, Leandro Moraes e Noelle Marques

Obs: Houve algumas modificações no texto. O nome das pessoas foram retirados pela autora do Espaço Único. Portanto, quem desejar lê o texto original visite o endereço acima citado como fonte.

 

22 de setembro de 2012

MULHER BRITÂNICA PASSA POR CIRURGIA PARA TIRAR LARVAS DO CÉREBRO


Suki-Jane Taylor, de 42 anos, passou por uma cirurgia de emergência depois que seu cérebro ficou repleto de larvas de tênia.
A mãe de quatro crianças, que mora em Londres, Inglaterra, foi diagnosticada com neurocisticercose em 2009, uma infecção do sistema nervoso central, causada por ovos de tênia do porco.
A pessoa é infectada, geralmente, quando ingere alimentos que contêm esses ovos, água ou superfícies que foram contaminadas com fezes, segundo o site Daily Mail.
Essas larvas ficaram locadas no cérebro de Suki formando cistos. Quando eles começaram a morrer, eles desenvolveram um aneurisma do tamanho de uma tangerina no cérebro da mulher.
Suki foi levada às pressas a hospital e durante os exames foi revelado que um vaso sanguíneo estava bastante inchado.
Durante a cirurgia, os médicos inseriram um tubo em seu crânio para drenar um acúmulo de fluído. Como consequência, Suki sofreu a perda dos sentidos gustativo e olfativo.

Fonte: http://noticias.r7.com/

BENTO XVI PEDE PERDÃO EM NOME DA IGREJA CATÓLICA



A Igreja Católica confirmou 620 casos de abusos sexuais contra menores cometidos na Austrália por sacerdotes desde a década de 30, uma revelação inédita no país, informou neste sábado (22) a imprensa local.
O arcebispo de Melbourne, Denis Hart, classificou de 'horríveis e vergonhosos' os números que aparecem em um relatório entregue para comissão que investiga no Parlamento do estado de Victoria casos de pedofilia cometidos em várias ordens religiosas.
Por meio de um comunicado, Hart disse que a maioria dos casos ocorreu entre a década de 1960 e de 1980, embora tenham ocorrido inclusive há 80 anos. Desde 1990, só 13 abusos foram registrados.
O arcebispo afirmou que a igreja colaborará plenamente com a comissão parlamentar e acrescentou que está investigando outros 45 supostos abusos sexuais, informou a cadeia 'ABC'.
'É um trauma e uma vergonha que estes abusos, com seu dramático impacto nas vítimas e suas famílias, fossem cometidos por sacerdotes católicos, religiosos e funcionários paroquiais', protestou.
'Este relatório demonstra que a igreja está comprometida a enfrentar a verdade e não se esquivar, diminuir ou evitar as ações daqueles que violaram seus votos sagrados', garantiu Hart.
O Parlamento de Victoria criou em abril uma comissão especial para investigar os casos de pedofilia cometidos em várias ordens religiosas. As conclusões ficarão prontas no ano que vem.
Segundo as associações das vítimas, o número dos menores vítimas de abusos pode superar 6 mil só em Victoria.
Em sua visita à Austrália, em julho do ano passado, o papa Bento XVI se reuniu com algumas das vítimas e pediu perdão em nome da igreja. 

