29 de setembro de 2011

PISTA DE DANÇA QUE GERA ENERGIA LIMPA.


Na última sexta, quem estava no estande da Philips no Rock in Rio teve a oportunidade de experimentar a primeira pista de dança sustentável do mundo. Essa novidade foi criada em 2008 pela empresa holandesa SDC. Quem experimentou achou o máximo.
Já imaginaram uma pista de dança que gera energia com os movimentos das pessoas? Bárbaro!
Em baixo de cada “bloco” da pista, tem um material que se comprime e funciona como um gerador, transformando os movimentos em energia que pode ser armazenada ou usada no som e na iluminação das danceterias.
A pista acende um mundo de luzes que de acordo com os movimentos e o ritmo mudam de cor, e, há um contador que mostra o resultado da ‘perfomance’.
Assim, quanto maior a animação, mais beleza e mais energia é gerada.
É, ou não é, uma ideia genial?

28 de setembro de 2011

O PENTEADO MAIS PRÁTICO E CHARMOSO DO MUNDO


Quem não conhece o penteado mais prático do mundo? Simples de fazer e adequado para qualquer ocasião, ele sempre tem aparecido nos tapetes vermelhos nos mais diversos estilos e consegue dar um charme especial no look.
Para as que querem a versão mais arrumadinha, basta deixar os fios bem penteados e mais esticadinhos e daí podem surgir duas vertentes: a retrô e a poderosa. Para a primeira, basta fazer um rabo mais baixo, que pode ser de lado também. As românticas podem investir em uma fita de cetim para amarrar e quem sabe até uns cachinhos na ponta. Já o look poderoso, mais sexy, é bem alto, deixando a nuca em evidência.
Se você quer aquela pegada mais desarrumada, é a mais fácil, basta prender da forma mais natural possível, sem se preocupar com aqueles fios que saem um pouco do lugar.
Quer dar aquele ar mais chic? Vale colocar algum acessório na cabeleira para dar um toque especial, como grampos e presilhas. Ou criar um topete glamuroso!
Tem ainda, o estilo "pony tail", que é aquele rabo de cavalo amarrado por uma mecha de cabelo imitando elástico, mas nesse caso os curtinhos ficam de fora. E falando em curtinhos... se engana quem acha que os rabos vão bem só para os fios longos. Os rabinhos também são um charme!
As mais descoladas fazem uma espécie de maria chiquinha de um lado só, que deixa o look bem divertido.
Enfim, liso, cacheado, comprido ou curto, não importa. Basta escolher o tipo de rabo que mais combina com você e com a produção e caprichar no make, já que o penteado deixa o rosto bem à mostra.
Se inspire em algumas famosas que aderem à essa moda!

UOL.com

27 de setembro de 2011

ECOLOGICAMENTE CORRETO MESMO DEPOIS DA MORTE

Não é de hoje que o enterro não é considerado a forma mais ecológica de lidar com os corpos daqueles que já não estão mais entre nós, mas sabendo da resistência das pessoas em optar por outros rituais, como a cremação, a artista sul-coreana Jae Rhim Lee desenvolveu uma maneira de reduzir o impacto ambiental dos corpos enterrados: vesti-los com traje funerário especial feito de cogumelos.
A roupa, confeccionada em algodão orgânico, é bordada com fios que contém esporos – uma espécie de célula reprodutora – de shiitake e cogumelo ostra, que estão sendo desenvolvidos por Lee, no laboratório do MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts, para comer todas as partes do corpo humano  incluindo unhas e cabelo, sem deixar toxinas.
A ideia da artista é que, antes de serem enterrados com o traje funerário, os corpos sejam “banhados” com um fluido embalsamador orgânico, rico em nutrientes, que ajuda os cogumelos a se desenvolver e iniciar seu “banquete”. Lee ainda não divulgou quanto tempo, exatamente, os fungos demoram para comer todo o cadáver, mas garante que, ao final do processo, sobrarão apenas os ossos do defunto – que deve ser exumado para dar lugar a novos corpos
Por enquanto, a roupa funerária é, apenas, um protótipo, mas Lee já testou, na prática, a eficiência dos cogumelos decompositores. Sabe como? A artista cultiva os fungos que cria no MIT na sua casa e os alimenta com unhas, cabelo e pedacinhos de pele e carne do seu próprio corpo. Isso é que é dar o sangue por uma invenção, não?

