28 de maio de 2014

MULHERES AMANTES DE PADRES PEDEM O FIM DO CELIBATO AO PAPA FRANCISCO


“Querido papa Francisco, somos um grupo de mulheres de muitas partes da Itália (mas não só dela) que lhe escrevem para romper o muro de silêncio e indiferença em que nos encontramos. Cada uma de nós vive, já viveu e quer viver uma relação de amor com um sacerdote, pelo qual está apaixonada”.  É assim que começa uma carta pública escrita por um grupo de 26 amantes de padres ao papa Francisco. Elas pedem ao pontífice que ponha um fim ao celibato sacerdotal obrigatório para que os padres católicos possam se relacionar com mulheres e casar com elas.
Na carta, as amantes falam sobre suas aventuras amorosas com sacerdotes da Igreja Católica e relatam o sofrimento de viver o amor proibido. Elas pedem uma reunião com papa Francisco para discutir a proposta do fim ao celibato sacerdotal. A carta foi publicada pelo site Vatican Insider, do jornal italiano La Stampa. 
“Sabe-se muito pouco do sofrimento devastador a que uma mulher que se apaixona fortemente por um padre está submetida. Queremos, com humildade, por a seus pés nosso sofrimento para que algo possa ser mudado (...) para o bem de toda a Igreja”, diz outro trecho da carta. “Amamos esses homens [sacerdotes], eles nos amam e, na maioria dos casos, com toda vontade possível”, afirmam elas. O grupo argumenta que diante do celibato sacerdotal, restam aos padres duas opções: abandonar o sacerdócio ou viver um amor secreto. “É uma escolha dolorosa”.
Para essas mulheres, se o celibato sacerdotal fosse opcional, os padres passariam a servir à Igreja Católica com uma paixão ainda maior e deixariam a vida de clandestinidade, “com a frustração de um amor incompleto”.
No início do cristianismo, o celibato clerical não era obrigatório. Foi institucionalizado durante a Idade Média, justificado principalmente por uma questão econômica - não interessava à Igreja ver suas riquezas repartidas como herança aos filhos dos padres; e também social, a fim de que os sacerdotes se dedicassem total e exclusivamente à Igreja. 
Em suas poucas manifestações públicas sobre a polêmica, papa Francisco costuma mostrar-se favorável à manutenção do celibato. “Apesar dos prós e contras, os frutos [da manutenção do celibato] são mais positivos que negativos”, disse no livro Sobre o céu e a terra, escrito por ele e pelo rabino Abraham Skorka.
Entretanto, no voo de volta para casa, após viagem de três dias à Terra Santa, papa Francisco surpreendeu jornalistas a bordo do avião ao falar sobre o polêmico Celibato obrigatório para padres católicos. “Por não ser um dogma da fé, a porta sempre está aberta” para discutir a questão, disse ele. 
“A Igreja católica tem padres casados. Católicos gregos, católicos coptas, existem no rito oriental. Não é um debate sobre um dogma, mas sobre uma regra de vida, que eu aprecio muito e que é um presente para a Igreja”, afirmou Francisco. Ele disse que apesar de estar aberto a discutir o assunto, o tema não é prioridade de seu papado. “Neste momento há outros temas sobre a mesa”.
 