http://g1.globo.com/

19 de setembro de 2012

A SUPOSTA EXISTÊNCIA DA ESPOSA DE JESUS


O papiro revelado pela professora americana Karen King, que supostamente menciona a existência da esposa de Jesus, causou sensação, mas a teoria de que Cristo teria sido casado foi vista com ceticismo por parte do Vaticano e outros historiadores.
A pesquisadora da Escola de Teologia de Harvard, revelou a existência de um papiro cristão copta do século IV que contém a frase "Jesus disse a ele, minha esposa".
Durante congresso sobre estudos coptas, a especialista falou da teoria de que os antigos cristãos acreditavam que Jesus era casado. Ela enfatizou que o papiro em questão não prova que Jesus tenha sido casado, mas levanta a questão desse suposto casamento, muito embora a tradição cristã faça questão de negar essa possibilidade.
"No princípio, os cristãos discordavam sobre se era ou não casado, mas somente depois de um século da morte de Jesus que começaram a usar condição conjugal de Jesus para apoiar suas posições", acrescentou King.
Apesar de vários especialistas acreditarem na autenticidade do papiro, "a sentença final sobre o fragmento depende de novas análises por parte de colegas e da realização de mais testes, principalmente sobre a composição química da tinta", explicou ainda.
Procurado pela AFP, o porta-voz da Santa Sé, Federico Lombardi, afirmou que "não se sabe direito de onde vem esse pedaço de pergaminho".
"Mas isso não muda em absoluto a posição da Igreja, que se baseia em uma longa tradição muito clara e unânime", afirmou.
"Não muda em nada a visão sobre Cristo e os Evangelhos. Este acontecimento não tem influência alguma sobre a doutrina católica", enfatizou.
Por sua parte, o professor da Faculdade Protestante de Paris, Jacques-Noel Peres, destacou que se trata de um texto tardio: "Nunca li textos de épocas anteriores que testemunhassem a veracidade de um casamento de Jesus", afirmou
"Nos idiomas semíticos daquela época, mulher não significa necessariamente esposa", ressaltou.
Peres afirma que este termo pode ser oriundo da famosa frase em que Jesus se dirige a sua mãe no episódio conhecido com Bodas de Caná: "Que tenho eu contigo, mulher?"
Para alguns historiadores, o pergaminho pode se originar de círculos gnósticos (grupos cristãos daquela época) muito alternativos.
O diretor do jornal do Vaticano, "L'Osservatore Romano", Giovanni Maria Vian, que também é historiador especializado em Igreja antiga, duvida da autenticidade do documento. "Há um comércio de (documentos) falsos no Oriente Médio", comentou, criticando o fato de que nos Estados Unidos houve "uma tentativa de fazer barulho em torno deste assunto".
Segundo ele, a letra de quem escreveu o papiro é "muito pessoal", quando os documentos deste tipo eram escritos com uma letra codificada "muito rígida", que se parecia com um texto impresso.
"Na tradição da Igreja, não se conhece nenhuma menção a uma esposa de Jesus. Segundo todos os índices históricos, Jesus era solteiro. É dito claramente que Pedro era casado. Por que se teria ocultado no caso de Jesus?", questiona.
Para ele, pode-se tratar de um fragmento de evangelho apócrifo de inspiração gnóstica.
Durante os primeiros séculos do cristianismo, houve inúmeros evangelhos que posteriormente foram descartados da Bíblia pela Igreja de acordo com seus interesses.
Esses evangelhos teriam sido escritos por pessoas que realmente conheceram Jesus e apresentavam um quadro mais completo de sua vida, principalmente, sua infância. 

Fonte: http://g1.globo.com/

17 de setembro de 2012

JOVENS DE DIVERSAS TRIBOS SE REÚNEM NO 1º ENCONTRO DE CULTURAS URBANAS DE PATOS

 
Jovens de diversas tribos urbanas reuniram-se na noite deste domingo, dia 16, para prestigiar o 1º Encontro de Culturas Urbanas de Patos (1ºECUP), que aconteceu no centro da cidade, ao lado da Praça Getúlio Vargas. A idéia do evento foi reunir jovens artistas de diversos estilos musicais, além de grupos de dança de rua, a exemplo dos breakers e freeteps.


DJ IÔRIGAM
 
Quem abriu a noite de apresentações foi o trio de Hip Hop patoenses, R.V.A., formado por Hélio, Filipe e DJ Iôrigam. O trio fez uma pequena participação, mas o suficiente para animar o público presente.


 
Em seguida foi a vez dos Elementos do Rap, também da cidade de Patos. Os garotos fizeram uma apresentação digna de quem decide enveredar pelo caminho do RAP, onde as rimas em sincronia com as batidas se encarregam de passar o recado. Os Elementos do Rap cantaram e narraram com maestria o cotidiano e os problemas típicos das comunidades periféricas. 
 
EMICI D.OUTOR
 
Na sequência foi a vez da atração mais esperada da noite, que foi o Emici D. Outor, também radicado em Patos. O jovem que já passou por outros projetos musicais, a exemplo da extinta banda Mr. Porn, soube manter o público animado e o pessoal da dança em plena atividade. Emici D. Outor fez um set razoavelmente curto mas com a versatilidade de quem entende do assunto. Durante as apresentações dos grupos de Hip Hop e Rap, quem comandou as pick-ups foi DJ Iôrigam, bastante conhecido pela animação nas baladas noturnas da cidade de Patos.
 
