30 de janeiro de 2014

A AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS (ANA) VAI LIMITAR RETIRADA DE ÁGUA DE RESERVATÓRIOS


Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, PB está atualmente com apenas 35% da sua capacidade total
 
A Agência Nacional de Águas (ANA) está limitando o uso e a retirada de água em sete mananciais da Paraíba para reduzir o impacto da estiagem e desacelerar a queda no nível de armazenamento dos reservatórios. A medida emergencial atinge a bacia do rio Piranhas e os açudes de Boqueirão, Coremas, Mãe D'água, Engenheiro Ávidos, São Gonçalo e Santa Inês. O objetivo da restrição é priorizar o abastecimento humano, reduzindo a irrigação.
Entre as ações de emergência está a redução da vazão saída da água dos reservatórios e o racionamento, com a fixação de dias alternados para captação de água em rios e açudes para atividades produtivas ou mesmo a suspensão temporária do uso. As regras de restrição em rios e açudes estão previstas na Política Nacional de Recursos Hídricos, conforme prevê a Lei Federal 9.433/1997. Para verificar o cumprimento das normas, a Ana está realizando fiscalizações.
Dos 121 açudes da Paraíba monitorados pela Agência Estadual de Gestão das Águas (Aesa), 35 estão em situação crítica, ou seja, apresentam volume menor do que 5% da capacidade total de armazenamento. Outros 29 reservatórios estão em observação, com volume atual entre 5% e 20% do limite de armazenamento.
A partir deste mês de janeiro, a ANA determinou a suspensão da retirada de água do Açude Epitácio Pessoa, em Boqueirão, para irrigação. Os produtores que possuem plantações de até cinco hectares foram autorizados a usar a água do Açude na produção agrícola, mas o prazo da permissão venceu no início deste ano. Boqueirão está atualmente com apenas 35% da sua capacidade total. O açude abastece Campina Grande e outros 19 municípios, atendendo mais de um milhão de pessoas.
No rio Piranhas e nos açudes de Coremas e Mãe D'água, o controle está sendo feito com a delimitação de horários para o uso da água. Os usuários só estão autorizados a retirar a água nestes mananciais para qualquer atividade produtiva apenas três vezes por semana, das 2h às 11h. A medida começou em outubro e vale para os municípios de Coremas, Pombal, Cajazeirinhas, Paulista e São Bento, na Paraíba; e em Jardim Piranhas e Jucurutu, no Rio Grande do Norte.
No Sertão do Estado, também foram estabelecidas restrições de uso e redução da vazão defluente nos açudes Engenheiro Ávidos, em Cajazeiras, e no açude de São Gonçalo, em Sousa, este último responsável ainda pelo abastecimento na cidade de Marizópolis e no perímetro irrigado de São Gonçalo, onde há a produção de coco verde.
Ainda no Sertão, a ANA estabeleceu um rodízio para os irrigantes situados ao longo do riacho que aflui no açude de Santa Inês. A restrição afetou produtores rurais de dois municípios. Em Santa Inês, os irrigantes podem captar água nas segundas, quartas e sextas, enquanto que em Conceição a retirada da água poderá ser feita às terças, quintas e sábados.
A ANA alerta os irrigantes das regiões críticas sobre a necessidade de economizar água e luz, irrigando a plantação com os métodos mais eficientes. A irrigação por inundação, por exemplo, gasta mais água do que o necessário e, por isso, deve ser substituída. A Agência também pede que os irrigantes observem os horários mais adequados e não irriguem em horário de sol intenso, evitando, assim, perda de água por evaporação.

 
ANTES TARDE DO QUE NUNCA!!!
 
Fonte: jornaldaparaiba.com

29 de janeiro de 2014

UM RAIO PODE SIM CAIR DUAS VEZES NO MESMO LUGAR


O verão é a época do ano em que mais estamos sujeitos a raios: 45% das ocorrências no Brasil são nessa estação do ano, segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica (ELAT), do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Anualmente, uma média de 133 pessoas morreram no país, nos últimos doze anos, em decorrência do fenômeno. Com isso, vale a pena se informar melhor sobre essas descargas elétricas:

1. A diferença entre raios, relâmpagos e trovões
Muita gente já sabe essa resposta, mas não custa recapitular. Os raios são uma descarga elétrica que ocorre entre as nuvens e o solo (ou entre uma nuvem e outra), em decorrência da polarização das primeiras, por conta de uma tempestade, por exemplo. O relâmpago é o clarão que a gente vê, devido à rápida movimentação dos elétrons. Como eles se movem muito rápido, também se aquecem, gerando barulho, no caso, trovão.
 
2. Vulcões e tempestades de areia também podem gerar raios e relâmpagos
Durante a erupção de um vulcão, as partículas entram em atrito e criam cargas elétricas. O mesmo acontece com tempestades de areia e de neve, e até mesmo bombas termonucleares, detonadas em solo. Essas cargas elétricas geram descargas, que costumam ser menos intensas do que a de uma tempestade, mas ainda assim, podem gerar relâmpagos e entrar em contato com o solo, criando raios.
 
3. O Brasil é o país onde caem mais raios no mundo
Raios são mais comuns em locais de clima tropical. A cidade que mais recebe raios no mundo é Kifuka, na República Democrática do Congo. Mas, dada a extensão territorial do Brasil, é nosso país o campeão mundial na incidência de raios: são cerca de 57,8 milhões de ocorrências por ano. Para piorar, o aquecimento global e a urbanização contribuem para aumentar o fenômeno. Os cientistas do ELAT já verificaram o aumento das ocorrências nas grandes cidades, em relação às últimas décadas.
 
4. A temperatura de um relâmpago equivale a 5 vezes a temperatura solar
A temperatura de um relâmpago chega até 30 mil graus Celsius, enquanto a temperatura da superfície solar é de cerca de 5.800 graus. É o aquecimento do ar, de uma forma tão abrupta, que gera o barulho dos trovões.
 