Fonte: Revista Época

17 de maio de 2014

EM VISITA À PARAÍBA A PRESIDENTE DILMA ROUSSEFF IGNORA PROTESTOS POPULARES


 
Protestos populares marcaram a passagem da presidente Dilma Rousseff em João Pessoa (PB) na manhã desta sexta-feira, 16. Cerca de 200 pessoas, integrantes de grupos de indígenas, de servidores estaduais e federais e de mutuários do Sistema Financeiro da Habitação (SFH) levaram faixas e cartazes para a porta do Forrock, casa de shows da capital paraibana que recebeu a formatura de 1,7 mil estudantes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), desta sexta-feira.
Impedidos de entrar no evento, os manifestantes chegaram a bloquear, por alguns minutos, a Avenida Tancredo Neves, que dá acesso ao local, mas a via foi reaberta por policiais militares. Na chegada da presidente e de sua comitiva, foram ouvidas vaias. O maior grupo de manifestantes, o dos mutuários, reclama da MP 633, que trata dos acordos entre seguradoras e mutuários do SFH por consertos em imóveis com problemas de construção.
“Entregam um apartamento cheio de rachaduras e goteiras e não querem consertar, o problema fica sempre com quem pode menos”, reclama a aposentada Ivanilce Maria Rocha, de 63 anos, uma das afetadas pela resolução do governo. A medida provisória foi criada pelo governo para tentar conter a onda de ações judiciais sobre o tema, que já alcançaria o número de 350 mil no País.
Outro grupo de manifestantes era formado por professores das Universidades Federais da Paraíba (UFPB) e de Campina Grande (UFCG), que aprovaram indicativo de greve esta semana, sem data para começar. Eles levaram faixas pedindo negociação com o governo federal.
Em seu discurso, de quase meia hora, Dilma não tocou nos temas dos protestos. Deu os parabéns aos formandos, prometeu manter e ampliar o Pronatec e enalteceu alguns programas sociais de seu governo, como o Minha Casa, Minha Vida e o Mais Médicos. Sobre o ensino técnico, a presidente disse que ele vai ser o “símbolo” do crescimento do Brasil.
“O símbolo do Brasil desenvolvido não vai ser o telefone celular, o iPad, o cartão de crédito ou a carteira de trabalho”, disse. “O símbolo do Brasil desenvolvido vão ser os diplomas técnicos de qualificação profissional.” Logo após o encerramento da cerimônia, Dilma seguiu para o aeroporto, de onde partiu para Teresina (PI), onde participa de mais uma formatura de alunos do Pronatec.
 
Por: Tiago Décimo - Agência Estado

OPINIÃO DA BLOGUEIRA
Frase da Presidente: “O símbolo do Brasil desenvolvido vão ser os diplomas técnicos de qualificação profissional.”

Linda frase da Presidente. Contudo, os “Diplomas técnicos de qualificação profissional” não são suficientes para esses estudantes. Eles precisam de TRABALHO para poder aproveitar o Diploma que tem nas mãos. Chegar em cima de um palanque e dizer que está qualificando é fácil... muito fácil. Vamos ver se estes jovens terão oportunidade de trabalho e melhorem de FATO sua qualidade de vida e de suas famílias.
Vale salientar que: Os jovens que participam deste programa são jovens de famílias humildes e precisam desenvolver esta tão falada “QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL” e isso só será possível se inseridos no MERCADO DE TRABALHO.
Quanto aos protestos populares a Presidente Dilma preferiu ignorar e fazer de conta de que nada estava acontecendo. Ou seja, adotou a síndrome dos TRÊS MACACOS SÁBIOS: MIZARU (cobre os olhos), KIKAZARU (tapa os ouvidos) e IWAZARU (tapa a boca). Enfim, como não ouço o mal, não falo o mal e não vejo o mal. FATO!!
 