 
DJ IÔRIGAM
 
Para fechar a noite, a banda Swingão F5 manteve o público dançando ao som do pagode, mostrando que o interessante é unir tribos e idéias num só propósito, fazer e expor a arte, seja ela qual for.
 
O evento teve o apoio da Prefeitura de Patos, Pizzaria Casa D'tália e União da Juventude Rebelião.

 
 
Matéria Retirada na íntegra do:

12 de setembro de 2012

DEPRESSÃO PÓS-PARTO NO HOMEM


Quando se fala em depressão pós-parto, logo se vem na mente a figura feminina. Pois, fique sabendo que esse problema não é exclusivo do sexo feminino o sexo oposto também sofre com isso.
A Escola de Medicina da Universidade de Virginia realizou um estudo em 2010 que foi publicado no The Journal of American Association e, ficou comprovado que a depressão pós-parto atinge cerca de 10% dos homens.
Constatou-se que o homem passa por um processo de depressão durante o pré-natal ou após o nascimento do bebê. Precisamente, entre o terceiro e o sexto mês após a chegada do pimpolho. Para a realização da pesquisa, foi preciso a participação de 28 mil homens. 
Segundo a pesquisa, a depressão masculina, apresentam os mesmos sintomas femininos. Ou seja, tristeza, insônia, irritabilidade, falta de apetite e todos os demais. Há quem confunda a depressão pós-parto masculina com a Sindrome de Couvade que não chega a ser uma doença e sim, uma série de sintomas que aparecem em alguns homens durante o período gestacional da esposa. Nesse período, o futuro papai tende a assumir psicologicamente a gestação e passa a sentir as mesmas sensações da gestante.
No Brasil, ainda não há nenhum dado oficial sobre o caso. Porém, não custa nada ficar atento a alguns sintomas. Para alguns especialistas, o que diferencia a depressão pós-parto no casal é a forma de demonstração de cada um. Ou seja, a mulher é mais sensível, seu humor tem grande variação e logo é percebido. Já o sexo oposto, resiste em não tornar visível e camufla seus sentimentos. Por isso ai vai algumas dicas:

O que é depressão pós-parto no homem?
É um tipo de depressão com as mesmas características que acompanha as mulheres.

Quais os sintomas?
Tristeza, insônia, perda de interesse, falta de apetite, desesperança, culpa, fadiga e outros, sendo que cada caso é um caso. Há homens que ficam participativos em excesso com os cuidados para com o bebê. Outros ficam ariscos, por medo de perder a atenção, passam a competir com o próprio filho e fazem de tudo para chamar a atenção da esposa. Outro sintoma bastante comum é o ganhar peso, com isso, o homem passa a sentir-se desvalorizados e se isola de tudo.

Todos esses sintomas, acabam prejudicando o relacionamento do casal e muitos por falta de conhecimento no assunto, chegam até mesmo a separação. De um lado, sofre ele, pois não entende o que está acontecendo. Por outro, sofre sua parceira por não suportar os sintomas que ele apresenta.
Partindo deste princípio, o pré-natal torna-se um momento muito importante para ambos, pois, durante esse período, os conflitos surgidos tanto no homem quanto na mulher poderão ser atualizados, pelo profissional da área que fará uma abordagem emocional em ambos ajudando-os a lidar melhor com a situação.
É importante frisar que a atenção da esposa em relação aos sintomas apresentados por seu esposo durante a gravidez dela, torna-se uma peça chave para a investigação psicológica dele. Assim, com a ajuda do seu obstetra, a futura mamãe poderá de maneira correta envolvê-lo e passar para o mesmo a maior segurança possível.
Esse tipo de problema que muitas vezes passam despercebido, devem sim, ser levado a sério. Não se deve permitir em hipótese alguma que esses conflitos esbarrem no bebê. Pois, a tristeza paterna pode causar desestabilização a mãe e por consequência prejudicar a criança. O apoio materno e, principalmente o paterno é essencial para o conforto do bebê. Por tratar-se um ser totalmente desprovido de recursos próprios, a angústia do papai e da mamãe pode ser repassada para ele e irá com certeza prejudicar seu desenvolvimento.