5. Um raio pode cair mais de uma vez no mesmo lugar
Apesar de a expressão dizer o contrário, os raios de fato caem mais de uma vez no mesmo lugar. Aliás, eles podem até cair repetidas vezes num ponto específico. Duvida? Pois tome como exemplo o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, que todos os anos é atingido por uma média de 6 raios.
 
6. Como calcular a distância de um raio com o som
O barulho do trovão demora um tempo para chegar até nós, já que a velocidade da luz é bem maior do que a do som. Para saber mais ou menos a que distância um raio está de você, conte o tempo em segundos, do momento em que ver a luz do relâmpago até quando ouvir o som do trovão. Divida esse número por três e o resultado será aproximadamente a quantos quilômetros o raio caiu.
 
7. Como sobreviver à uma tempestade de raios
A maior parte das mortes causadas por raios não acontece quando o dito cujo atinge a cabeça da pessoa, mas sim em decorrência da potência da descarga elétrica. Em locais abertos, você estará muito exposto. O raio costuma cair num ponto mais alto, onde as cargas positivas tendem a se acumular. No meio de um descampado, o ponto mais alto é você. Ficar dentro (ou perto) d’água, no mar ou piscina, durante uma tempestade, também é a pior das ideias. A água é condutora de eletricidade e com isso as suas chances de ser atingido e morrer são grandes. Uma simples tenda ou árvore pode até te proteger da chuva, mas certamente não vai te proteger dos raios. Com isso, evite ficar embaixo de uma árvore, porque além dela correr mais risco de ser atingida, ela também pode cair por conta da chuva e vento.
Os lugares mais seguros são dentro de casa ou de um prédio, desde que você fique longe das janelas ou portas, e também de condutores de energia, como telefones com fio (celular é seguro), canos e metais em geral, além de equipamentos eletrodomésticos, como TV ou ar condicionado, ligados. Durante uma tempestade, tire os aparelhos da tomada e  fique longe do perigo até passar. Segundo o ELAT, 15% das mortes decorrentes de raios ocorrem com as pessoas dentro de casa.
Ficar dentro do carro também é uma opção segura. Isso porque a estrutura metálica do carro serve como isolante elétrico para quem está dentro. Mas se você estiver do lado de fora de um carro ou perto de uma moto, a situação fica bem perigosa.
 
8. O que acontece se um raio atinge o avião em que você está
Apesar da pouca chance de isso acontecer, o mais provável é que aconteça com o avião o que acontece com os carros. Ou seja: nada. A estrutura de metal da aeronave funciona como uma blindagem para quem está dentro. Mas e as turbinas e tanques de combustíveis? Bem, elas são protegidas com uma dupla camada de metal, para garantir a segurança do voo. O momento mais vulnerável que o avião enfrenta é durante pousos e decolagens, quando está em altitude abaixo de 1800 metros. Mas não se preocupe (muito). Em geral, os aeroportos fecham em condições climáticas adversas que podem comprometer a segurança dos passageiros.
 
Fonte: super.abril.com
Luíza Antunes

26 de janeiro de 2014

A NOVA FÓRMULA DA CERVEJA


O Ministério da Agricultura publicou no Diário Oficial da União na última quarta-feira, 22 de janeiro, o texto que vai determinar os novos padrões para a fabricação da cerveja no Brasil e no Mercosul. Entre as principais mudanças propostas, o texto veta a substituição do lúpulo ou seus derivados por outros princípios amargos. No caso deste último, a exceção é a cerveja gruit, na qual o lúpulo é totalmente substituído.
No texto, o ministério proíbe a adição de qualquer tipo de álcool (que não seja do processo natural de fermentação), qualquer que seja sua procedência. Também fica vetada a adição de água fora das fábricas ou unidades engarrafadoras habilitadas.
A proposta prevê a permissão para adicionar mel, leite, frutas e ervas na receita da bebida. Já a substituição do malte por outros insumos cervejeiros (como milho, arroz, entre outros) não pode ser maior que 45% em relação ao extrato primitivo. O objetivo da elaboração de novos padrões de produção é abrir espaço para as microcervejarias diante do avanço das cervejas importadas e padronizar o processo de produção no setor
No caso de adição de açúcares vegetais diferentes dos provenientes dos cereais, como o mel, a quantidade máxima em relação ao seu extrato primitivo deverá ser menor ou igual a 25% em peso. O documento ficará em consulta pública nos próximos 60 dias para sugestões e comentários, que deverão ser encaminhados em formato de planilha eletrônica para o e-mail cp.cerveja@agricultura.gov.br.
A versão do texto para consulta pública foi desenvolvido a partir de duas reuniões, realizadas em fevereiro e agosto do ano passado, com representantes do setor. Estiveram presentes executivos tanto das grandes indústrias quanto de pequenos produtores artesanais, associações e especialistas do setor.
Segundo dados de dezembro do Sistema Integrado de Produtos e Estabelecimentos do Ministério da Agricultura, 232 cervejarias e 1,1 mil tipos de cervejas estão registrados no Brasil. De acordo com informações do Bart-Haas Group, o país ocupa a terceira posição no ranking mundial de produção de cerveja, com cerca de 13,7 bilhões de litros produzidos no ano de 2012 e um consumo per capita de aproximadamente 65 litros anuais.
 