http://super.abril.com.br/blogs/planeta

UMA BOLA DE FOGO CAI DO CÉU NA ARGENTINA

Uma mulher peruana morreu e outras oito pessoas ficaram feridas nesta segunda-feira nos arredores de Buenos Aires devido a uma misteriosa explosão causada, segundo o relato de testemunhas, por "uma bola de fogo que caiu do céu".
Em um primeiro momento, a polícia havia informado que a vítima era paraguaia, mas as autoridades esclareceram depois que se trata de uma peruana de 43 anos, identificada como Silvia Espinoza, que tinha viajado à Argentina para visitar seus parentes.
A explosão, que ocorreu nesta madrugada na cidade de Esteban Echeverría e até agora não teve sua origem determinada, deixou duas casas e três veículos destruídos, indicaram porta-vozes da polícia.
"A cama onde eu dormia se levantou do apartamento, as madeiras do teto se dobraram e todos os vidros da minha casa explodiram. Quando saí na rua, caía um fogo de cima que incendiou um poste a 20 metros", afirmou um morador da área à imprensa local.
Uma outra testemunha afirmou que saiu de sua casa por conta da explosão e viu "que havia fogo que vinha do alto, algo do céu".
"As perícias mal começaram e o resto são especulações. Não queremos nos aventurar a levantar nenhuma hipótese", declarou o prefeito de Esteban Echeverría, Fernando Gray.
Dois dos feridos já receberam alta, enquanto os demais permanecem internados em um hospital próximo.
Os veículos de comunicação locais especulam a possibilidade de a causa da explosão ter sido o impacto de um meteorito ou "sucata espacial", e destacaram a queda do Satélite de Pesquisa da Alta Atmosfera (UARS, na sigla em inglês) na Terra no fim de semana, cujos destroços seguem com paradeiro desconhecido.
"Poderia ser um pequeno meteorito que provocou esta tragédia, ou um pedaço de sucata espacial", declarou Mariano Ribas, coordenador de astronomia do Planetário de Buenos Aires.
"Todos os dias caem sobre nosso planeta pequenas rochas espaciais que podem provocar um grande dano", acrescentou ao canal local de notícias "C5N".
As autoridades declararam que em poucas horas a origem da explosão será esclarecida.

Uol.com

MULHERES SAUDITAS E O DIREITO AO VOTO

Mulheres da Arábia Saudita poderão votar e se candidatar em eleições pela primeira vez desde que a monarquia al-Saud instalou-se no poder, há 88 anos. A medida foi anunciada ontem pelo rei Abdullah bin Abdulaziz al-Saud é uma tentativa de reduzir a pressão popular que aumentou com as revoltas em outros países árabes e valerá a partir de 2015.
As eleições do reino são apenas para metade dos assentos dos 285 conselhos municipais existentes, tendo pouco resultado prático sobre a forma como o país é governado. A reforma, no entanto, tem um grande efeito simbólico.
Em um discurso breve, o rei anunciou a mudança dizendo que foi tomada com base em uma análise do conselho de clérigos do reino. "Recusamo-nos a marginalizar as mulheres na sociedade nos papéis que estejam de acordo com a sharia (lei islâmica). Decidimos, após deliberações de nossos clérigos, incluir as mulheres em nossos conselhos municipais", anunciou.
A participação política das mulheres é a segunda medida de maior destaque adotada pela monarquia saudita para tentar conter a pressão social causada pelas notícias de que revoltas na região derrubaram tiranias.
A questão feminina é uma das mais negligenciadas no reino. As mulheres são proibidas de dirigir e precisam de autorização de um homem - pai, marido, irmão ou filho - para deixar o país ou mesmo para se submeter a certos procedimentos médicos.
Aliada da monarquia saudita, a Casa Branca elogiou a reforma anunciada pela nação do Golfo em nota divulgada ontem. "O anúncio feito pelo rei Abdullah representa um importante passo na expansão dos direitos das mulheres na Arábia Saudita".
 O governo americano prometeu apoio ao rei Abdullah e ao povo saudita na adoção da reforma eleitoral. "As mulheres terão novas formas de participar em decisões que afetam suas vidas e as vidas de suas comunidades", conclui o texto, que menciona "outras reformas", sem especificar quais seriam.

O Estadão

CÂNCER DE BOCA X HPV

Segundo levantamento do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), cerca de 30% dos casos de câncer de boca registrados estão ligados ao papiloma vírus humano (HPV).
O estudo aponta, também, que a grande maioria dos pacientes afetados (70%) é do sexo feminino, com idade entre 40 e 50 anos.
O levantamento mostra que 30% dos pacientes operados em decorrência de tumores que afetavam a região da cabeça e pescoço, desenvolveram o câncer em decorrência de infecção pelo HPV.
Alguns dos sintomas manifestados por esses tipos de câncer podem ser manchas brancas na boca, dor, lesão com sangramento e cicatrização demorada, nódulo no pescoço presente por mais de duas semanas, mudanças na voz ou rouquidão persistente e dificuldade para engolir.
 Embora os tumores relacionados ao HPV sejam menos agressivos, respondendo bem ao tratamento, eles podem ser evitados com o uso de preservativos nas relações sexuais.
Anualmente, o Icesp recebe cerca de 1.200 novos casos cirúrgicos na especialidade de cabeça e pescoço.