Portanto, surgindo qualquer desses sinais fique atento/a. Procure um especialista imediatamente. Espero ter contribuído de alguma forma. Como costumo escrever no final de minhas postagens, meus escritos não possuem valor científico, apenas o valor de repasse de informações e o de alertar pessoas que com eles se identifiquem e procurem ajuda em tempo.

Rosélia Santos  



Site consultado: http://estilo.br.msn.com/

11 de setembro de 2012

A IDENTIDADE BRASILEIRA É A CULTURA. (MARTA SUPLICY, ATUAL MINISTRA DA CULTURA DIA 11 DE SETEMBRO 2012) SERÁ??? DEUS AJUDE!!!



Domingo dia 9 de setembro 2012 uma ONG é proibida de dar livro em viaduto de São Paulo

A organização não-governamental Educa São Paulo havia programado para a manhã de segunda-feira (10), a distribuição de cerca de 8.000 livros, entre obras de literatura brasileira, livros infantis e gibis, no Viaduto do Chá, região central. A intenção era, além de incentivar a leitura, protestar contra o abandono das bibliotecas da cidade, que, segundo o presidente da ONG, Devanir Amâncio, "têm livros, mas não têm leitores."
Uma perua Kombi estacionou no Viaduto do Chá por volta das 23h de domingo (9) para organizar e separar os títulos por autor e gênero, mas foram impedidos. Quatro guardas-civis metropolitanos disseram para os integrantes da ONG que eles deveriam ter autorização da prefeitura para realizar a distribuição. "Eles disseram que estavam em alerta, esperando pela ação, e que a ordem era impedir", disse Amâncio.
A iniciativa, intitulada Bienal Relâmpago, agora será transformada em Bienal Móvel. Segundo Amâncio, duas Kombis - equipadas com aparelhos de som e faixas - percorrerão locais movimentados da região central da cidade oferecendo livros às pessoas. "Devemos começar ainda pela região do Viaduto do Chá, porque ali é área de Zona Azul e, se pagarmos, podemos estacionar por um tempo para distribuir os livros."
Ainda sem itinerário ou data marcada para a ação, Amâncio disse que é provável que a distribuição seja realizada neste sábado. Segundo ele, os livros foram doados por moradores da cidade. "Os próximos gestores têm de oferecer uma política eficiente de incentivo à leitura, para que as bibliotecas não sejam depósitos de livros como são hoje."

As informações são do jornal "O Estado de S.Paulo".

10 de setembro de 2012

HAPPER DE PATOS GRAVA DISCO COM MÚSICAS DO HIP HOP E ESPERA INTRODUZIR NOVO RITMO NA CULTURA PATOENSE


 O Emici Doutor é um personagem da cidade de Patos, criado para divulgar letras e ideias através da música usando diferentes estilos musicais como: hiphop, reggaeton, electron e rock, e com uma pitada de regionalismo.
Muito misterioso e autêntico, ele escolheu não mostrar o rosto e nem sua identidade, apenas responde por Emici Doutor.
O rapper Emici Doutor, é o único patoense a lançar um trabalho profissional independente nesse estilo.
Em outubro, o Emici Doutor completa 1 ano de existência, pois, ano passado (2011) nesse mesmo período, lançou um vídeo caseiro no youtube da música que ele mesmo compôs, cujo nome é “A Batalha”.
O nome Emici vem em alusão a “MC” abreviação usada pelos rappers brasileiros, o doutor veio em referência à primeira mascara usada pelo personagem, utilizada pelos profissionais de saúde. O Emici Dourtor agora surge como Emici D. Outor.
De acordo com o rapper, apesar da nossa região consumir mais estilos como sertanejo e forró, a introdução do novos hip hop na mídia serve para dar mais espaço a esses artistas: “O preconceito ainda fala alto, porém o cenário vem mudando de uma forma nacional. Hoje, artistas como Conecrew, Marcelo D2, tem seu publico fiel. O nordestino é um povo muito interessante, o que falta para nossa região e ter mais contato com essa cultura.
No momento, o trabalho de Emici Doutor esta em processo de divulgação de uma forma bem independente, em redes sociais, e na entrega de CDs a parceiros e admiradores do estilo musical. O músico também fez uma parceria com DJ Iorigan, músico patoense.
O artista aposta na gravação do seu primeiro CD, intitulado “ETNIA NORDESTINA”, musica que é carro chefe do CD que recebe mesmo nome. Além da música de trabalho, destacam-se algumas músicas como: “Meu Jeito”, “Emici”, “Zibililha”, entre outras.