Rosélia Santos

NA PARAÍBA HOMOFOBIA FAZ 81 TRANSEXUAIS PEDIREM MUDANÇA NO PRENOME



Carolina Foto de Wagner lima
Por conta da homofobia, 81 pessoas deram entrada em ações na Justiça da Paraíba em 2013 para modificar o nome de nascimento para o correspondente à identidade de gênero, de acordo com o assessor jurídico do Centro de Referência dos Direitos LGBT, Ricardo Mororó. Até 2012, a Paraíba era considerado o quarto estado no ranking de estados com casos de homofobia, segundo o Grupo Gay da Bahia. Neste sábado, dia 17 de maio, se celebra o Dia Internacional de Combate à Homofobia.
Exausta por receber xingamentos e insultos, a estilista e militante social, Carolina Almeida, é uma dessas pessoas que decidiram se valer de um direito previsto na legislação brasileira: trocar o prenome por conta dos inúmeros constrangimentos enfrentados ao utilizar os serviços públicos e em estabelecimentos comerciais.
Em 2013, a Delegacia Especializada em Repressão aos Crimes Homofóbicos de João Pessoa abriu 16 inquéritos. Apenas em 2013, no Centro de Referência dos Direitos de LGBT e combate à homofobia da Paraíba, foram realizados 40 atendimentos em decorrência de homofobia. Vinte casos foram de atos homofóbicos, 14 contra lésbicas e seis deles de transfobia, comportamentos discriminatórios contra transexuais.
Esse quadro de violência é apontado como a principal razão para o desejo de mudar de nome. Das 81 solicitações de mudança do prenome registradas na Paraíba, 70 foram de mulheres trans e 11 de homens trans. O Espaço LGBT conseguiu ajuizar 40 ações, sendo 36 ações de mulheres transexuais e outras quatro de homens transexuais. Desse total, 15 foram encerradas com a troca do prenome de travestis e transexuais.
Carolina Almeida explicou que a homofobia faz parte de seu cotidiano desde a infância. A  primeira e mais marcante ação de homofobia que sofreu foi na ambiente familiar. “Ouvi muito ‘você não é menina’ e aos 7 anos meu pai raspou as minhas unhas com lâmina. Meu mundo sempre foi feminino e cheguei a perguntar muito à minha mãe porque não tinha nascido menina”, diz.
Mais recentemente, de posse do Cartão do SUS, Carolina Almeida precisou utilizar a rede de atenção pública e sentiu mais uma vez ‘na pele’ o constrangimento. “Chegando lá, o profissional disse que iria me tratar pelo nome que estivesse no documento e passou a me insultar. Por conta disso vou acionar o Conselho Regional de Medicina”,  contou.
Carolina morou em São Paulo, Rio de Janeiro e Espanha e avalia que a Paraíba é um dos lugares mais homofóbicos por onde passou, especialmente considerando o comportamento das pessoas que têm baixa formação. Autodidata sobre os assuntos relacionados à sexualidade, Carolina Almeida fez da leitura por curiosidade uma importante ferramenta para combater a discriminação ao reivindicar seus direitos.
“Existe um preconceito muito grande no mercado de trabalho. Trabalhei anos em São Paulo, mas para trabalhar mantinha um visual mais andrógeno. Mas em São Paulo me tratavam como ‘ela’. Aqui [na Paraíba] eu fico explicando por que devem me chamar pelo gênero feminino”, disse.
 