Diário do ABC

24 de setembro de 2011

SATÉLITE CAI NO PACÍFICO SEGUNDO A NASA

O Satélite de Pesquisa da Atmosfera Superior Terrestre (UARS, sigla em inglês), que pesa quase seis toneladas e que foi lançado há 20 anos pela Nasa caiu sobre a Terra no início deste sábado (24), de acordo com a agência espacial americana. No entanto, as autoridades dos Estados Unidos ainda desconhecem exatamente o local onde dos destroços. A Nasa afirma que o UARS e seus detritos tenham caído em grande parte sobre o Oceano Pacífico, sem ter ferido alguém.
A agência não deu uma posição mais específica em seu site, mas afirmou que os funcionários não tinham conhecimento de quaisquer relatórios de pessoas feridas ou de danos materiais.
Apesar da constatação de que o satélite entrou na atmosfera terrestre em algum lugar sobre o Pacífico, a Nasa e a Força Aérea dos Estados Unidos ressaltam que isso não significa necessariamente que todos os destroços caíram no mar.
De acordo com o especialista do Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, Jonathan McDowell, a nave entrou sobre a costa de Washington.
Ele disse que muitos dos fragmentos provavelmente caíram sobre o Oceano Pacífico, embora sua trajetória sugere que alguma partes possam ter caído em cima de áreas mais povoadas nos Estados Unidos e no Canadá. “Partes estão caindo fora desta bola de fogo flamejante, e algumas delas têm força suficiente para ir a centenas de quilômetros", disse McDowell.
A Nasa aguarda a divulgação de mais detalhes da Força Aérea, que ficou responsável por rastrear os detritos.
O UARS é o maior satélite da Nasa a cair sobre a superfície terrestre depois do Skylab, que se precipitou na zona ocidental da Austrália em 1979. Espera-se que se desprendam do satélite 26 fragmentos, com peso variando entre 1 kg e 158 kg.
Segundo a Nasa, até hoje "não há informes confirmados de lesões resultantes do reingresso de objetos espaciais".
O satélite, de 3 x 10 metros, pesa 5.900 kg, tem 10 instrumentos para medir as reações da camada de ozônio e oficialmente foi desativado em 2005.

http://g1.globo.com/

23 de setembro de 2011

QUEDA DO SATÉLITE NA TERRA ACONTECERÁ HOJE PREVÊ NASA


A Nasa prevê para esta sexta-feira (23) a queda na Terra de um satélite retirado de funcionamento em 2005 que tem o tamanho de um ônibus. A agência espacial americana informa que o risco para as pessoas é “pequeno”.
Embora ainda não possa precisar o lugar do impacto, a Nasa descartou que o satélite artificial vá cair sobre a América do Norte.
“O reingresso deverá acontecer durante a tarde no leste dos Estados Unidos”, indicou um comunicado da agência. “O satélite não estará em trajetória sobre a América do Norte nesse período”, acrescentou.
Segundo a Nasa, “ainda é muito cedo para prever a hora e o local de reingresso”.
A probabilidade de algum dos restos do Satélite de Pesquisa da Alta Atmosfera (UARS, na sigla em inglês) atingir uma pessoa é de uma em 3.200, segundo a Nasa.
O aparelho pesa 5.675 quilos e tem o tamanho de um ônibus.
A previsão inicial era que o satélite cairia no final de setembro ou no início de outubro, mas sua queda foi antecipada pelo forte aumento da atividade solar na semana passada.
Os cientistas da Nasa calculam que o satélite se despedaçará ao entrar na atmosfera e que pelo menos 26 grandes peças sobreviverão às altas temperaturas do reingresso e cairão sobre a superfície da Terra

Correio do Estado

19 de setembro de 2011

SATÉLITE DO TAMANHO DE UM ÔNIBUS VAI CAIR NA TERRA ESTA SEMANA


A AGÊNCIA ESPACIAL AMERICANA – NASA, informou que um satélite desativado do tamanho de um ônibus vai cair em algum lugar da Terra nesta semana, provavelmente entre a quinta e a sexta-feira. Informou também que, que as chances de que alguém seja atingido são mínimas, cerca de 1 em 3.200.
Lançado pela agência espacial americana em 1991, o Uars funcionou até 2005, observando a atmosfera. Desde então, ele é apenas um entre vários satélites defuntos e outros objetos que sujam a órbita do planeta.
De acordo com a Nasa, há "pelo menos" 20 mil fragmentos com mais de 10 cm nos arredores terrestres.
Nesse "lixão" espacial tem de tudo. Desde satélites inteiros desativados, até peças de foguetes e naves. Também entram na conta câmeras fotográficas e até uma luva "perdidas" por astronautas.
RISCOS
Embora sempre exista a possibilidade de cair na cabeça de alguém, o maior risco mesmo, diz a Nasa, é o de que o lixo se choque com satélites ou naves, prejudicando e muito a nossa vida.
Vagando no espaço, até um fragmento mínimo pode provocar um grande estrago ao colidir com uma nave ou um satélite. Com isso serviços como GPS e transmissões de tevê e internet seriam gravemente prejudicados.
SOLUÇÃO
Apesar de desejável, ainda não é possível fazer uma faxina espacial. Não existe tecnologia para remover todos os fragmentos, especialmente os menores, da órbita terrestre. Os cientistas, porém, continuam tentando.
Entre as alternativas apresentadas, há desde a criação de um sistema de redes gigante, que conseguiria capturar a sujeira, além de sistemas de raios laser que desviariam o lixo de sua rota.