GRATIDÃO

Palavra originária do latim, gratidão significa um reconhecimento por um benefício recebido, de acordo com o dicionário Aurélio. A verdade é que ela é uma virtude bonita que deveria ser mais exercida pelas pessoas, porque além de fazer o bem ao próximo, pode trazer benefícios para aqueles que a exercem. Confira a seguir, seis dicas para praticar a gratidão e colher seus frutos.
Segundo a psicóloga clínica com especialização em Gerontologia e Gestalt terapia Avany Castro, a gratidão está associada a um sentimento de agradecimento relacionado à formação da moral e da personalidade do sujeito. "Isso é uma coisa que se aprende desde criança. Seja na educação em casa ou complementando com a educação no colégio ou no ensino religioso."
O que é muito importante desse sentimento é que as pessoas que o exercem podem ter benefícios na sua vida. "A gratidão pode funcionar como hábito de olhar para as coisas da vida que são boas e gerar esperança. Isso acaba relativizando as angústias. Assim, as pessoas ficam com o estado de espírito melhor para lidar com os problemas, não se sentindo oprimidas por eles." – explica a psicóloga, psicodramatista e psicoterapeuta Cecília Zylberstajn.
Para Castro, a gratidão pode gerar um sentimento de bem-estar.  "A pessoa se sentindo bem, ela se sente um ser humano melhor, mais capaz de ajudar. E isso pode desenvolver outros sentimentos - sempre positivos." Porém, é importante que a gratidão não seja confundida como dívida, pois o efeito pode ser negativo. "A gratidão é uma mão dupla. Se a pessoa ficar só agradecendo virou uma via de mão única. Ela não pode se tornar eternamente devedora de uma questão, se não a vida não flui. A pessoa não evolui. Ela fica presa naquele sentimento." – explica Castro.
Na teoria é tudo muito bonito. Mas como as pessoas podem desenvolver uma atitude de gratidão? Zylberstajn explica um exercício que pode ser feito e que pode ajudar algumas pessoas a se habituarem à gratidão. "Uma vez por dia, olhar para a sua jornada e buscar alguma coisa nela da qual a pessoa seja grata. Assim, ela pode se habituar a procurar coisas pela qual seja agradecida." – finaliza a especialista.
Para ter uma atitude mais generosa perante a vida, o site americano Third Age elaborou uma lista com seis dicas valiosas. 

1 Observe todas as coisas boas e que importam em sua vida, mesmo que seja eventos de pequeno porte.

2- Mantenha as "boas coisas" do dia-a-dia e anote tudo o que acontece com você, mesmo que seja uma criança oferecendo um sorriso para o sol brilhando. Quando isso for impossível, evoque sentimentos de gratidão. Abra seu jornal em busca de inspiração.

3- Saia com pessoas positivas e otimistas e os sentimentos de gratidão serão contagiosos. Da mesma forma, se você se cercar de pessoas negativas que estão sempre reclamando, vai ser difícil para você ficar em um clima de otimismo.

4- Seja generoso. Ao dar aos outros, especialmente o seu tempo, sua mente focará no que você tem e não naquilo que você não possui. Infelizmente, a maioria das pessoas se concentra somente no que elas não têm. Pesquisas mostram também que as pessoas que se voluntariam são geralmente mais felizes - e vivem mais.

5- Escreva para alguém que realmente importa. Dr. Martin Seligman, da Universidade da Pensilvânia, recomenda escrever uma carta de 300 palavras a alguém que mudou sua vida para melhor. Seja específico sobre o que a pessoa fez e como isso afetou você.

6- Seja claro. Não confunda gratidão com endividamento. Você pode se sentir obrigado a devolver um favor, mas isso não é gratidão, pelo menos não é como os psicólogos definem isso. Endividamento é mais um sentimento negativo e não produz os mesmos benefícios que a gratidão, o que indica você a ser bom para todos e não apenas um benfeitor.
 

Recebi por email do:
Um Site ótimo! Vale apena fazer uma visitinha e se cadastrar. Aproveitem!!