Fonte: estadao

25 de janeiro de 2014

CINTA MODELADORA, SPANX, CUECAS MÁGICAS: UM PREÇO MUITO ALTO PARA SUA SAÚDE


Num de seus últimos twitters a atriz Kim Kardashian, escreveu: “SPANX é meu melhor amigo”! 
Partindo dessa declaração, surgiram novas discussões sobre este assessório usado por várias mulheres. Dentre elas, até que ponto essas cintas modeladoras são permitidas?
Achei bastante interessante o assunto, pois, muitas vezes estamos tão preocupadas com a aparência que pouco nos informamos sobre o que usamos e como estamos usando. E, na maioria das vezes não nos damos conta que o problema está tão perto de nós.
Especialistas como Gastroenterologistas, dermatologistas, Quiropráticos e outros, garantem que o uso contínuo dessas chamadas “cuecas mágicas”  pode causar sérios danos a saúde das usuárias.
Em entrevista recente o Gastroenterologista Dr. John Kuemmerle, da Universidade da Virginia afirmou que tal produto comprime órgãos como o estômago, intestino delgado e cólon, levando a usuária a sentir refluxo ácido e azia, além de incontinência e infecção urinária. E, que seu uso pode fazer mais mal do que bem.
It has been claimed that they increase pressure on the lower stomach which forces acid into the gullet which could, over time, increase the risk of ulcers and even oesophageal cancer.Foi alegado que cintas desse tipo aumentam a pressão sobre a parte inferior do estômago aumentando o fluxo de ácido para o esôfago que pode, com o tempo, causar úlceras e até câncer esofágico. Eles alertam também, que durante o uso, a pressão sobre o diafragma aumenta durante a respiração o que pode causar hiperventilação e pânico.
Dr. Kuemmerle disse que as pessoas com síndrome do intestino irritável e tendência para a incontinência devem ficar longe das chamadas “cuecas mágicas” “spanx” “cintas” “modeladores” e ou outros com a mesma função.
Já o Quiropraxista Dr. Erickson, de Nova York afirma que o produto em questão também pode causar dor e dormência nas pernas. Ou seja, pode causar meralgia parestésica - uma condição que ocorre quando o nervo periférico da coxa é comprimido. This can result in tingling and numbneIsto pode resultar em formigamento e entorpecimento. Isso acontece por causa do efeito do elástico em torno da perna. Além de levar à má circulação pode formar coágulos de sangue, assim como varizes e inchaço nos tornozelos.
Dr. Erickson acrescentou que o uso do produto também afeta o aparelho digestivo, ou seja, comprimidos, os intestinos lutam para mover o alimento através do sistema digestivo. This, she says, can cause stomach pain, bloating and flatulence.Isso pode causar dor de estômago, inchaço e flatulência. “Dr Kuemmerle says people with irritable bowel syndrome should steer clear of restrictive underwear.Muitas vezes as pessoas evitam ir ao banheiro quando estão vestindo esse tipo de cinta porque é difícil de tirar”. Afirma Dr. Erickson. “She told the website: 'You've got all of this pressure on your bladder from the shapewear pressing down. Você tem toda essa pressão sobre a bexiga pressionando para baixo. If you postpone urinating, it can cause stress incontinence, where you leak, or it can exaggerate stress incontinence with people who already have it.' Se você adiar urinar, pode causar incontinência urinária ou aumentar o problema em pessoas que já têm”. Afirma o especialista. 
Outro alerta dos especialistas se deu no sentido da cinta Finally, Dr Mikhail says wearing control pants can cause infections.She says they can trap moisture against the skin which leaves people prone to both yeast and bacterial infections.prender a umidade contra a pele o que deixa as pessoas propensas a levedura e infecções bacterianas. She says the most common type of infection they cause is folliculitis – this occurs when bacteria get trapped among hair follicles and cause puss-filled lumps to develop.O tipo mais comum de infecção que causam é a foliculite - isso ocorre quando as bactérias ficam presas entre os folículos pilosos e causam nódulos com pus. Esse alerta foi principalmente para pessoas com sobrepeso, diabetes e as que tendem a suar mais.
Com isso, os médicos não proíbem o uso desse tipo de produto e sim alertam para o uso com cautela. This is not the first time doctors have warned of the dangers of wearing Spanx. Ou seja, Experts say it is fine to wear control pants on special occasions but that it is not advisable to wear them all of the time.não há problema em usá-las em ocasiões especiais, mas não é aconselhável usá-las o tempo todo. Khloe Kardashian is pictured wearing control pants in California
They recommend that people do not wear it every day or sit in it for long periods.Eles recomendam que as pessoas não usem todos os dias e evitem ficar sentadas por longos períodos quando estiverem usando.

Fonte: dailymail.com
 
Obs: O referido texto encontra-se no site em inglês. Portanto, tentei traduzi-lo e tirar a idéia principal para repassar para vocês. Contudo, não significa que o mesmo está fiel ao texto original. Mas, tenho certeza que o alerta foi deixado de forma clara.
Uma outra observação para vocês é sobre o Profissional “Quiroprático”. Muita gente não conhece, por isso, acho interessante falar rapidamente sobre esses profissionais.
QUIROPRÁTICO: Trata subluxacções do sistema musculo-esquelético ajustando as articulações e os músculos da coluna vertebral, braços e pernas, com as suas mãos sem utilizar medicamentos. Em breve farei uma postagem bem detalhada sobre esses profissionais. Mas enquanto isso, quem quiser saber mais é só fazer uma visita ao site abaixo e ficar por dentro do assunto.  http://www.quiropraxia.org.br/portal/
 