Fonte: Folha.com

18 de setembro de 2011

SAUDADE GOSTOSA DE SENTIR

Rosélia Santos


Vinte minutos depois que pedi a minha colega de trabalho que parasse de averiguar os sinais vitais do paciente, lá estava eu, de pé, completamente imóvel, diante daquele leito.
Um sentimento dolorido misturava-se com meu ser frustrado e deprimido pela morte daquele homem. Jamais vivi qualquer outra experiência como aquela.
Averiguar sinais vitais naquele momento, vendo aquele paciente em seu estado terminal, era algo desnecessário. Quando olhei para o médico de plantão, ele sinalizou de longe informando que nada mais havia a ser feito. Era um senhor de quase 88 anos de idade e a probabilidade de prolongar a vida diante de seu quadro, era mínima.
Aquele homem era meu vizinho e amigo há vários anos, ou melhor, desde minha infância, para ser mais precisa. Procurei superar minhas emoções e fiz tudo para prestar-lhe os últimos cuidados paliativos. Foi difícil.
Construí com ele uma conexão diferente de qualquer outra estabelecida com as demais pessoas, até mesmo da minha idade.
Nunca falamos abertamente sobre sua sexualidade. Desde criança sempre observei que ele se portava de modo diferente. Ao invés de mulheres, eram homens quem o visitava sempre. Cresci e aos poucos fui entendendo melhor a situação.
Naquela época, o preconceito já existia. Minha mãe nunca conseguiu entendeu essa minha conexão com ele. Ele era extremamente inteligente e eu muito curiosa. Tínhamos conversas diversificadas e a cada dia eu aprendia algo novo. Ele gostava muito de ler e de contar histórias. E eu ficava horas a ouvi-lo.
À medida que ia crescendo, ia entendendo seus valores, sua vida e seus amores. Entre eles, estava seu belo jardim.
Passados muitos anos, seguindo minha vida, com meus acertos e desacertos, compartilhava com ele meus dias de alegria, como também minhas tristezas, raivas e tédios que a vida me impunha.
Um certo dia, num dos meus dias de tédio, ficamos conversando até mais tarde. Falamos de tudo um pouco, de família, de amizade de amores, guerras e, principalmente, de solidão.
Durante todos esses anos meu amigo sempre viveu sozinho. Desde que o conheci, nunca fiquei sabendo que um único parente tenha lhe visitado.   
Como profissional de saúde, a vida me ensinou muito. Sempre ouvi pessoas falarem de seus medos e o maior deles era o de envelhecerem e morrerem sozinhas.
Vejo esse medo a todo momento nos olhos dos pacientes e dos seus familiares. E, acabo vendo nos meus próprios olhos o mesmo medo que existe em todos... Por quê? Vocês, leitores, acham que as pessoas que lidam com a morte todos os dias não sentem medo? Ah, como sentem!
Durante muito tempo trabalhei e assisti a pessoas que viveram completamente sozinhas, dia após dia, amargando a solidão e seus sofrimentos. E este era mais um caso, só que nele havia um agravante: o meu grande amigo era gay. Talvez, por sua opção sexual tenha sido completamente abandonado por seus familiares. Nem amigos com que contar, ele tinha. 
Numa cama fria de um hospital público ele viveu os últimos momentos de sua vida. E tudo fiz para aliviar suas dores físicas. Porém, contra as dores da alma, nada consegui fazer para aliviá-las. Havia muita tristeza em seus olhos e isto me doía, pois, conhecia sua trajetória de vida solitária. E, naquele momento, respeitando os princípios da ética profissional, não poderia me deixar levar pelas emoções. Tinha que ser a profissional e não a amiga que ele tanto precisava.
Fui pega de surpresa no plantão. Jamais imaginei que o paciente que acabara de chegar à emergência do hospital se tratava de meu grande amigo.
Consciente, ele tinha a certeza da morte. A cada momento, em que a porta da sala se abria, ele direcionava o seu olhar, na esperança de ver uma simples visita. Mas, nada. Somente nós da enfermaria e o médico plantonista, fomos seus 'visitantes'.
Ali, mergulhada em meus pensamentos, procurei reconstruir algumas cenas da vida e vivenciar novamente alguns de nossos momentos felizes.
O homem inteligente, que conhecia grande parte do mundo, que falava de coisas belas, já não existia. Em seu lugar, um corpo velho consumido pelo tempo, era o que restava.
Após seu último suspiro, ele não apresentava um rosto triste. A tristeza que havia estado por longos anos ao seu lado, havia sumido. Ele parecia sorrir. Uma luz, ao longe, iluminava o seu rosto negro e magro.
Com esforços, reuni todas as minhas forças, recompôs-me com o choque e sai.  
Mais de dez anos já se passaram. Hoje, eu não quero lembrar a fisionomia que ele apresentava naquele dia antes de sua morte. Quero lembrar-me do seu sorriso, do seu rosto, dos anos anteriores. O rosto do paciente que assisti naquela tarde de uma quinta feira, perdeu-se com o passar do tempo. É o que restou foram as belas lembranças, a certeza de que existiu uma amizade verdadeira e pura que o tempo se encarregou de transformar numa saudade gostosa de sentir.

17 de setembro de 2011

MACONHA X CÂNCER DE TESTICULOS


Um levantamento feito pelo Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), ligado à Secretaria de Estado da Saúde e à Faculdade de Medicina da USP, apontou que 25% dos pacientes com câncer de testículo atendidos no setor de urologia da unidade assumem o consumo regular de maconha.
O uso da droga foi associado ao surgimento do câncer de testículo, provocando diversos efeitos adversos sobre os sistemas endocrinológico e reprodutivo. Dos pacientes atendidos mensalmente com câncer no testículo na clínica de uro-oncologia do (Icesp), 70% têm sinais de doença avançada no momento do diagnóstico.
De acordo com o urologista do Icesp, Daniel Abe, o uso de drogas aumenta o risco do desenvolvimento de tumores. "Evitar o uso da droga é fundamental para diminuir consideravelmente as chances de desenvolvimento do tumor. Além disso, é fundamental que os homens realizem o autoexame para o diagnóstico precoce da doença", disse.

http://noticias.terra.com.br/

GIANECCHINI

Lutando contra um câncer no sistema linfático, o ator Reynaldo Gianecchini recorre à cirurgia espiritual. Numa grande demonstração de coragem, e com sua marca registrada que é o "BELO SORRISO", Gianecchini fez sua primeira aparição pública desde que deixou o hospital.
Gian como é tratado carinhosamente pelos amigos, e é claro por mim que sou fã incondicional, raspou completamente a cabeça para se antecipar a um dos efeitos colaterais mais conhecidos da quimioterapia, a queda de cabelos. E, ficou simplesmente lindo. Diga-se de passagem!