Do G1 PB
Wagner Lima

16 de maio de 2014

MENINAS PRATICAM AUTOMUTILAÇÃO EM ESCOLA NO AC


Mães de estudantes da escola Alcimar Nunes Leitão, localizada no bairro Universitário em Rio Branco, denunciam que alunas entre 11 e 12 anos estariam praticando automutilação, dentro da unidade. Ao G1, duas mães, que preferem não se identificar, afirmam que ao menos 10 crianças estariam se cortando, no que elas chamam de ‘pacto de sangue’. Procurada pela reportagem, a direção do colégio nega que a prática esteja ocorrendo nas dependências da escola e afirma que os casos são isolados.
Uma das mães conta que descobriu que as duas filhas estavam se ferindo após receber uma ligação do colégio. “A escola me ligou, quando cheguei na coordenação do colégio, havia uma relação com o nome de pelo menos 10 crianças. Em cima dessa lista tinha uma lâmina de barbear e a lâmina de um apontador, ainda com sangue. A coordenadoria ligou para os pais de todas as meninas”, relata.
Segundo ela, os adolescentes do colégio estariam se cortando e estimulando uns aos outros a fazerem o mesmo. “Uma das mães me disse que as meninas continuam fazendo isso. Que agora elas fazem um círculo, uma se corta e se a outra não tiver coragem, outra pessoa corta ela. Já me falaram que elas chupam o sangue uma da outra. A minha filha não fala sobre o assunto, quem me contou sobre o pacto foi o meu sobrinho”, afirma.
Segundo a estudante, de 11 anos, que se cortou duas vezes, a prática era feita até mesmo dentro da sala de aula. Quanto ao motivo, ela diz que não sabe, que simplesmente as colegas faziam e a convidaram. A prática ainda é feita em outras turmas.
“Aconteceu dentro da escola. As meninas estavam se cortando, mas não sei o motivo, e me chamaram para participar. Elas estavam se cortando com lâminas do apontador e ficavam se cortando dentro da sala ou pegavam de casa e traziam para cá. Eu fiz duas vezes, mas já parei. Na minha sala, ninguém mais está fazendo, mas eu sei de meninas do 6º ano C que ainda estão fazendo”, fala.
Outra mãe, que também preferiu não se identificar, diz que a filha de 11 anos se cortou uma única vez com a tampa da caneta. O caso ocorreu há quase um mês e ela garante que o caso já se resolveu. A filha também cursa o 6º ano.
“Ela falou que tinha feito raspando com a tampa de caneta. O que a minha filha me falou é que uns meninos maiores tinham feito um desafio dizendo que elas não tinham coragem de fazer aquilo. Então, elas fizeram para mostrar que tinham coragem”, conta.
De acordo com a direção do colégio, o número de crianças que estariam se automutilando é menor do que o apontado pelas mães. “Entre 450 adolescentes que temos pela manhã, temos conhecimento que quatro que fazem isso”, afirma a diretora Vaneide Braga Marim.
Ela desconhece o ‘pacto de sangue’ e afirma que as jovens estão se automutilando em casa. A pedido dos pais, a escola pretende fechar parceria com uma universidade para que possa oferecer palestras com psicólogos para as mães e as adolescentes. “As mães trouxeram a sugestão de um psicólogo, para ver como poderiam ajudar. Estamos com o documento pronto, apenas aguardando que a faculdade nos diga como se dará a parceria. A nossa sugestão é que eles façam palestras com a presença das mães, sobre como lidar com problemas de adolescentes, a questão do corte e do bullying”, diz.
A mãe reclama, no entanto, que a escola estaria demorando muito para contatar o psicólogo.  “Ontem fez 15 dias que procuramos a escola. Desde então esse documento não passou de um simples rascunho. Isso aí tem que ser investigado, eu tenho uma relação de 13 crianças que estão fazendo isso e ela fica falando que são casos isolados”, afirma.  Ela nega também que as filhas estejam se cortando em casa. “Na minha casa elas não fazem”, assegura. 
A mãe conta que a filha mais velha começou a se automutilar na esperança de ficar popular entre os colegas. Já a mais nova estaria fazendo isso porque se sentia sozinha. “Estava chateada que as amigas não queriam saber dela”, diz.
Outra mãe, que também pede para não ser identificada, afirma que decidiu retirar a filha do colégio com medo que ela começasse a se cortar. “Minha filha não se envolveu nisso porque eu resolvi retirá-la da escola, mas as meninas da sala dela estavam se cortando”, disse.
Ela conta que descobriu sobre as mutilações após ver uma foto no perfil de um aplicativo da filha. “Ela colocou uma foto do braço de uma menina no perfil do Whatsapp. Eu conversei com ela e ela me contou o que estava acontecendo. Ela disse que tinha vontade de fazer, mas não dizia o motivo. Isso me preocupou muito, então resolvi tirá-la do colégio”, fala.
A escola afirma não ter conhecimento das jovens continuarem se cortando, mas ressalta que os pais devem prestar atenção nos filhos para que os casos não voltem a ocorrer. “Nós pedimos para as mães tenham um pouco de cuidado em casa, observem se os filhos estão praticando isso em casa. Tem que ficar mais vigilante”, afirma Vaneide.
 