Rosélia Santos

PREFEITOS E GOVERNADORES PODERÃO SER PUNIDOS PELA QUEDA DO IDEB


Em tramitação no Congresso Nacional, as discussões sobre a proposta de Lei de Responsabilidade Educacional (LRE), que pretende punir prefeitos e governadores que não melhorarem a qualidade da Educação Básica. Algumas propostas apresentadas pelo relator Raul Henry (PMDB/PE) para o projeto de lei nº 7.420/06 têm sido alvo de críticas, como é o caso da escolha do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) como parâmetro de qualidade.
O coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara, é um dos que se opõem ao uso do índice e chegou a sugerir ao deputado sua substituição pelos indicadores gerados pela Avaliação Nacional da Educação Básica (Aneb) e pela Prova Brasil. Jamil Cury, professor adjunto da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), também foi contra a decisão, pois de seu ponto de vista o Ideb deveria ser reformulado nos moldes do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes). “Aí sim ele poderia ser considerado um índice e não a soma de dois indicadores interessantes, mas insuficientes”, aponta.
De acordo com o PL, que está sob apreciação dos membros da Comissão de Educação (CE) da Câmara dos Deputados desde 12 de dezembro de 2013, prefeitos e governadores que piorarem, sem justificativa, o Ideb no final do mandato terão “férias pedagógicas” de cinco anos. Ou seja, sofrerão as sanções da Lei de Inelegibilidades.
O projeto tem outros quatro principais eixos, entre os quais se destaca a adoção de um padrão mínimo de qualidade para as escolas públicas brasileiras. O padrão - que deverá ser implantado no prazo de cinco anos após a aprovação da lei - envolve 16 pontos, incluindo a criação de um plano de carreira para o magistério público; a reserva de tempo, dentro da jornada de trabalho, para o planejamento das aulas; a oferta de infraestrutura e equipamentos adequados, como bibliotecas e laboratórios; a disponibilização de horários de reforço escolar para alunos com rendimento insuficiente e o desenvolvimento de programas de correção de fluxo para estudantes com rendimento escolar defasado no ensino fundamental.
De acordo com Henry, a lei é necessária porque a educação brasileira não dá sinais de melhorias, o que torna preciso uma ação institucional para impulsionar mudanças. “As séries estatísticas de 1997 a 2011 mostram que a qualidade da escola pública no Brasil, no final dos ciclos fundamental e médio, ou está estagnada ou em declínio. E isso é inaceitável para um país com os desafios que tem o Brasil”, diz o deputado.
A implantação do padrão de qualidade seria financiada pelo governo federal caso os municípios e estados comprovem insuficiência de recursos, segundo o PL. “Hoje, a União fica com 60% do bolo tributário, mas sua participação no financiamento da educação básica é de apenas 11%”, aponta o deputado. “A Constituição, inclusive, prevê que a União financie a Educação Básica em caráter supletivo e redistributivo, o que está coerente com o projeto da LRE”, completa.
O Ministério Público e o Poder Judiciário serão responsáveis por fiscalizar e cobrar o cumprimento da lei. Em caso de descumprimento, caberá ação civil pública de responsabilidade educacional.
Cleuza Rodrigues Repulho, presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), diz que a entidade se tornou favorável à iniciativa depois que as considerações feitas por seus membros foram incorporadas. Uma delas diz respeito às excepcionalidades que podem impactar o resultado do Ideb. “Situações de calamidade pública ou grandes fluxos migratórios são exemplos de circunstâncias que podem influenciar o desempenho de uma escola”, explica. “A lei será mais um mecanismo de controle ao lado de outros já existentes, como Lei de Responsabilidade Fiscal e das atividades exercidas por conselhos, como o do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Mas espero que ela tenha amparo para ser cumprida”, avalia Cleuza.
Para Cury, “O Brasil, a rigor, não necessitaria de uma LRE. O importante é reunir os dispositivos da Constituição Federal e da Lei de Diretrizes e Bases em um só, de modo a deixar mais claras as obrigações de cada sujeito da educação e permitir à população cobrar seus direitos.”
Para Daniel Cara, “Existem visões diferentes sobre o que deveria ser uma LRE e o deputado tentou agregar parcialmente todas elas em seu relatório final. É uma pena que não tenha assumido algumas posições mais polêmicas”, lamenta.
Entre essas posições estão obrigar o cumprimento irrestrito do piso salarial dos professores, estabelecer uma diretriz nacional de carreira e determinar um número de alunos por turma. Cara acha que a lei pode ser inócua por mais um motivo: trata-se de lei ordinária, ou seja, com pouco poder para pressionar o governo federal para alocar mais recursos na Educação Básica. “Seria preciso uma lei complementar para exigir a transferência de recursos por parte da União”, avalia.
DE QUEM É A RESPONSABILIDADE?
Se não houver um aumento nos recursos investidos, contudo, não será possível cumprir o padrão de qualidade estabelecido no PL, afirma Cury. A pressão que recairá sobre os professores, caso a lei seja aprovada, é outro tópico questionado. Em versões anteriores do texto, estava prevista a responsabilização de secretários de Educação, diretores e professores. “Tomamos a decisão de não responsabilizar essas pessoas, nem pela ação civil pública, nem pela inelegibilidade, porque já está difícil demais recrutar talentos para a educação pública. Não poderíamos agravar essa situação, criando a ideia de uma perspectiva punitiva para essas pessoas”, comenta o deputado. “Além disso, elas não são responsáveis nem pela escolha das políticas educacionais nem pela administração dos recursos públicos. Em última análise, quem tem essa responsabilidade são os mandatários”, acrescenta Henry.
Apesar disso, Cara pensa que os docentes, mesmo não possuindo condições de resolver o problema, serão cobrados de qualquer forma pelos resultados, afinal, são eles que estão na linha de frente com os alunos. A LRE pode se tornar mais eficaz, em sua opinião, se a Lei de Responsabilidade Fiscal for flexibilizada para ampliar o limite com gasto de pessoal na área da educação. Isso poderia dar condições de construir políticas de carreira para os professores e, consequentemente, melhorar a qualidade da Educação Básica.
Em função dessas questões, o professor da PUC-MG é favorável à ideia de debater o projeto de lei na próxima edição do Conae, que será realizada em fevereiro, em Brasília. Com o recesso na Câmara dos Deputados entre o final de dezembro e o começo de fevereiro, é possível que nesse período o PL ainda esteja sob apreciação dos membros da Comissão de Educação. Se isso ocorrer, ainda há chance de que pontos importantes defendidos no setor sejam contemplados nas emendas apresentadas pelos deputados.
 
PRINCIPAIS PONTOS DA LEI DE RESPONSABILIDADE EDUCACIONAL
 
PADRÃO DE QUALIDADE
No prazo de cinco anos depois da aprovação da lei, todas as escolas deverão adotar o padrão de qualidade para a Educação Básica, composto por 16 pontos, entre eles o estabelecimento de planos de carreira para os professores, a oferta de programas de formação continuada para mestres e demais servidores da educação e a manutenção dos programas de avaliação de desempenho para educadores como critério para progressão na carreira.
 