Estamos na torcida por sua cura. E aguardando ansiosamente sua volta as telas.  

16 de setembro de 2011

PROTEJA SEU BEBÊ

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária - ANVISA proíbe venda de mamadeiras com bisfenol A, na composição. Mamadeiras fabricadas no Brasil ou importadas para uso no país não poderão mais conter a substância bisfenol A.
A decisão tem como base estudos recentes que apontam riscos decorrentes da exposição à substância, mesmo em níveis inferiores aos que atualmente são considerados seguros.
A decisão da Anvisa atende ao princípio da precaução e busca proteger as crianças de 0 a 12 meses.
O bisfenol A, está presente no policarbonato, que é uma substância utilizada na fabricação de mamadeiras. O principal substituto do policarbonato nesses utensílios, segundo a Anvisa, é o polipropileno que deverá seu usado para uma fabricação mais segura e que não oferece riscos à saúde dos bebês.

15 de setembro de 2011

FITOTERÁPICOS PROIBIDOS PELA ANVISA

ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária proibiu a venda, distribuição e consumo de nove produtos fitoterápicos no Brasil. O veto, publicado no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (14), diz respeito à comercialização e circulação das substâncias em todo o território nacional e é válido também para as unidades já disponíveis nas prateleiras de lojas e farmácias.

Na lista de proibidos estão:
O Chá Sete Ervas: 130g (Rouxinol Produtos Naturais), indicado para queima de gordura;
O xarope Flor da Índia: (500ml), da Nutri Plantas, para prisão de ventre;
O xarope Flor do Sertão: (500ml), da Elis Natu´s, para úlcera e pedra nos rins;
Flor da Catingueira: (500ml), da Bonature Com. de Produtos Naturais;
Umburana Composta: (500ml, sem fabricante informado), para infecções;
Nutri Plantas: Composto de Ervas Medicinais (500ml), da Nutri Plantas, para azia;
Folha Santa: (200ml), da Natureza Viva ME, indicado para evitar derrame;
Elixir de Pai João: (250ml, sem fabricante informado)  
Tayucaroba: (250ml, sem fabricante informado), para eliminar cravos e espinhas.

14 de setembro de 2011

DIU X CÂNCER DO COLO DE ÚTERO

O dispositivo intrauterino – DIU - pode proteger contra câncer do colo do útero. Esta é a conclusão do estudo epidemiológico mais amplo já feito até hoje e do qual participaram 20 mil mulheres de diversos países. A pesquisa, publicada na "Lancet", mostra que as mulheres que usam o DIU diminuem pela metade o risco de desenvolver este tipo de câncer, comparadas com as que nunca tinham usado o dispositivo.
Os resultados contrariam a crença popular de que o DIU pode ser um fator de risco para o desenvolvimento do câncer do colo do útero. Estudos anteriores sobre possíveis efeitos do dispositivo obtiveram resultados inconsistentes.
Para avaliar os efeitos do uso do DIU sobre o risco de infecção pelo vírus HPV, que causa o câncer, Xavier Castellsagué, do grupo de pesquisa sobre Câncer e Vírus no Instituto de Investigação Biomédica de Bellvitge, na Espanha, e do Programa de Pesquisa Epidemiológica do Câncer, do Instituto Catalão de Oncologia, e seus colegas avaliaram dados de dez estudos de casos de controle de câncer do colo do útero feitos em oito países, e 16 pesquisas de prevalência de HPV em mulheres de quatro continentes.
Os resultados foram ajustados para fatores de confusão, como número de exames Papanicolaou, número de parceiros sexuais e idade da primeira relação sexual, entre outros.
O uso do DIU não afetou o risco de infecção pelo HPV, mas foi associado a um risco significativamente menor de câncer do colo do útero para os dois principais tipos: redução de 44% das chances de desenvolver carcinoma de células escamosas, e 54% para adenocarcinoma ou carcinoma adenoescamoso.
O tempo de uso do DIU não influencia o risco de desenvolver este câncer. A chances de ter a doença caiu quase pela metade no primeiro ano de uso e o efeito protetor permaneceu mesmo após 10 anos de uso.