G1.com
Por: Veriana Ribeiro e Caio Fulgêncio do AC

10 de maio de 2014

ENEM 2014: INSCRIÇÕES COMEÇAM NESTA SEGUNDA-FEIRA



O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), ligado ao Ministério da Educação (MEC), publicou na edição desta sexta-feira (9) do “Diário Oficial da União” o edital com as regras do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014. O exame será realizado nos dias 8 e 9 de novembro.
Segundo o Inep, a expectativa é que até 8,2 milhões de estudantes se candidatem a fazer o Enem. As inscrições começam na próxima segunda-feira (12), a partir das 10h, e vão até as 23h59 do dia 23 de maio.
Assim como nos anos anteriores, o Enem ocorrerá em dois dias seguidos. No sábado, dia 8, os participantes farão as provas de ciências humanas e ciências da natureza, entre as 13h e as 17h30 (horário de Brasília). No domingo, dia 9, serão aplicadas as provas de linguagens e códigos, matemática e redação. Nesse dia, o tempo de prova será mais longo, entre as 13h e as 18h30 (horário de Brasília).
Como informou o MEC na quinta-feira (8), serão impressas 18,3 milhões de provas (incluindo normal, ampliada, ledor e braile - estas três últimas, para quem tem diferentes graus de deficiência visual), em 1.699 municípios. Este ano, 785 mil funcionários vão ajudar na realização do exame, entre coordenadores de locais de aplicação, assistentes de coordenação, chefes de sala, fiscais e apoio. Em todo o Brasil, haverá 16,6 mil locais de prova.

VEJA O CRONOGRAMA DO ENEM 2014
 
 
INSCRIÇÕES:
12 de maio (às 10h):
início das inscrições
23 de maio (às 23h59): fim das inscrições
28 de maio: último dia para pagar a taxa de R$ 35
 
PROVAS
8 de novembro (das 13h às 17h30, horário de Brasília): provas de ciências humanas e ciências da natureza.
9 de novembro (das 13h às 18h30, horário de Brasília): provas de linguagens e códigos, matemática e redação.

 
A inscrição no Enem 2014 deverá ser confirmada por meio do pagamento do boleto até o dia 28 de maio. A taxa de inscrição é de R$ 35. A isenção da taxa vale para todos os estudantes de escola pública e alunos que comprovarem ter renda familiar mensal inferior a R$ 1.086.
Segundo o MEC, este ano o edital foi traduzido para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), e o site do Enem terá uma versão do edital incorporada a um sistema de computação acessível a cegos, chamado Dosvox.
Na quinta-feira, o MEC anunciou em coletiva de imprensa que este ano os procedimentos de segurança contra fraude na aplicação da prova serão aperfeiçoados. Os fiscais poderão, inclusive, usar detectores de metais portáteis para comprovar que candidatos não estão usando equipamentos eletrônicos durante a realização do exame.
O detector poderá ser usado em qualquer estudante inscrito, a não ser que a pessoa apresente uma justificativa para que não possa passar por esse tipo de monitoramento. O aparelho também poderá comprovar o uso indevido de celulares para postar fotos do Enem nas redes sociais - infração que acabou eliminando dezenas de jovens nas últimas duas edições.
 
SABATISTAS
Este ano, os alunos sabatistas (que guardam o sábado por motivos religiosos) poderão fazer a prova de 8 de novembro às 19h (horário de Brasília) desse dia, exceto nos estados do Acre, Amazonas, de Roraima e Rondônia. Nesses quatro estados, os candidatos sabatistas poderão realizar o primeiro dia de provas às 19h de sua hora local, em função do horário de verão.