7 de setembro de 2012

SIGA EM FRENTE... POIS TUDO PASSA!

Conversando hoje, com uma grande amiga que há muito tempo não a encontrava, percebi o quanto algumas mulheres são frágeis. Enquanto ela falava, desabafava e chorava, eu por minha vez, tentei demonstrar algum tipo de reação que passasse a ela solidariedade e não consegui.
Agora que ela se foi, fico a me perguntar... Quem realmente sou e o que sou? Porque estou tão indignada com ela? Será que deixei de sentir, deixei de me emocionar, de ser sensível, romântica?? Sei lá...
O fato é que aprendi que o fim de um relacionamento é traumático para o casal. Quer dizer, depende do casal. Casal: par, composto de macho e fêmea ou homem e mulher. Essa é a definição de um casal. Amor envolve, de modo geral, a formação de um vínculo emocional com alguém. Então? Uma pessoa pode formar um casal sem outra? Você deve estar se perguntando... é doida?? Não, não sou!!! Tudo tem começo meio e fim. Então não é o certo começarmos, vivermos e nos preparar para o fim? Sendo assim, não é pra tanto!   
 Por favor querida, vai em frente, segue sua vida. Só se ama sozinho até o dia que escolhemos amar! A partir do momento em que você decide não mais sofrer a dor passa por consequência. Agora, se for para enfiar a cabeça na areia e esperar sentada chorando minha linda, haja paciência!
Essa é a minha humilde opinião. Amar é muito bom sim, mas quando somos amadas e não quando amamos sozinhas. E por favor, não me diga que não consegue esquecer e bla...bla...bla... Sei que as lembranças ficam remoendo, surgem as recordações e com isso uma carga de sentimentos que vão se manifestando e quando menos se espera lá está você chorando rios. 
Ai sim, você escolhe, se vai ou se fica é uma questão sua e não do outro. Portanto, não permita que essa carga de sentimentos tire de você o que há de mais importante numa mulher a 'dignidade'. Não permita que isso acabe com sua autoestima, seu equilíbrio emocional e físico e, principalmente a capacidade de sair em busca da felicidade.
Não estou dizendo que existe uma mágica para superar esses sentimentos, neste caso, regras também não existem, o que de fato existe é o como e o querer superar tudo, e isso, depende unicamente de você e não do outro. Enquanto você está irada com o que eu estou escrevendo e talvez até nem leia tudo, eu fico tendo minhas ideias, para umas, malucas, para outras, coerentes. Como todos tem direito a opiniões e pensamentos... eu, continuo com os meus, isso não significa que todo mundo tem que concordar não é verdade?
Só entendo que muitos erros podem ser evitados e você poderá com isso sofrer menos e superar mais rápido o fim do relacionamento e com certeza encarando dessa forma, ficará mais forte para partir para outra e, principalmente para um recomeço.
Comece se desconectando da pessoa que você amou, sim amou... Isso é o que o seu cérebro precisa registrar de imediato. Destrua a imagem do outro dentro de você. O que a principio te parece ruim, vai te ajudar na reta final. Tente pensar apenas nos defeitos dele e não nas qualidades. Acredite que vai passar por tudo isso logo, porque você quer que passe.
Importante, você não precisa de tempo para isso, pois, ao contrário do que muita gente pensa, o tempo não cura nada, você é que se cura quando decide se curar.  O tempo apenas diminui a dor e reduz de forma lenta a tristeza até o momento em que você resolve seguir em frente e ponto final. Com isso não estou querendo dizer que deve-se odiar o outro, muito pelo contrário, deve-se desconectar-se de forma saudável, afinal você já o amou.
Não se culpe pelo fim do relacionamento e sim se responsabilize também, faça perguntas a você mesma, em que momento exato a coisa começou a mudar? Porque você não percebeu? Isso servirá de experiência para situações novas que virão ao longo da vida. Trabalhar cada detalhe dentro de você é curar de vez a ferida e não permitir sofrer de novo e de novo. Outros relacionamentos virão e ser feliz é o que mais importa. A vida é muito curta e passa muito rápido. Não há tempo para isso. A humanidade tem pressa minha linda. Cuide-se!!!

Rosélia Santos

A partir de segunda feira começarei a fazer Resenhas dos produtos que serão postos a venda para vocês!! Aguardem.