O Globo

13 de setembro de 2011

PEDOFILIA X PAPA

Uma associação americana de vítimas de padres pedófilos anunciou nesta terça-feira ter apresentado uma queixa ante o TPI (Tribunal Penal Internacional) contra o papa Bento 16 e outros dirigentes da Igreja católica acusando-os de crimes contra a humanidade.
Os dirigentes da associação SNAP (Rede de Sobreviventes de Abusados por Padres, na sigla em inglês), orientados pelos advogados da ONG americana “Centro para Direitos Constitucionais”, entraram com uma ação para que o papa seja julgado por “responsabilidade direta e superior por crimes contra a humanidade por estupro e outras violências sexuais cometidas em todo o mundo”.
A organização acusa o chefe da Igreja católica de “ter tolerado e ocultado sistematicamente os crimes sexuais contra crianças em todo o mundo”. Foram acrescentadas à queixa 10 mil páginas de documentação de casos de pedofilia.
A SNAP possui membros nos Estados Unidos, Alemanha, Holanda e Bélgica, quatro países muito afetados pelo grande escândalo de pedofilia que envolve a Igreja.
“Crimes contra a dezenas de milhares de vítimas, a maioria crianças, foram escondidos pelos líderes nos mais altos níveis do Vaticano. Neste caso, todos os caminhos levam a Roma”, declarou a advogada Pamela Spees.
Os bispos e, em alguns casos, o próprio Vaticano, rejeitaram ou ignoraram muitas das queixas das vítimas de padres pedófilos. O escândalo desacreditou a Igreja em vários países na Europa.
Bento 16 expressou sua vergonha e pediu desculpas, apelando para a tolerância zero contra os pedófilos. Ele também pediu aos bispos do mundo, que têm a responsabilidade primária sobre seus sacerdotes, a plena cooperação com os tribunais criminais.