 
CORREÇÃO DA REDAÇÃO
Segundo o ministro da Educação, Henrique Paim, os atuais filtros de correção da redação do Enem serão mantidos e ampliados. De acordo com ele, o MEC tem investido no aprimoramento dos itens de correção e na capacitação dos corretores. O presidente do Inep, Francisco Soares, também disse a jornalistas na quinta-feira que cada prova será avaliada por dois corretores.
“Se as notas dadas por cada corretor tiverem diferença de 100 pontos, um terceiro corretor irá avaliar a redação. Cada um avalia cinco quesitos. No caso de diferença de 80 pontos em cada quesito, também será chamado um terceiro avaliador”, explicou Soares.
“Estamos com um grande processo de monitoramento e capacitação constante. Quando a redação é enviada ao corretor, assim como todo o sistema de acompanhamento, a redação é acompanhada de várias maneiras. A cada ano, acrescentamos detalhes, dada a experiência. Existirão novos filtros e sinalizações, e isso é um processo contínuo”, afirmou o presidente do Inep.
 

A NOVIDADE DESTE ANO: Combatendo a abstenção

Segundo informou o MEC na quinta, os candidatos que não compareceram às provas do ano passado e se inscreverem novamente em 2014 receberão uma mensagem do governo alertando sobre o problema de faltar ao Enem mais uma vez.
De acordo com os dados levantados pelo governo, a maioria dos ausentes no exame são pessoas que não precisam pagar a taxa de inscrição - como treineiros, que ainda não terminaram o ensino médio, e adultos que já acabaram o ensino médio e trabalham.
Em 2013, o governo estima que cerca de 30% dos candidatos inscritos no Enem não chegaram a fazer os dois dias de prova. O prejuízo com os ausentes, no ano passado, foi de R$ 58 milhões, segundo o MEC.
A prova também é obrigatória para alunos de escolas públicas interessados em bolsas de estudo parciais ou integrais em universidades particulares por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni), do governo federal; ou em bolsas de intercâmbio de graduação pelo programa Ciência sem Fronteiras. O Enem é exigido, ainda, para universitários que queiram financiar um curso superior privado por meio do Financiamento Estudantil (Fies).
Além de ajudar estudantes prestes a ingressar na graduação ou que já estão no ensino superior e querem pedir bolsa ou participar de programas do governo, o Enem serve para que adultos que não completaram o ensino básico na idade certa possam conseguir o certificado de conclusão do ensino médio.
 
G1.com

9 de maio de 2014

PROGRAMAÇÃO OFICIAL DO SÃO JOÃO DE PATOS 2014


Acaba de ser lançada nesta manhã de sexta feira 09/05 no Centro de Cultura Amaury de Carvalho a programação oficial do Grande São João 2014 da Cidade de Patos – PB.
O anuncio foi feito pela Sra Prefeita Francisca Motta. O são João da espinharas acontecerá do dia 18 à 23 de junho e vem com novidades e grandes atrações.
Teremos o cantor Daniel, Cesar Mennotti & Fabiano, Gabriel Diniz, Bel ex chiclete, Ásia de águia, Garota Safada Pinto do Acordeom e outros.

 
CONFIRA E PROGRAME-SE!!
 
DIA 18 – (QUARTA-FEIRA)
ROBERTO VANEIRÃO
MARKITO DO FORRÓ
TEINHA DO FORRÓ
PINTO DO ACORDEOM
GAROTA SAFADA

 
DIA 19 (QUINTA-FEIRA)
FORRO DO DONO
ESPORA DE OURO
BALANÇO DE MULHER
LUAN ESTILIZADO
CEZAR MENOTTI E FABIANO


DIA 20 (SEXTA-FEIRA)
DEJOBSON E FORRODO DAM
G MARIA
FORRO DA CANXA
ELIANE
BELL MARQUES 
 

DIA 21 (SÁBADO)
PEGADA DE BARAO
TIETE TIMBALEIRO
ISABELA FERNANDES E FORRÓ DA MACAMBIRA
BONDE DO BRASIL
GABRIEL DINIZ 

 
DIA 22 (DOMINGO)
CELA DOURADA
FORRÓ DO VALE
ZÉ NILTON DO ACORDEON
SIRANO E SIRINO
DURVAL LELLIS E ASA DE ÁGUIA 

 
DIA 23 (SEGUNDA-FEIRA)
FORROZÃO DCIBEZ
MATÉIA DO FFORÓ
OS FRAJOLAS
PEDRO CARPELE
FORRÓ PEGADO
DANIEL


VEM PRA PATOS O SÃO JOÃO DE PATOS É BOM DE ++++++++++++!!