FINANCIAMENTO
Se os recursos forem insuficientes para o financiamento dos padrões de qualidade, os estados e municípios poderão solicitar financiamento suplementar à União desde que comprovem a situação relatada. O recurso, se aprovado, será concedido no ano seguinte.

METAS DO PNE
Os chefes do poder executivo serão cobrados e responsabilizados pelo cumprimento das metas definidas no Plano Nacional de Educação. A cobrança será proporcional ao tempo de mandato do prefeito ou governador. “Sem responsabilização, o PNE não passa de uma mera carta de intenções”, diz o deputado.

RETROCESSO PROIBIDO
Estados, municípios e o Distrito Federal ficam impedidos de regredir no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) até que sejam atingidas as metas de qualidade da Educação Básica estabelecidas pelo Plano Nacional de Educação vigente. O retrocesso será verificado por meio da nota no Ideb atingida ao final da gestão do prefeito ou governador. Caso a involução não tenha justificativa (situações excepcionais que possam impactar o resultado), a sanção virá da Lei de Inelegibilidades.

AÇÃO CIVIL PÚBLICA
Caberá ação civil pública de responsabilidade educacional contra os chefes do poder executivo que, comprovadamente, se omitirem na execução de ações previstas legalmente para garantir à população uma Educação Básica de qualidade. O recurso, contudo, não se aplica em caso de retrocesso no Ideb.
 
Fonte: revistaeducacao.uol.com

TRF CONDENA A UNIÃO POR PUBLICAR CARTA DE AMOR EM DIÁRIO OFICIAL NA PARAÍBA

 
O Tribunal Regional Federal da 5ª Região manteve, na quinta-feira (23), a pena de indenização de R$ 20 mil por danos morais que deve ser paga pela União a uma professora de educação física da Paraíba. A determinação foi feita em função da publicação de um ‘carta de amor’ no Diário da Justiça do Trabalho, que, segundo o processo, trazia menções ofensivas à imagem da mulher. O órgão negou uma apelação das duas partes e manteve sentença da Justiça Federal.
O caso aconteceu no dia 16 de fevereiro de 2012, quando um texto endereçado a um homem, relatando um suposto triângulo amoroso entre ele, a funcionária do Tribunal e a professora de educação física, foi publicado no Diário.
Na época da divulgação da ‘carta de amor’, a presidência do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (TRT-PB) atribuiu a publicação à uma servidora do órgão, que logo em seguida pediu exoneração do cargo em comissão que ocupava.
Sentido-se prejudicada com a publicação da carta, a professora, que tem 34 anos de idade, decidiu entrar com uma ação judicial contra a União, na Justiça Federal, requerendo indenização por danos materiais. Segundo os autos, “o fato causou grandes transtornos à professora, inclusive a perda de clientes na academia em que trabalha”. A mulher também afirmou que tomou conhecimento da infidelidade do namorado a partir da publicação da carta.
Condenada na Justiça Federal, a União recorreu ao TRF para que ao menos fosse reduzido o valor da indenização. A professora também entrou com um recurso requerendo a elevação do valor da penalidade aplicada. Ambos os pedidos foram negados pelo tribunal.
“A situação caracterizada nos autos foi suficiente para causar contrariedade, angústia, dor, vexame e desconforto, enfim, abalo significativo no psiquismo da vítima. É tanto mais assim quanto mais se tenha em mente o fato de que, no caso em julgamento, o fato dificultou a vida profissional e social da autora por um determinado período”, afirmou o relator do caso no TRF, desembargador federal convocado Rubens de Mendonça Canuto.
A União ainda pode recorrer ao Superior Tribunal de Justiça para tentar reverter a manutenção da condenação no TRF.


G1.com

O BEIJO



Ao me beijar
esqueceu uma palavra em minha boca


Devo guardá-la
embaixo da língua?
engoli-la como um comprimido
a seco?
mordê-la até sentir
seu gosto de fruta
estrangeira, especiaria, álcool
duvidoso?
devolvê-la
num beijo
a ele?
a outro?


É pequena e dura
mais salgada que doce
e amarga um pouco
no fim


Por Ana Martins Marques

23 de janeiro de 2014

TRE AFASTA GOVERNADORA DO RN E CASSA MANDATO DA PREFEITA E VICE-PREFEITO DE MOSSORÓ

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte afastou a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) em sessão realizada nesta quinta-feira (23) por abuso de poder econômico na campanha eleitoral municipal de 2012. A decisão do pleno ainda tornou a governadora inelegível por 8 anos e cassou os mandatos de Cláudia Regina (DEM) e Wellingtton Filho (PMDB), prefeita e vice-prefeito de Mossoró, respectivamente, e a inelegibilidade de ambos também por 8 anos.
O advogado de defesa da governadora, Thiago Cortez, afirmou que vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral para tentar reverter a decisão.
O processo se refere à perfuração de um poço no assentamento Terra Nova, comunidade rural de Mossoró. Em 1ª instância, o juiz eleitoral José Herval Sampaio decidiu que o abuso de poder se configura “pela ordem de feitura de um poço em comunidade pobre com fins nitidamente eleitoreiro e sem qualquer comprovação formal dos trâmites legais”. O magistrado ondenou a Rosalba e Cláudia Regina à perda dos mandatos e à inelegibilidade por oito anos, mas, após recurso, a decisão de primeira instância perdeu efeito.
O relator do processo, juiz  Eduardo Guimarães, reconheceu que houve abuso e confirmou a inelegibilidade, mas descartou o afastamento da governadora. Segundo ele, a Corte Eleitoral não poderia cassar um mandato obtido em 2010 por um ilícito de 2012.
Por outro lado, o magistrado foi favorável à cassação de Cláudia Regina e do vice, Wellington Filho.
O posicionamento do juiz foi discutido pela Corte, mas a maioria dos membros do TRE foi favorável ao afastamento da governadora. O pleno decidiu pelo afastamento da governadora por três votos a dois.
O TRE vai notificar a governadora sobre a decisão e encaminhar o acórdão à Assembleia Legislativa, que deverá empossar o vice-governador Robinson Faria (PSD) no cargo.
Tanto a governadora Rosalba Ciarlini quanto Cláudia Regina podem recorrer da decisão, mas somente a governadora poderá permanecer no cargo porque a prefeita de Mossoró segue afastada devido a decisões anteriores.
 