http://www.hnews.com.br

12 de setembro de 2011

SÍNDROME DE PÂNICO: MEDO DO MEDO

Está tudo correndo as mil maravilhas. De repente, seus olhos embaçaram, você fica meio tonto, a respiração começa a faltar, o pavor toma conta do seu corpo e você começa a se sentir como se não tivesse no real, sem saber aonde vai e muito menos, o que está acontecendo.
As pernas ficam trêmulas, boca seca, surge uma transpiração de repente. Daí você começa a ficar com muito medo, perde a concentração, o coração começa a disparar cada vez mais forte e o medo de morrer é inevitável.
Esses sentimentos são muito maiores que você??
Calma! Isso chama-se Síndrome do Pânico.
A Síndrome do Pânico é um transtorno psicológico caracterizada pela ocorrência de inesperadas crises de pânico e por uma expectativa ansiosa de ter novas crises.
Essas crises, geralmente, acontecem de repente, de forma súbita e vêm acompanhadas por uma sensação de catástrofe. A intensidade dessas crises e a freqüência vão variar de indivíduo para indivíduo e sua duração também é muito variável. No geral, duram apenas minutos.  
Essa síndrome acomete ambos os sexos. Muito embora, estudos já revelados apontam a síndrome de pânico, principalmente, nas mulheres. Mas, pessoas do sexo masculino também sofrem com o problema. É muito comum ocorrer no final da adolescência. Contudo, pode ocorrer em qualquer idade.
Quando a pessoa passa pela primeira crise, é muito comum o medo e a ansiedade antecipada de ter outra parecida. Ela passa a ter medo de sentir tudo novamente. E começa a se comportar de uma forma controladora, controlando, inclusive, seus simples atos, como por exemplo, evitando lugares, pessoas, situações que possam colocá-la novamente em pânico. É o que chamamos de fobia.
Os portadores de pânico, muitas vezes são vistos como medrosos, fracos, impacientes. Isso ocorre pelo fato de o mesmo consultar vários especialistas, fazer todos os exames e nada é detectado.  
O estresse é um dos principais causadores deste problema. Pesquisas feitas revelam que 80% das crises de pânico têm como fator principal o estresse. As drogas - desde os energéticos até as ilícitas - também representam um risco enorme para o desencadeamento da síndrome.
Geralmente, uma crise de pânico, se inicia com o disparo do coração. Isso pode acontecer quando a pessoa está numa situação de pura calmaria, ou seja, em casa, vendo televisão, com amigos conversando, fazendo exercícios físicos, e, às vezes, até deitado.
O coração parece que vai sair pela boca e uma sensação terrível de medo surge do nada. A pessoa acha que vai passar mal, ter ataque cardíaco e com certeza vai morrer. Horrível!!
Tais sensações angustiantes narradas pelo portador dessa síndrome, duram cerca dez minutos. É o chamado ataque de pânico.
Portanto, se esta pessoa apresentar um único ataque seguido de medo de ter outro ou se os ataques se repetirem ela desenvolve o Transtorno de Pânico.
Vamos com mais detalhes aos sintomas da síndrome do pânico: Taquicardia, embaçamento da visão, sudorese, falta de ar, boca seca, dificuldade de engolir, tremor, formigamentos, fraqueza nas pernas, desconforto abdominal, ondas de calor e frio, tontura, sensação que vai desmaiar, ter um enfarto, derrame, pressão na cabeça, sensação que o ambiente é estranho (perigoso), perigo de morte, medo de sair de casa, medo de fazer as coisas mais simples como viajar, dirigir, ir a lugares com muita gente, cinema, feiras e etc. Só em pensar em situações como estas, logo ativa um medo em relação às reações que começam a ocorrer no corpo.
Durante a crise, surge na mente da pessoa uma série de interpretações  negativas sobre o que está ocorrendo.
Para entender melhor: no pânico, o corpo reage como se estivesse correndo perigo constantemente. Porém, não há nada que justifique esta reação. Isso causa muita ansiedade e frustração frente a essas sensações inexplicáveis do seu próprio corpo. E, principalmente frente à sensação que sai de dentro de você.
Muitos confundem o pânico com a fobia. Na fobia, a pessoa teme uma situação, como o medo de altura. No pânico, teme-se o que ocorre no próprio corpo.
Existe a síndrome de pânico com agorafobia e outra sem agorafobia.
Agorafobia é o comportamento de evitação, provocado por lugares ou situações onde escapar seria difícil ou embaraçoso caso se tenha uma crise de pânico. É sentir completamente sozinho, quando se está no meio de uma multidão. A pessoa com pânico geralmente conhece a sensação de "estar ausente", desconectada, se sentindo distante mesmo de quem está ao seu lado.
Indivíduos que sofrem com o pânico com agorafobia, sentem-se mais seguras quando elegem alguém para sua companhia, alguém em quem confia. Esta pessoa é como se fosse seu porto seguro.
Assim, a pessoa pode algumas vezes se sentir protegida com a presença de alguém de sua confiança, mas acaba voltando ao estado de vulnerabilidade tão logo esta pessoa se afaste ou ela perca a conexão.
Todos estamos sujeitos a ter uma crise de pânico, principalmente, quando estamos expostos a situações extremas de estresse ou estamos vulneráveis. É uma experiência muito traumática. E, quando se vive uma experiência traumática, significa que ela ficou registrada na memória emocional que a partir daí passa a disparar automaticamente. E, quando aparece alguma reação parecida logo se inicia uma nova crise de pânico.
Ter um temperamento mais ansioso, ter vivido ansiedade de separação na infância, ter sido criado por pais ansiosos, etc., são fatores que torna uma pessoa vulnerável a desenvolver um transtorno de pânico. Tensão em decorrência de uma a raiva, enjôo de algo que não caiu bem no estômago, uma noite mal dormida, a tristeza, enfim, todos os espectros das sensações e sentimentos podem ser equivocadamente interpretados como indícios de uma crise de pânico, levando a pessoa a se assustar e assim, sentir medo do medo, e ter uma crise.
A interpretação equivocada das reações e sensações do próprio corpo, faz com que o individuo sinta, a todo momento, a sensação que vai ter um ataque cardíaco, que está doente, que vai desmaiar, que vai morrer, etc. É, vive ansiosamente. Muitas vezes ele está em situações prazerosas e divertidas, que poderia despertar alegria, mas se sente ansioso. Até mesmo numa situação que provocaria raiva, ele também se sente ansioso.
É uma situação muita comprometedora, pois a pessoa se sente ameaçada pelo seu corpo. Essa desconfiança no próprio corpo, a leva a uma experiência de extrema fragilidade.
Numa crise de pânico, a pessoa reage frente aquilo que seu cérebro interpreta como um perigo. Não há um perigo real, apenas uma hiperativação do circuito do medo, que dispara um alarme na presença de algumas reações corporais. A presença destes gatilhos corporais, pode disparar ansiedade mesmo quando a pessoa não tem consciência deles.
A ansiedade é tão grande que a pessoas chega a se projetar em situações futuras como "e se acontecer... eu vou ter... vai acontecer... vou passar mal...". Assim, se vive a maior parte do tempo tomada por graus variados de ansiedade.
Dispomos de dois processos de regulação emocional. A autoregulação e regulação pelo vínculo. Com a autoregulação, podemos regular nosso estado interno, contendo ou movimentando nosso emocional;
Através da regulação pelo vínculo, podemos influenciar reciprocamente a fisiologia e os afetos um do outro e assim podemos nos acalmar e nos regular nos relacionamentos com pessoas de nossa confiança.
Pessoas que sofrem com a síndrome do pânico têm problemas nos dois processos, ou seja, na capacidade de autoregulação como no processo de regulação pelos vínculos.
No tratamento da síndrome de pânico são utilizados medicações como antidepressivos, bem como o acompanhamento de psicoterapia comportamental e cognitiva, que é definida como sendo o processo que auxilia as pessoas nas resoluções de problemas e a entender melhor como funciona sua psiquê.
Uma combinação de objetivos é a melhor solução para o sucesso no tratamento eficaz.
Especialistas afirmam que os melhores resultados são obtidos quando o tratamento contempla os seguintes objetivos: compreender o processo do pânico, desenvolver a capacidade de autoregulação, mais tolerância à excitação interna, desenvolver a capacidade de regulação pelo vínculo e a elaboração dos processos de vida que levaram ao pânico.
Quando há o uso de medicação é evidente algumas ponderações. É necessário saber que a medicação não ensina como o indivíduo pode influenciar seus estados internos e assim superar o sentimento de impotência que o pânico traz. Ela também não ensina a pessoa a compreender os sentimentos desencadeantes das crises de pânico e não ajuda a pessoa a perder o medo de seu corpo e das reações do mesmo, bem como compreender melhor seus sentimentos. Portanto, quando utilizada, é vista como auxiliar do tratamento psicológico.
Especialistas utilizam técnicas de autogerenciamento para manejar os níveis de ansiedade e controlar as crises. Ao mesmo tempo, trabalham as questões psicológicas.
 Tratar a síndrome de pânico só com medicação é considerada uma forma muito precária. Pois, o risco de uma recaída é muito maior do que quando há um tratamento psicológico.
 Para uma pessoa ficar boa do pânico não basta controlar as crises: é necessário integrar as sensações e sentimentos que estavam disparando as crises. A melhora surge quando o indivíduo torna-se capaz de identificar seu corpo, de influenciar seus estados internos, de sentir-se conectado com os outros à sua volta, de lidar com os seus sentimentos internos.
Outros recursos ajudam a aumentar a tolerância à excitação interna, bem como na familiarização com as reações do corpo, as emoções e sentimentos. Desta forma, é importante que a pessoa saiba ensinar ao seu cérebro como as sensações corporais não são perigosas e que a ansiedade é apenas uma emoção, que expressa uma expectativa de perigo, mas não trata-se de um perigo real.
Superar o pânico pode ser uma grande oportunidade de crescimento pessoal. Não esqueça que você não estará sozinho. Perceba a necessidade de procurar o auxílio de um ESPECIALISTA NO ASSUNTO, QUE É O PSICÓLOGO.
Lembre-se: um bom especialista, o entrosamento e a vontade de se curar, são fundamentais para o tratamento.