8 de maio de 2014

MORRE O CANTOR JAIR RODRIGUES

 
Morreu o cantor Jair Rodrigues, aos 75 anos. De acordo com a JRC Produções, o músico estava em casa, em Cotia (SP), e a família aguarda a chegada da perícia. Não foi divulgada a causa da morte.
Jair Rodrigues de Oliveira nasceu em Igarapava (SP), no dia 6 de fevereiro de 1939, informa seu site oficial. Pai dos também cantores Jair de Oliveira e Luciana Mello, ele começou sua carreira nos anos 1960, em programas de calouros.
Em 1962, gravou aquele que é considerado seu registro de estreia, um disco de 78 rotações. Segundo o perfil, duas das músicas, “Brasil sensacional” e “Marechal da vitória”, tinham como tema a Copa do Mundo daquele ano, no Chile, que foi vencida pela seleção brasileira.
Em 1964, gravou seus Jair Rodrigues gravou seus primeiros LPs, “Vou de samba com você” e “O samba como ele é”. Seu maior sucesso no período foi a música “Deixa isso pra lá”, tida como precursora do rap no Brasil. Marcada pelo movimento característico das mãos de Jair Rodrigues, a faixa foi regravada em 1999 em parceria com o grupo Camorra, diz o perfil.
Jair Rodrigues também ficou conhecido pelo trabalho ao lado de Elis Regina. Os dois iniciaram a colaboração em 1965 e lançaram o disco ao vivo “Dois na bossa”. A boa repercussão do LP rendeu o convite para apresentar o programa O fino da bossa, que estreou em maio  de 1965 na TV Record. 
G1.com

3 de maio de 2014

LIPOASPIRAÇÃO SEM CIRURGIA?? SERÁ QUE FUNCIONA!!

 

Imagine algo que oferecesse o mesmo resultado de uma lipoaspiração, mas que não envolvesse os riscos de uma cirurgia. Esta é a promessa da I-Lipo, nova técnica à base de laser disponível no Brasil.
De acordo com a clínica paulista Deep Laser, o tratamento pode eliminar de 1 a 3 centímetros de gordura do paciente já na primeira sessão. Realizadas uma vez por semana, elas duram cerca de 30 minutos.
O tratamento básico é composto de 10 sessões e pode reduzir em até 10 centímetros a quantidade de gordura do paciente em qualquer parte do corpo. 
“É um procedimento indolor, que fura e assim esvazia a célula gordurosa”, afirmou Sueli Domingues, representante da Deep Laser, em entrevista à EXAME.com.
Na prática, a I-Lipo funciona assim: submetidas à ação de um laser de baixa potência, as membranas das células de gordura se rompem. Uma vez fora delas, a gordura é eliminada pelo organismo.
Segundo Sueli, as mulheres ainda são maioria entre aqueles que fazem o tratamento - embora homens já representem 40% do público.
Para ela, a grande vantagem da I-Lipo em relação à lipoaspiração é o fato de ser uma técnica menos invasiva. “A pessoa não precisa tomar anestesia e volta à vida normal logo depois”, afirma.
A representante da Deep Laser lembra que a I-Lipo é um tratamento estético. Sendo assim, não combate problemas de saúde como a obesidade.
De acordo com Sueli, a técnica não gera efeitos colaterais. Porém, não é aconselhada para grávidas e pessoas que sofrem de epilepsia, câncer ou estejam fazendo quimioterapia por conta de acelerar o metabolismo.
Na Deep Laser, uma sessão de I-Lipo pode sair por até 380 reais. Um tratamento completo pode ter, no máximo, 20 sessões - o que custaria 7.600 reais.
 
Fonte: Revista Exame

A partir de segunda feira começarei a fazer Resenhas dos produtos que serão postos a venda para vocês!! Aguardem.