11 de fevereiro de 2014

SEMPRE AO SEU LADO

 
Uma cadelinha que foi batizada como “Branquinha” por jardineiros e coveiros mora ao lado do túmulo do ex-dono no cemitério de Sobradinho (DF) desde que ele morreu, há dois anos.
Para o construtor civil Eliésio Valverde é como se o animal esperasse, com toda a paciência do mundo, o retorno do ex-dono.
- A história é muito bonita. Hoje em dia animal tem muito mais sentimento que o ser humano, interessante isso.
Segundo os próprios funcionários do cemitério, desde que André Luis foi enterrado Branquinha vive ao lado do túmulo, faça chuva, sol, frio, calor, noite ou dia.
E a rotina é sempre a mesma desde que o ex-dono faleceu. Atualmente, quem ajuda a cuidar do animal são os funcionários do cemitério. Alguns visitantes também se emocionam com a história e compartilham água e até ração para agradar a cadelinha.
O jardineiro Sandro Henrique Pereira disse que já pegou amor pelo bichinho.
- A gente sempre traz algumas coisas para ela comer e beber.
Outro detalhe curioso é que ninguém sabe como Branquinha conseguiu chegar ao local e os funcionários também não têm contato algum com os familiares do ex-dono.
Com o passar do tempo, a cadelinha também adquiriu algumas feridas que se espalharam por todo o corpo. Está desnutrida e há cerca de um ano teve dois filhotes, que foram roubados.
Apesar dos problemas, entre tantas pessoas que também se comoveram com a história, a estudante Monique Ferreira decidiu tomar uma atitude para ajudar Branquinha.
- Estava visitando o jazigo do meu avó quando avistei a Branquinha. Ela estava no sol e com bastante sede. Ofereci água e reparei que ela estava com a patinha machucada. Fiquei sensibilizada e abri uma campanha no Facebook para ajudar. Muitas pessoas curtiram, compartilharam a foto e entraram em contato para ajudar a resgatá-la.
A informação se espalhou rapidamente pelas redes sociais e foram 240 compartilhamentos da foto em apenas algumas horas. Diante da repercussão, muitas pessoas se comoveram, inclusive médicos veterinários como Victor Rios.
- Aparentemente ela só tem um machucado na pata, mas vamos avaliar com calma e cuidar dela.
Ainda no cemitério, Branquinha recebeu os primeiros socorros. Além do machucado, os veterinários também encontraram ferimentos na boca que serão investigados. Em seguida, ela será colocada para adoção.
Quem quiser adotar a cadelinha, pode entrar em contato pelo número (61) 9372-4949.
 
Fonte: r7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!
Fique a vontade e volte quando quiser.
Deixe seu comentário no quadro abaixo.
Bjussss Rosélia Santos.

A partir de segunda feira começarei a fazer Resenhas dos produtos que serão postos a venda para vocês!! Aguardem.