Fonte: g1.com
Por: Fernanda Zauli

OLÊ MULHER RENDEIRA... OLÁ MULHER RENDÁ...


Elas nem bem saíram dos vestidos e já foram parar nos pés.
A novidade é para calçar seus pezinhos no seu grande dia. Já pensou?
A renda é um tecido nobre que vai garantir exclusividade aos modelos. Os sapatos estão surgindo com detalhes em rendas, forrados de rendas ou apenas confeccionado com o próprio tecido  tornando-os clássicos e modernos.
Uma ótima opção para quem vai se casar e está em dúvida quanto ao sapato.
São peep toes, Sandálias, plataformas e até botas. Quanto as cores variam do branco tradicional a cores mais ousadas. Escolha o seu e sinta-se poderosa na hora de subir ao altar.
 
Fonte: msn.com

ARTE OU RACISMO???


Dasha Zhukova - modelo e dona de uma galeria de arte, mais conhecida por ser namorada do bilionário russo Roman Abramovich, dono do Chelsea, chocou o mundo com uma foto polêmica. A foto foi feita para um site de moda russo, a modelo aparece sentada numa cadeira feita com uma manequim negra, seminua, amarrada e em uma posição para lá de incômoda.
A imagem causou muitas discussões e acusações de racismo bem como pedidos de desculpa do site: “Vemos essa cadeira estritamente em um contexto artístico. Pedimos desculpas a todos que ficaram ofendidos com a fotografia”. A modelo Dasha Zhukova também defendeu a publicação. Segundo ela, não há qualquer tipo de teor racista na imagem. “Apesar de não concordar com as críticas, gostaria de pedir desculpas a qualquer pessoa que tenha se sentido ofendida pela imagem”.
Esse modelo de cadeira é uma criação do artista norueguês, Bjarne Melgaard, constitui uma variação da obra do artista britânico Allen Jones que em 1969, apresentou a obra com uma mulher branca na mesma posição. Quando Allen Jones criou a sua obra, pretendia questionar relações de poder e de representação. Ou seja, pretendia expor, denunciando, aquilo que agora muitos acusam Dasha Zhukova.
Mas a arte, como uma forma de comunicação, muda a mensagem quando também muda o seu contexto? O que vocês acham? Essa imagem realmente passa uma informação racista ou deve-se ser vista como “estritamente em um contexto artístico”?
Após a imensa repercussão negativa do editorial, que gerou revolta e indignação, o site recortou a imagem de extremo mau gosto, deixando apenas a parte superior, na qual aparece Dasha.
 
Fonte: popnews
Particularmente, não vejo racismo na imagem e sim, uma afronta a dignidade da mulher. O ano, a época, não importa. O que importa é a forma de expressão do artista: desnecessária e destrutiva da imagem feminina. Rosélia Santos

FREIRA DAR À LUZ A UM MENINO E ESTARRECE A ITÁLIA

Uma freira, natural de El Salvador, chocou a Itália após dar à luz em um hospital no país. De acordo com os médicos, a mulher chegou ao local sentindo fortes dores no estômago e, após a examinarem, descobriram que ela havia entrado em trabalho de parto.
A mulher de 31 anos, que deu à luz um menino, nomeado Francisco em homenagem ao atual papa, garante que não tinha ideia de que estava grávida. “Eu não sabia. Só senti uma dor no estômago”, disse à agência de notícias italiana ANSA.
Após o ocorrido, os moradores da pequena cidade de Rieti, de 47 mil habitantes onde vive a freira, que não teve o nome divulgado, se solidarizaram e começaram a coletar doações, como dinheiro e roupas, para a mãe e o bebê. As companheiras freiras se disseram “surpresas” com a notícia.
A freira pertence a um convento próximo a Rieti, responsável pela administração de uma casa de repouso.
O sacerdote Fabrizio Borrello informou que a mãe pretende criar o bebê. “Acho que ela estava falando a verdade quando disse que chegou ao hospital sem saber que estava grávida”, disse ele.


Fonte: Folha de SP

22 de janeiro de 2014

DORIAN GRAY: “CAMINHOS DA MODERNIDADE”