Sites consultados:
http://www.psicoterapia.psc.br/scarpato/panico.html
www.psicologopsicoterapia.com.br

10 de setembro de 2011

COMO AMENIZAR OS EFEITOS DA ACNE


Acne é uma doença comum da pele que provoca espinhas quando os folículos pilosos, que se encontram sob a pele, se tornam obstruídos. A maioria das espinhas aparece na face, pescoço, costas, peito e ombros.
Pessoas de todas as raças e todas as idades podem ter acne, entretanto ela é mais comum em adolescentes e adultos jovens.
Segundo o National Institute of Arthritis and Musculoskeletal and Skin Diseases (Instituto nacional de artrite e doenças osteomusculares e de pele norte-americano) calcula-se que 80% das pessoas entre 11 e 30 anos tenham espinhas em algum momento. Ainda assim, outras começam a apresentá-las após os 40 ou 50 anos. Acne não é grave, mas pode deixar cicatrizes. 
Ninguém sabe exatamente o que provoca esta lesão. É provável que as alterações hormonais, tais como aquelas que ocorrem durante a adolescência ou a gravidez, têm alguma ligação com sua incidência, mas ainda existem muitos mitos sobre as causas da acne. O histórico familiar, por exemplo, pode ter relação com o aparecimento de espinhas ou não. Se a sua mãe ou seu pai tinham muitos problemas com acne, provavelmente você pode ter também. "Entretanto, o fator genético não é determinante", explica o dermatologista do Hospital Albert Einstein, Mário Grinblat.
O sistema imunológico também desempenha um papel. Algumas pessoas são sensíveis às bactérias que ficam presas no interior do folículo piloso, sendo mais propensas à inflamação que causa a espinha. Na maioria das pessoas a acne tende a desaparecer até os 25 anos, mas isso pode continuar por muito tempo na vida adulta. "Casos de lesões na terceira idade são cada vez mais comuns e refletem o caos da vida moderna: estresse e preocupação aumentam a secreção sebácea de qualquer indivíduo", completa. 
Portanto, o estresse não causa acne, mas pode piorá-la. Outros motivos que muitas vezes podem piorar o quadro são: uso de maquiagem ou protetor solar oleoso, óleo bronzeador e produtos para o cabelo sem enxágue, alterações hormonais durante a menstruação, contraceptivos orais e alguns medicamentos, além de espremer ou molestar as erupções na pele e esfregá-las com força.
Com frequência se culpa o chocolate e alimentos gordurosos, mas na maioria dos casos há pouca evidência de que a comida tenha algum efeito sobre a acne. Outra crença comum é a de que a pele suja pode favorecer o aparecimento de lesões, mas saiba que cravos e espinhas não são causados pela sujeira. Abaixo estão algumas maneiras de cuidar da pele e conviver com a acne numa boa:
 
- Lave a pele suavemente e sem exagero
Ainda que ajude a remover impurezas como o pó e a oleosidade dos poros, lavar o rosto em excesso pode levar à secura e irritação, ocasionando mais erupções. É aconselhável que você evite esfregar a pele do seu rosto, pois isso pode irritar a pele. Como regra geral, lavar o rosto duas vezes ao dia com sabão neutro e exercícios na água em um movimento circular e enxugue quando você está feito.  

- Evite tocar sua pele
Espremer uma espinha pode aparentar que tenha desaparecido temporariamente, no entanto, removê-la pode fazê-la ficar por mais tempo. Quando você aperta e tenta extrair uma espinha, pode estar empurrando ainda mais profundamente as bactérias para dentro da pele, causando inchaço e irritação e cicatrizes vermelhas ou marrons.
 
- Faça a barba com cuidado
Se você usa lâmina, certifique-se de que é afiada e não está enferrujada. Lave o rosto com água e sabão antes de colocar o creme de barbear, isso vai ajudar a amaciar a barba. Raspe suavemente e somente quando necessário;

- Evite ficar no sol
Muitas medicações para acne podem causar queimaduras em algumas pessoas. Estar ao sol por muito tempo pode causar rugas e aumentar o risco de câncer de pele. Embora um bronzeado possa, temporariamente, mascarar as espinhas, o sol pode causar ressecamento e irritação da pele resultando em sucessivos surtos de acne no futuro;
 
- Lave o cabelo regularmente
Se você tem cabelos oleosos, deve lavá-los todos os dias

http://r7.minhavida.com.br

A partir de segunda feira começarei a fazer Resenhas dos produtos que serão postos a venda para vocês!! Aguardem.