As formas tridimensionais no muro e no portão dão as primeiras pistas; o painel em baixo-relevo na fachada do imóvel não deixa brechas para dúvidas: ali mora um artista. Wanda Dione, com quem Dorian Gray Caldas está casado há 53 anos, atende a porta e revela o artista muito bem sentado à mesa no centro da sala, entre telas e livros. Dorian recebeu a reportagem do VIVER para falar sobre sua nova exposição. Em cartaz a partir de hoje, às 19h, na galeria de arte do IFRN-Cidade Alta, “Caminhos da Modernidade” apresenta a safra atual de um dos artistas visuais mais ativos do Rio Grande do Norte. A visitação pública segue até o próximo dia 14 de fevereiro
Com curadoria da filha Dione Caldas Xavier, também artista plástica e atual diretora do Teatro Alberto Maranhão, e da professora do Instituto Federal Mára Mattos, a mostra traz quase três dezenas de obras inéditas onde Gray refaz seus caminhos entre praias, jangadas, casarões, autos festivos, personagens folclóricos e o cotidiano natalense. Apesar dos temas recorrentes, o artista procura se “reinventar atento para não me repetir” e confessa que a melhor coisas que faz são os quadros de marinas: “Não importa o tamanho da tela, dizem que consigo imprimir toda toda a dimensão de uma marina independente do formato”, orgulha-se.
“Caminhos da Modernidade” reúne dez telas pequenas (20 cm x 20 cm), dez grandes (1 metro x 90 cm) e 5 médias (60 cm x 50 cm) – todas à venda. “Tudo inédito, produzi ao longo de 2013. Pinto todo dia, tem vezes que faço dois quadros por dia”, garante. Entre idas e vindas de pensamentos, onde adianta detalhes de seus próximos projetos (lançamento de livro e exposição na Europa), o artista informa que uma das coisas mais tem preguiça de fazer é assinar o nome nas obras. “Por isso dei uma estilizada com o ‘DGray’ nos quadros e na tapeçaria. Quando é desenho assino como um cheque”.
Prestes a completar 84 anos de idade no próximo dia 16 de fevereiro, Dorian Gray Caldas, com seus cabelos brancos e grossas sobrancelhas pretas, é considerado baluarte da cultura poti, que escreve, poetiza, tece e pinta – muito provavelmente, o mais experiente entre seus contemporâneos.
Testemunha da Natal cosmopolita de outrora, memórias que resistem em meio a veloz transformação urbana que a cidade enfrenta, protagonizou ao lado do parceiro Newton Navarro e de Ivon Rodrigues a primeira exposição modernista em Natal no início dos anos 1950. “No começo eu era um classicista, pintava tal qual a realidade. Meu primeiro contato com o modernismo veio por intermédio de um tio, e quando Navarro me convidou para participar daquela exposição não tinha feito nada modernista ainda. Mesmo assim aceitei e comecei a estudar e produzir. A transição foi fácil, a possibilidade de interpretar me atraiu”, recorda. E lá se vão mais de 60 anos dedicados às artes.
Dorian Gray Caldas está em plena atividade artística e também produz telas para outra exposição prevista para o meio do ano na Noruega. “O cônsul Jen Olesen, que também é curador, esteve aqui em Natal e me encomendou um quadro, um retrato dele, e ficou muito satisfeito com o resultado. Bem ligado em artes visuais, tem muita vivência na Bienal de SP, e conheceu meu trabalho quando esteve aqui pela primeira há uns três anos. Disse que meus quadros lembram Munch (Edvard Munch, 1863-1944, pintor norueguês autor d’O Grito). Comprou e fez o convite”.
Dorian Gray disse que tem trabalhos já separados, e como é uma exposição internacional está levando telas que retratam paisagens de Florença, Veneza e Paris. “Mas tem muito a ser feito ainda”, destaca.
Essa fase produtiva se sobrepõe ao período que enfrentou problemas de saúde em 2012. “Estive três vezes na UTI, uma atrás da outra, devido o Diabetes. Por conta da doença tive um enfarte, edema pulmonar e pneumonia. ‘Quase viajo’, como sequelas estou andando com dificuldades, sem segurança na perna esquerda”, lamenta. “Não quero isso para ninguém. Agora a saúde está ótima, perdi dez quilos”. Como resultado, Dorian carrega pra cima e para baixo uma bengala, que auxilia no deslocamento.
Também poeta e crítico de arte, Dorian Gray Caldas trabalha na edição de “Do outro lado das sombras”, livro que reúne poemas escritos entre 1964 e 2005. “São dois volumes que devem ter juntos, mais de mil páginas e mais de mil poemas”. Ele está na fase final de revisão e, na mesma mesa onde conversou com o VIVER, ao alcance das mãos, repousam rascunhos originais e algumas versões pré-impressas do que será o livro - ainda sem data prevista para lançamento, o título será publicado a partir da parceria entre o IFRN e a UFRN.
Ele aproveita o ensejo e junta fotografias pessoais, devidamente comentadas, para contextualizar o registro dos escritos e as épocas que o livro atravessa: tem foto de Dorian lançando livro no Rio de Janeiro em 1961 ao lado da esposa Wanda, de Miriam Coeli e Luiz Carlos Guimarães. “Éramos oito naquela ocasião; em outra imagem aparece lendo textos para um jovem Sanderson Negreiros. “Sanderson devia ter uns 16 ou 17 anos nessa foto”, lembra.
 
Abertura da exposição “Caminhos da Modernidade”, de Dorian Gray Caldas. Hoje, na galeria de arte do IFRN-Cidade Alta (Av. Rio Branco, 743), às 19h. Em cartaz para visitação pública até o próximo dia 14 de fevereiro

 

Fonte: tribunadonorte.com.br
Por: Yuno Silva
Colaboração: Cinthia Lopes, editora


21 de janeiro de 2014

DICAS QUE AJUDAM A PROTEGER A REGIÃO ÍNTIMA DA MULHER


A estação mais quente do ano exige tomar certos cuidados para que a transpiração causada pelas altas temperaturas e o contato com a água do mar ou o cloro da piscina não provoquem a proliferação de bactérias e fungos na região genital.
De acordo com a ginecologista Célia Regina da Silva, professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), toda mulher já viveu pelo menos um caso de desconforto ou doença na região íntima. E esses riscos podem aumentar nos dias mais quentes.
A baixa do sistema imunológico, causada por gripe, má alimentação ou pouco sono, por exemplo, é capaz de afetar a flora vaginal. Por isso, a adoção de sabonetes íntimos é importante. Existem opções no mercado que até respeitam as fases do ciclo da mulher
Segundo o Guia Prático de Condutas para Higiene Genital Feminina da Febrasgo (Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia), no clima quente a frequência da higienização diária deve ser de uma a três vezes ao dia.
A orientação é evitar o uso de duchas vaginais (internas), mesmo após as relações sexuais. As duchas prejudicam a proteção natural da flora vaginal.
Não ficar muito tempo com o maiô ou biquíni molhado, assim como não sentar diretamente na areia ou à beira da piscina sem proteção são atitudes que também previnem doenças na flora vaginal.
O sabonete íntimo é uma poderosa arma para manter o equilíbrio na mucosa genital, prejudicada também pelo tecido do biquíni, que além de esquentar a região, retém a umidade, o que propicia o surgimento de infecções.
Após a evacuação, o uso do papel higiênico de frente para trás e lavar a região com sabonete. Isto evita que os micro-organismos que provocam inflamações entrem no canal vaginal.
Calcinhas de material sintético, mesmo com fundo de algodão, e calças justas devem ser evitadas. Elas esquentam a região e propiciam a proliferação de fungos e bactérias. Além de dar preferência ao algodão, evite absorventes de uso diário, que também colaboram para o aquecimento.
Dormir sem calcinha de vez em quando é outra maneira de afastar o risco de infecções.
 
Fonte: r7.com

10 de janeiro de 2014

TINTAS PARA TATUAGEM DA MARCA 'SUPREME' É SUSPENSA PELA ANVISA

Portaria da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada nesta sexta-feira (10) no Diário Oficial da União determina a suspensão da fabricação, comercialização, distribuição e uso de todas as tintas para tatuagem da marca Supreme.
O órgão ligado ao Ministério da Saúde exige ainda a apreensão e inutilização dos produtos, feitos pela empresa Tseva Indústria e Comércio de Tintas Artísticas, da cidade de São Paulo.
De acordo com a Anvisa, a medida foi tomada após constatação de que as tintas eram fabricadas e vendidas sem registro, o que torna o produto irregular. Ninguém da empresa Tseva Indústria foi encontrado pelo G1 para comentar a decisão.

Denúncia do Ministério Público
Em setembro de 2013, o Ministério Público de São Paulo apresentou denúncia à Justiça contra os proprietários da empresa Tseva, alegando que a tinta para tatuagens da marca Supreme era considerada “altamente tóxica por conter metais pesados em sua composição”.
De acordo com laudo do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), havia na tinta a presença de metais altamente tóxicos, como titânio, chumbo, cádmio, mercúrio e nióbio, entre outros. Esses elementos, uma vez aplicados na pele, podem entrar na corrente sanguínea e ser absorvidos ao longo do tempo, causando acúmulo no cérebro.
Segundo o MP, a pessoa contaminada tem risco de desenvolver problemas de saúde como demência, psicoses, doenças degenerativas, problemas de memória, coordenação, raciocínio, fala e até cegueira. No caso de grávidas, os metais pesados podem ser transmitidos para o feto.
Ainda de acordo com o Ministério Público, os sócios da empresa foram denunciados com base no artigo 273 do Código Pena, que trata de falsificação ou adulteração do produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais e também da venda de produto sem registro. A pena prevista para esse tipo de crime é de 10 a 15 anos de reclusão, e multa.
 
Fonte:g1

9 de janeiro de 2014

A ONDA DE FRIO NOS EUA CONGELOU ATÉ “INFERNO”

Hell é uma bucólica cidade no Estado americano de Michigan, cujo nome significa “inferno”.
A ironia é que a cidade está congelada pela neve, em meio à onda de frio polar que derrubou as temperaturas em diversas partes dos EUA e do Canadá.
Poucas pessoas têm tido a coragem de sair às ruas, forçando a sorveteria local a fechar suas portas temporariamente.
O frio extremo está sendo causado pelo vórtice polar, fenômeno climático que trouxe fortes ventos e muita neve. Quando a BBC visitou a cidade, a temperatura era de -23ºC.
O prefeito da cidade até brincou com a situação: em entrevista à BBC, ele contou que, distraído, encostou a chave do carro na boca. A chave ficou grudada aos seus lábios por causa do frio e só saiu com água quente.
Por que a cidade tem esse nome? A emissora americana NPR explica que há mais de uma teoria. A mais conhecida diz respeito a um dos primeiros colonos do local que, nos anos 1840, foi questionado a respeito de que nome queria dar à região. “Chame de inferno, não me importa”, teria respondido.
Outra teoria sugere que o nome deriva do riacho Hell, que corre ali perto.
 
Fonte: g1. com

8 de janeiro de 2014

A ‘CESTA BÁSICA’ DA GOVERNADORA DO MARANHÃO


 
De uma coisa o povo maranhense pode ter certeza! A Governadora do Estado Roseana Sarney (PMDB) está bastante preocupada com os problemas sociais que afetam seu amado estado.
Ou seja, o caos na Segurança Pública, e outros probleminhas de cunho social que afeta o povo do Maranhão... Ah!... Não vamos falar do povo. Vamos falar da preocupação da Governadora.
Nesta semana as empresas que abastecerão as geladeiras de Roseana Sarney (PMDB) em 2014.
 
Veja a lista da governadora... Coisa pouca... Afinal, o POVO... Ah!... O POVO? Está tudo bem!!
Oitenta (80) kg de lagosta fresca
Uma tonelada e meia de camarão
Oito (08) sabores de sorvete
50 caixas de bombom
30 pacotes de biscoito champanhe
Setecentos e cinquenta (750) kg de patinha de caranguejo que vai custar R$ 39 mil.
Duas toneladas de peixe
Cinco toneladas de carne bovina e suína
2.500 garrafas de 1 litro de “refrigerante rosado” com “água gaseificada, açúcar e extrato de guaraná”. Descrição sob medida para a compra do guaraná Jesus, bebida famosa do Maranhão.
E por último, ração para peixes que custarão R$ 108 mil.

As iguarias deverão ser entregues na residência oficial e na casa de praia usada pela peemedebista. O Estado prevê gastar R$ 1 milhão para alimentar a família Sarney e seus convidados até o fim do ano.
Com tantas encomendas, o governo fará duas licitações para escolher os fornecedores. O primeiro pregão, de R$ 617 mil, está marcado para amanhã às 14h30. O segundo foi agendado para esta sexta-feira.
Em pronunciamento feito nestes últimos dias sobre a crise na Segurança Pública no Estado do maranhão, a Senhora Governadora afirmou: “Não fugirei a minha responsabilidade. Peço ao povo maranhense que não dê ouvidos a rede de boatos que tenta tumultuar o dia a dia do cidadão”. FALOU BONITO!
 
E VIVA O BRASIL... VIVA O MARANHÃO... VIVA O POVO BRASILEIRO!
 
Fonte: folha.uol

A partir de segunda feira começarei a fazer Resenhas dos produtos que serão postos a venda para vocês!! Aguardem.